Piracicabano vai gravar 80 clipes ao redor do mundo

25 de fevereiro de 2015 | Por admin
small_20150210-045-01
Em uma versão resumida, o projeto Around The World in 80 Music Videos é definido pelos seus produtores como uma viagem pelo mundo em “80 takes”. Entretanto, há muito mais por trás dessa frase. A ideia pioneira do diretor piracicabano Leo Longo e a co-diretora do projeto e produtora Diana Boccara visa criar uma rede mundial de produtores culturais e colaboradores.

Eles vão percorrer 18 países e gravar a cada semana um videoclipe com bandas que façam parte da cena local.

Eles começam o projeto em Piracicaba, gravando o primeiro clipe plano sequência da série no bairro Monte Alegre, com a banda Vanguart.

Sempre com um passo de quatro meses de antecedência para cada ação que irão desenvolver, o casal se prepara para iniciar as filmagens e colocar o pé na estrada.

O projeto Around The World in 80 Music Videos começou a ser criado há um ano, mas a primeira semana do projeto começa em 1º de março. Depois disso, Longo e Diana terão pouco tempo de descanso nas próximas 80 semanas, ou seja, durante 18 meses. Isso porque a cada semana eles compartilharão na internet dois vídeos, um clipe e outro com os bastidores das filmagens.

Conforme explicou o diretor, todas as bandas escolhidas para fazer parte do projeto têm um perfil específico. “São três os principais critérios para a escolha das bandas, primeiro é a identificação entre nós, que tivesse um trabalho independente; o segundo que fossem bandas de rock ou de seus subgêneros; e o terceiro é que usassem a web como meio de comunicação e divulgação de seus trabalhos”.

De acordo com Longo são critérios bastantes subjetivos, mas o resultado é uma lista de bandas que como eles toparam fazer um trabalho autoral e independente. “Um projeto pioneiro que estará presente no mundo todo”.

No Brasil estão confirmadas Vanguart, Pato Fu, Vespas Mandarinas, Selvagens a Procura de Lei e Vivendo do Ócio. Ainda fazem parte dos desejos dos produtores culturais Beirut, Alabama Shakes, Bele and Sebastian, entre muitos outros.

Por mais estranha que a frase possa parecer, o inesperado é o que o casal mais espera para as viagens que estão por vir. Experientes em reality show, o casal vê o Around The World como um projeto em construção. “Tudo é possível”, afirmou Diana.

Eles prevêem fazer os percursos de avião, trem, carro ou qualquer outro meio de transporte que consigam. A expectativa de ambos é conseguir criar uma rede. “Do ponto de vista artístico, espero ver as bandas e colaboradores engajados. Estou ansioso para ver como vão reagir mundo a fora”, disse Longo.

A facilidade de acesso à internet foi o principal quesito na escolha dos lugares, por mais distantes que sejam, como Índia, Coreia do Sul, Hong Kong, Marrocos, entre outros.

Segundo o diretor, os cinco continentes estão incluídos. “Só não colocamos a Antártica porque não encontramos uma banda e acho que a conexão talvez não seja fácil também”.

Portugal, será o primeiro país da Europa visitado com a gravação com a banda Linda Martini, bastante conhecida no país.

A independência e a possibilidade de trabalhar a partir de uma rede de colaboração é o que está fazendo o projeto caminhar. Depois de seis meses tentando alguns patrocínios, Longo e Diana resolveram não esperar mais. Eles contam com ajuda dos produtores culturais e qualquer outro interessado, tanto para ajuda no transporte, quanto em hospedagem e mesmo para o trabalho da filmagem.

Monte Alegre será cenário para clipe – Na agenda do casal, Piracicaba será cenário para gravação em março. A banda Vanguart aceitou o convite e vai trabalhar com a música Eu Sei Onde Você Está.

O bairro Monte Alegre foi escolhido, segundo Longo, porque tem uma aura mágica. “Eu sou piracicabano e passei minha infância visitando o bairro. Sempre o achei muito mágico e queria fazer alguma coisa. Com colaboração do Balu (Wilson Guidotti Júnior) isso foi possível”.

Deste modo, além da beleza do local, o ponto de partida para o projeto tem ainda mais significado.

Segundo Diana, uma das propostas do projeto é gravar todos os videoclipes em plano sequência. “Essa será a linguagem que unirá todas as bandas. Também será um desafio conseguir criar filmes diferentes em cada local”.

A produtora também explicou que clipes serão peças oficiais das bandas. Mesmo parecendo uma grande aventura, eles estão encarando o projeto com responsabilidade. “É trabalho. Toda semana teremos que ter material para ser postado.”

Fonte: Jornal de Piracicaba 

 

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara