Como aplicar papel de parede sem segredos!

15 de agosto de 2020 | Por cemara

Aplicar papel de parede corretamente parece um bicho de sete cabeças, não é mesmo? Na verdade, é muito mais simples do que parece! Para ajudar você a deixar o seu lar da forma como você sonha, a Cemara Loteamentos preparou este artigo ensinando como aplicar – sem segredos! Confira!

O papel de parede é uma excelente solução para deixa o ambiente com a sua cara. Para conseguir um ótimo resultado, é só seguir algumas dicas. Antes de iniciar, confira os materiais necessários:

  • Balde
  • Cola Universal
  • Espátula
  • Esponja
  • Estilete
  • Rolos de papel de parede
  • Tesoura

 

DETALHES DO PAPEL DE PAREDE

Na hora de ir às compras, tenha em mente que há alguns detalhes sobre os papéis de parede que você deve considerar.

VINÍLICO X VINILIZADO

O Papel de Parede Vinículo possui uma camada extra entre o papel e a parede, feita de PVC. Por isso, é um pouco mais grosso, mas possui vida útil muito superior: ele pode durar até mais de 15 anos na mesma parede. Outro fato é a praticidade de lavagem, sendo que este tipo de papel possibilita a utilização de água e sabão para lavá-lo, sem afetar a cor ou a durabilidade do produto.

Já o Papel de Parede Vinilizado, possui aparência de vinil, mas sem o acabamento em PVC. Por isso, acaba possuindo vida útil inferior: duração de até 5 anos na mesma parede. O grande atrativo deste tipo é o baixo custo quanto comparado ao vinílico.

MEDIDA

Não se deixe enganar. Na embalagem do papel de parede, sempre haverá a indicação da metragem. Contudo, na hora da aplicação, é natural perder alguns metros, devido a aplicação da cola e a centralização da estampa (se houver).

Por isso, em média, um rolo de 10m² equivale a 5m² (se for liso) e até 4m² (se for estampado).

 

COLA UNIVERSAL

Outra dúvida comum é quanto a qual cola utilizar para fixar o papel de parede. Há no mercado diversos tipos de cola específica para papel de parede. Atualmente, alguns profissionais de artesanatos têm indicado colas paralelas para realizar a colagem, mas não caia na tentação de economizar alguns poucos reais: usar uma cola não indicada pode danificar a parede e também diminuir o tempo de vida útil do papel de parede. Ou seja, a aparente economia pode gerar ainda mais gastos em um futuro próximo.

A Cola Universal para Papel de Parede é a mais indicada. Ela é uma cola pronta em pó, onde basta adicionar água e misturar para deixa-la pronta para aplicação. No geral, indica-se o preparo de uma a duas horas antes de utilizá-la. A quantidade exata de água e o tempo necessário para utilizar varia de marca para marca, por isso é necessário estar atento às indicações na embalagem do produto.

 

PREPARE A PAREDE!

Antes de iniciar, escolha a parede que irá aplicar o papel. Ela deve estar seca, lisa e sem imperfeições. Caso necessário, primeiro arrume os buracos – derivados de pregos ou instalações anteriores – antes de iniciar a colagem do papel.

Não é necessário pintar a parede antes da aplicação! Contudo, se optar por deixa-la pintada, tenha certeza de fazer a aplicação apenas após a secagem completa da tinta.

Caso a parede possua tomadas, retire os espelhos e parafusos antes de iniciar.

 

APLIQUE A COLA!

Chegou a hora de iniciar o processo de colagem. Primeiro, estique o papel de parede em uma superfície lise. Com o auxílio de um rolo ou pincel de pintura, passe a cola na parte de trás do papel (a parte branca). Espalhe bem, para não deixar excessos. Ao terminar, dobre o papel, deixando juntas as partes onde está a cola. Não se preocupe: a cola não tem efeito rápido e não irá danificar o papel.

Foto: Reprodução / Leroy Merlin

 

Com a ajuda de uma escada, suba até o ponto mais alto da parede, descole a ponta do papel e faça a aplicação na parede – tomando o cuidado para deixar cerca de cinco centímetros a mais, sobrando na parte superior.

Foto: Reprodução / Leroy Merlin

Com a espátula, aperte o papel de parede contra a parede, para marcar bem o espaço e onde deverá ser cortado. Utilize o estilete e faça um corte reto, pressionando a lâmina contra o papel, para retirar o excesso. Se for o papel de parede vinílico, será necessário aplicar um pouco mais de força na lâmina, devido a espessura do papel.

Repita o processo para o rodapé.

 

ESPALHE A COLA!

Após colocar o papel e recortar os excessos, use a espátula para fazer movimentos de cima para baixo, no centro do papel. Após “puxar” todo o excesso de cola para baixo, voltar do início e utilizar essa linha imaginária como divisória, puxando para o lado esquerdo o que está no lado esquerdo; e fazendo o mesmo com o lado direito.  Veja o exemplo abaixo:

Foto: Reprodução / Leroy Merlin

Seta Vermelha: iniciará por aqui. Irá aplicar pressão, com a espátula, trazendo toda a cola de cima para baixo.

Seta azul: Em seguida, iniciará o processo puxando a cola de dentro para fora, para o lado esquerdo, utilizando a linha branca imaginária (onde você passou a espátula a primeira vez).

Seta verde: idem ao azul, contudo, puxará a cola do centro (linha imaginária branca) para o lado direito.

 

É normal que na beirada do papel fique o acúmulo de cola. Para tanto, utilize a esponja para retirá-lo.

Repita todo o processo para a aplicação da segunda faixa. E refaça quantas vezes for necessário para preencher toda a parede.

Atenção: após a aplicação, é natural que apareça algumas bolhas. Neste caso, aperte-as com o dedo. Se forem de ar (ou seja, se apertar elas somem e depois voltam sozinho) fique tranquilo, em cerca de 2 dias elas irão sumir para sempre. Contudo, caso aperte e perceba que a bolha está fofa, isso indica que há um acúmulo de cola no local. Para tanto, é necessário passar a espátula para retirá-la.

 

GOSTOU DESSA MATÉRIA?

Compartilhe com os amigos! Acompanhe-nos no Facebook para receber mais dicas e novidades. E não se esqueça de sempre visitar o nosso blog, que está em constante atualização.

 

Até a próxima!

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara