Mostrando posts da categoria: Saúde


ACUPUNTURA PARA ALERGIAS RESPIRATÓRIAS EM CRIANÇAS

11 de junho de 2015 | Por admin

Técnica alivia sintomas e fortalece sistema imunológico dos pequenos, sem dor

Por: Raphael Andrade

Imagem: iStock

Todos os anos, com a proximidade do inverno e as mudanças bruscas de temperatura, muitas crianças são acometidas pelas doenças da estação, especialmente as alergias respiratórias. Essas alergias geralmente são um problema crônico, com períodos de maior atividade durante esta época do ano. Os sintomas mais comuns são coriza, obstrução nasal, espirros e dor de cabeça, e podem ser mais fortes nos pequenos, que não possuem o sistema imunológico adequadamente preparado.

A Acupuntura pode ser uma aliada no combate a alergias respiratórias em crianças, trazendo o alívio dos sintomas e o fortalecimento do sistema imunológico. Partindo do conceito de que a saúde depende da harmonia entre os estados físico e emocional, a Acupuntura tem o objetivo de promover o reequilíbrio energético do paciente, por meio do estímulo de pontos especí?cos do corpo, situados em canais chamados de Meridianos. Existem poucas contraindicações para o tratamento com Acupuntura como a febre, por exemplo, e muitos estudos demonstram que não há efeitos colaterais. Mas é importante que seja realizado por um profissional habilitado.

MAS E O MEDO DAS AGULHAS?

Existem diversas formas de se estimular os pontos de Acupuntura, especialmente em Pediatria, quando as agulhas podem causar medo nas crianças e nos pais (apesar de sua inserção ser rápida, praticamente indolor e o tempo de retenção menor do que nos adultos). Como exemplos, temos o Laser e o Shonishin, que é um dispositivo com ponta arredondada, que não penetra na pele, apenas estimula o ponto através da pressão. Em alguns casos, ainda é possível utilizar esferas de cristal ou metal, que mantêm o estímulo nos pontos por alguns dias depois da consulta. A escolha da técnica mais adequada vai depender da idade e da tolerância da criança e nenhuma delas causa dor ou desconforto.

Outros problemas respiratórios também podem ser tratados com a Acupuntura, como a rinite, a sinusite e a asma. O tratamento pode se iniciado na fase aguda da doença e continuar após o desaparecimento dos sintomas, de forma preventiva. Com o decorrer do acompanhamento, com duração média de 10 semanas, o espaço entre as crises aumenta muito e, frequentemente, o pequeno paciente pode até ficar livre definitivamente do problema, ganhando mais qualidade de vida.

Fonte: Personare



Elimine o mau humor com esses alimentos

3 de junho de 2015 | Por admin

A sua refeição pode ser melhor que muitas farmácias

Nada pior do que ficar mau humorado, principalmente nos momentos de descanso. Hábitos saudáveis como ter uma boa noite de sono e praticar exercícios físicos são amigos conhecidos no combate ao estresse. O que poucos sabem é que também é possível usar a alimentação para diminuir o nervosismo, a ansiedade e o cansaço. De acordo com a nutricionista Fabiana Borrego, alguns alimentos tem o poder de estimular o funcionamento do sistema nervoso, diminuindo a irritação e espantando a tristeza, entre outros benefícios. Confira essa lista e veja o que a especialista nos conta sobre cada alimento.

Alface

alface

Ótima para amenizar a irritação. O talo da alface possui uma substância chamada lactucina, que funciona como calmante. Além disso, é rica em fosfato, a falta deste mineral pode causar depressão, confusão mental e cansaço.

Banana

banana

Esta fruta diminui a ansiedade e ajuda a garantir um sono bem mais tranqüilo. Tudo isso graças à boa quantidade de carboidratos, potássio, magnésio e biotina. A banana também dá o maior pique, pois possui vitamina B6, um dos responsáveis por produzir energia.

Frutos do mar

frutos do mar

Os alimentos vindos do mar são ricos em zinco e selênio que agem no cérebro, diminuindo ansiedade e cansaço. Também são boas fontes de ômega 3 (gordura que auxilia na diminuição de colesterol ruim LDL na corrente sanguínea) e proteínas, ambos essenciais para o bom funcionamento do coração.

Laranja

laranja

Ajuda o sistema nervoso a trabalhar adequadamente, isso devido as boas concentrações de vitamina C, cálcio e vitaminas do complexo B. Essa fruta ainda é energética, previne a fadiga e hidrata.

Mel

mel

Esse alimento tem o poder de estimular a produção da serotonina, neurotransmissor responsável por nos dar uma sensação de bem-estar e prazer.

Uva

uva

A vitamina C e os flavonóides (antioxidantes), retardamo envelhecimento da pele e ajudam a combater o colesterol ruim. Tem boas doses de vitaminas do complexo B, que ajudam o bom funcionamento do sistema nervoso.é rica em glicose, por isso é um bom energético.

Ovos

ovos

As substâncias que garantem o bom humor são a tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), ácido fólico e acetilcolina. A carência delas pode causar apatia, perda de memória e ansiedade.

Jabuticaba

jabuticaba

É rica em carboidratos, que fornecem energia ao nosso organismo. Também é repleta de ferro não heme e vitamina C, que ajuda a aumentar as defesas do organismo e suas vitaminas do complexo B agem como antidepressivos.

Espinafre

espinafre

Contém potássio e ácido fólico, que ajudam na prevenção da depressão. E ajuda a estabilizar a pressão arterial, além de garatir um bom funcionamento do sistema nervoso, graças as vitaminas A, C e do complexo B, fosfato e magnésio.

Fonte: Minha Vida



10 dúvidas comuns sobre dentição de leite

1 de junho de 2015 | Por admin

Por Elioenai Paes

O que fazer se o dente quebra? Criança pode fazer canal? Odontopediatra responde dúvidas sobre dente de leite

Dúvidas sobre a primeira dentição de um filho são comuns. Dentes de leite também podem cariar? É preciso fazer canal? Que creme dental é melhor para a criança usar? Além disso, existe o famoso dilema de como convencer uma criança a aceitar escovar os dentes. Para responder essas e outras dúvidas, entrevistamos a odontopediatra Thelma Parada. Veja as principais dúvidas das mamães de primeira viagem:

Getty Images Higiene bucal da criança deve começar cedo e sempre sob a supervisão dos pais

É possível ter cárie no dente de leite?

Sim. E isso não acontece porque o dente é “fraco”, como pensam muitas mães. “Todo dente dá cárie, que acontece por causa da má escovação”, explica Thelma. Como o bebê apresenta resistência à escovação até por volta dos três anos, a mãe escova “mais ou menos”, diz a odontopediatra. Mas, como a criança já começou a ingerir comida, beber sucos, por exemplo, ela pode ter cárie.

Dente de leite precisa de canal?

Sim, segundo Thelma. “A criança pode fazer canal por dois motivos: ou por cárie ou por acidente, quando cai e bate a boca”, conta. Ela explica que muitas mães pensam que, por se tratar de um dente de leite, é só esperar a idade que o dente cai e resolve o problema. “Não pode esperar o dente cair porque pode acontecer uma contaminação óssea com bactérias. A mãe precisa entender que o osso faz parte do corpo da criança, e se tem bactéria no osso, tem bactéria no corpo da criança”, alerta.

Essas infecções por cárie ou por traumas podem inchar, causar pus e fazer com que os nervos presentes dentro do dente de leite morram, configurando a necessidade de fazer o canal.

Porque o dente do coleguinha já caiu e o do meu filho ainda não?

A odontopediatra explica que isso é uma questão genética, já que no Brasil há muita miscigenação racial. “A idade de erupção dos dentes permanentes deve ser, em média, entre os cinco anos e meio e seis anos de idade. Mas tem gente que com oito anos ainda não caiu, e isso não é um problema”, conta ela. Segundo Thelma, quando uma pessoa pertence a uma raça específica e não há miscigenação com outras, o dente tende a cair na idade prevista. “Mas cada um tem seu tempo, não é um problema”.

Qual creme dental é mais indicado para crianças?

Thelma explica que estudos mostram que o ideal é usar creme dental com flúor em pequenas quantidades, mas, dependendo do caso, ela recomenda que se use sem flúor. A razão é o risco de fluorose quando a criança engole a pasta de dente.

“Avalio o risco de cárie e a incidência, mas depende de quem cuida”, diz ela. Thelma conta que, se a criança fica o dia todo com um cuidador mais distraído, que não presta muita atenção se ela está engolindo o creme dental, o risco de fluorose é maior, portanto, nesses casos, é melhor usar uma sem flúor.

A partir de que idade a criança pode escovar os dentes sozinha?

“A partir dos 10 anos”, diz Thelma. A idade pode parecer assustadora, mas a especialista faz um paralelo com a letra da criança no momento, já que ela reflete na coordenação. “Se com um papel e caneta ela não consegue escrever em uma linha, como você acha que ela vai conseguir escovar corretamente os dentes sozinha?”, questiona ela.

“A criança se desenvolve primeiro nos ombros, depois cotovelo e, por último, nos punhos e dedos”. Segundo Thelma, não adianta dar bronca por não escovar direito, afinal “a criança está fazendo o melhor que consegue. Mas certamente acontecerão falhas”.

A partir de que idade é necessário usar o fio dental?

A especialista esclarece que, se há dentes juntos, tem que usar o fio dental. “É ainda um bebê, mas os dois dentes que nasceram estão lado a lado, tem que usar fio dental”.

O que fazer se a criança não deixa os pais escovarem seus dentes?

“O jeito é segurar e escovar, infelizmente. Não adianta pedir colaboração. A criança menor de três anos não tem maturidade para entender que precisa ficar quieta e colaborar”, diz Thelma. Segundo ela, no entanto, há algumas técnicas de como segurar a criança e como fazer uma boa escovação em apenas 10 segundos. “É melhor ouvir o choro para escovar do que ouvir o choro para tratar um dente com problema”, diz ela.

Criança pode usar enxaguante bucal?

Thelma só recomenda o uso depois dos seis anos de idade, principalmente por causa do risco tóxico de a criança engolir a substância. “Entendo que o enxaguante bucal não é um cosmético para deixar a boca cheirosa, mas sim para prevenir ou curar alguma coisa”, diz ela. “Se a criança usa demais antes de precisar, quando precisar não vai ter a mesma disciplina”, conta ela.

A frequência de escovação de uma criança deve ser a mesma de um adulto?

O ideal, segundo a especialista, é escovar depois de todas as refeições. Como isso, na maioria dos casos, não é possível. Aí, é bom escovar ao menos três vezes, sendo a última antes de dormir.

O que fazer se o dente de leite do meu filho se quebrar em uma queda?

Thelma explica que é para recolher o pedaço do dente – ou o dente inteiro – e colocar em um recipiente com a própria saliva, água, leite ou soro fisiológico “Só não pode ficar seco”, e correr para o dentista. O ideal, segundo a especialista, é ligar para o odontopediatra para que ele já se prepare.

“A boca da criança sangra bastante porque é muito vascularizada, qualquer corte sai muito sangue. A mãe não precisa se desesperar com esse volume, basta apertar o lugar com uma compressa, por três a cinco minutos, e colocar gelo enquanto se dirige o odontopediatra”. O mais importante, segundo ela, é a mãe não tentar recolocar o dente no lugar.

Fonte: Delas IG



DANÇAR AJUDA A DIMINUIR O ESTRESSE

29 de maio de 2015 | Por admin

O ditado diz que “quem canta, seus males espanta”, mas pode ter certeza que esse aforismo vale também para a dança! Conheça os benefícios da prática para quem anda estressado

Dançar ajuda a diminuir o estresse Foto: Divulgação Anacã

Já foi comprovado que dançar traz diversos benefícios para saúde e também para o bem estar. Entre as qualidades de frequentar aulas três vez por semana, está a melhora na autoestima, emagrecimento, aumento da flexibilidade muscular, correção postural, redução do colesterol ruim e do estresse. Helô Gouvêa, sócia e professora do Estúdio Anacã, explica que a solução é se movimentar. “A dança mexe com o emocional, aflora os sentimentos. Muitas mulheres chegam nas aulas carregadas pela rotina e saem renovadas”.

Além disso, a dança estimula a concentração, acalma e tranquiliza, diminuindo a ansiedade acumulada durante o dia. “A socialização também é um ponto forte para esquecer os problemas. Geralmente as atividades são realizadas em grupo, sendo assim, contribui para novas amizades, que são sempre bem vindas”, finaliza.

Fonte: Revista Viva Saúde



Vacinação contra a gripe é prorrogada até 05 de junho

27 de maio de 2015 | Por admin

Ação tem como objetivo atingir a meta de vacinar 80% das pessoas vulneráveis às complicações da gripe

Quem perdeu o período de vacinação contra a gripe terá mais uma oportunidade de se proteger contra a doença. O Ministério da Saúde irá prorrogar a campanha nacional até o dia 05 de junho. A ideia é alcançar a meta de vacinar, pelo menos, 80% do público prioritário. Até a manhã desta sexta-feira (22), foram vacinadas mais de 23 milhões de pessoas, o que representa 46,2% do público-alvo, formado por 49,7 milhões de pessoas, consideradas com mais riscos de desenvolver complicações causadas pela doença.

Até o momento, a maior cobertura de vacinação foi entre as puérperas (45 dias após o parto), com 223.839 doses administradas, o que representa 62,5% deste público-alvo. Em seguida estão os idosos, com 10,8 milhões (52%) de vacinados; as crianças de seis meses a menores de cinco anos, com 5,7 milhões de vacinados (45,1%); as gestantes, com 921 mil doses (42,3%); e os trabalhadores da saúde, com 1,6 milhão doses aplicadas (39,5%). Entre os indígenas, a vacinação chegou a 212,3 mil doses, ou 35,1%. Como a vacinação deste grupo é realizada em áreas remotas, a atualização dos dados segue outra dinâmica. Além do grupo prioritário, também foram aplicadas 3,5 milhões de doses nos grupos de pessoas com comorbidade, população privada de liberdade e trabalhadores do sistema prisional.

A definição dos grupos prioritários segue a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), além de ser respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

A vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde em 2015 protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela OMS para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). A vacina contra influenza é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno. O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto.

Para receber a dose, é importante levar o cartão de vacinação e o documento de identificação. As pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais também precisam apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a dose, sem necessidade de prescrição médica.

Fonte: Minha Vida



Lanches ricos em proteína de soja ajudam a controlar a fome dos adolescentes

26 de maio de 2015 | Por admin

Snacks de proteína de soja consumidos durante a tarde promovem sensação de saciedade e ajudam a melhorar hábitos alimentares dos jovens, aponta pesquisa americana

Estudo feito pela University of Missouri, nos Estados Unidos, aponta que o consumo de lanches compostos por alimentos ricos em proteína de soja durante a tarde pode ajudar adolescentes a controlarem a fome e melhorarem hábitos alimentares.

Pesquisa mostrou que quando adolescentes comem lanches proteicos, incorporam mais proteína na dieta diária e consumem menos gordura

Conduzida por Heather Leidy, professora assistente de nutrição e fisiologia do exercício na MU, em colaboração com a DuPont Nutrition & Health, a pesquisa analisou adolescentes de 13 a 19 anos que foram classificados com peso normal ou sobrepeso.

O estudo buscou avaliar como pequenos lanches a tarde poderiam influenciar o apetite dos adolescentes e como seriam as escolhas alimentares desses jovens mais tarde no mesmo dia. Outra hipótese avaliada foi se jovens que não lancharam durante a tarde teriam hábitos alimentares noturnos diferentes do que os que comeram algo no meio do dia.

Gordura e açúcar

Participantes da pesquisa comeram um creme com sabores de caramelo, chocolate e amendoim feito à base de proteína de soja

“Nossa pesquisa mostrou que a ingestão de alimentos ricos em proteína durante a tarde ajuda adolescentes a melhorarem a qualidade de suas dietas e a controlar o apetite dos jovens”, afirma Heather em comunicado.

Ela comentou ainda que o fato de comer alimentos proteicos ajuda a não ceder a tentações de procurar itens ricos em gorduras e açúcares mais tarde, no final do dia.

“Além dos benefícios do controle de apetite e saciedade, descobrimos que quando os adolescentes comeram os lanches proteicos, incorporaram mais proteína na dieta diária e consumiram menos gordura”, disse Heather.

“Assim, a adição de lanches proteicos na parte da tarde pode ser uma boa estratégia para os indivíduos que estão tentando aumentar o consumo de proteína. Além disso, também descobrimos que esses lanches melhoraram determinados aspectos do humor e da função cognitiva dos adolescentes”, completa a pesquisadora.

Os lanches ingeridos pelos participantes da pesquisa eram feitos com proteína de soja, em consistência similar a um creme, e continham 26 gramas de proteína, 6 gramas de gordura e 27 gramas de carboidrat. A pesquisadora ressalta que, embora o alimento oferecido não esteja disponível no mercado para o consumidor final, é possível substituí-lo por outras opções igualmente proteicas e ter os mesmos benefícios.

Fonte: Delas IG



CONHEÇA AS PROPRIEDADES DA BETERRABA!

19 de maio de 2015 | Por admin

Ujatoba_beterraba2

Hoje eu quero falar dos benefícios da beterraba pra você que quer manter a saúde com uma alimentação mais natural e balanceada. Um estudo feito pela Associação Americana de Hipertensão concluiu que o consumo de beterraba pode reduzir a pressão arterial e também melhorar a circulação do sangue.

Além disso, a beterraba é rica em vitamina A, que auxilia no bom funcionamento da visão, tem vitaminas do complexo B, que são importantes para o sistema imunológico, contém ácido fólico, que é excelente para as gestantes e tem vitamina C, que retarda o envelhecimento e evita gripes e resfriados.

A beterraba ainda é rica em fibras, o que ajuda no funcionamento do intestino. Gostou de saber das propriedades da beterraba? Então anote uma receita de suco! Bata no liquidificador uma beterraba grande descascada e picada com suco de quatro laranjas. Coe e beba na hora. Você vai ver os resultados em três semanas!

Fonte: Universo Jatobá



Trate a insônia de forma natural

14 de maio de 2015 | Por admin

insonia

Milhões de pessoas sofrem com a insônia em todo mundo. Para lidar com o mal, muita gente recorre a remédio e tratamentos químicos sem saber que existem formas naturais de conseguir uma boa noite de sono. Algumas plantas medicinais, como alfazema, erva-cidreira e laranja, podem ajudar.

Outras opções são:

Alface-brava-maior – sumo fresco ou cozimento das folhas
Alfazema – inalações de essência
Aspérula-odorífera – infusão
Cálamo-aromático – banho com cozimento
Erva-cidreira – infusão ou extratos
Laranja – infusão de folhas ou flores
Lúpulo – infusão ou extratos
Papoila – infusão ou xarope
Passiflora – infusão
Salgueiro-branco – infusão de flores
Tília – infusão ou banho quente com flores
Valeriana – infusão ou banhos quentes com cozimento da raiz

Essas alternativas são mais saudáveis, não causam dependência e são muito menos agressivas ao meio ambiente se comparadas aos remédios tradicionais – que utilizam substâncias químicas, matérias-primas, água e energia durante sua produção e ainda podem causar diversos problemas ambientais se descartados incorretamente.

Uma noite sem dormir pode acarreta diversos problemas durante o dia, como cansaço, falta de energia, dificuldade de concentração e irritabilidade. Por isso, evite também ingerir alguns alimentos pouco antes de se deitar, como café, refrigerante que contenha cafeína, chocolates, sorvetes e comida picante. E se o problema persistir, não deixe de procurar um médico.

Fonte: EcoDesenvolvimento



5 DICAS PARA MANTER A HIGIENE DOMÉSTICA E EVITAR DOENÇAS INFECCIOSAS

11 de maio de 2015 | Por admin

Acredite: a maioria das doenças infecciosas é contraída dentro de casa, por falta de higiene domiciliar correta. Germes e bactérias são transmitidos por meio de alimentos, água, fezes, superfícies e pelas mãos. Segundo Priscila Kawazoi, técnica em desenvolvimento de produtos da Unilever, a maior concentração de bactérias encontra-se no banheiro de casa. Se a higiene não estiver em dia, uma bactéria pode se multiplicar chegando a mais de dois milhões em 7 horas. “Passamos muito tempo no trabalho e deixamos a higiene doméstica para segundo plano, o que acaba fazendo com que a limpeza seja mais superficial”, justifica.

De acordo com ela, os vilões são as bactérias, os fungos, os protozoários e os fungos. As bactérias podem trazer problemas como inflamação na garganta, infecções intestinais, dores no ouvido, etc.; os fungos podem gerar manchas na pele ou caroços, consideradas dermatites; os protozoários são transmitidos pelo uso de água contaminada e pode causar vômitos, diarreias, dor no estômago e enjoos; e os vírus passam de pessoa para pessoa ou de ambientes ou objetos contaminados para pessoas.

Idosos, crianças, pacientes que receberam recentemente alta do hospital e pessoas imunodeprimidas fazem parte do grupo de risco.

Levando em conta que o banheiro é o principal ambiente de transmissão de mais de 100 tipos de germes e bactérias, Priscila dá algumas dicas para limpar o ambiente de forma correta e evitar doenças:

Ujatoba_1_Descarga-banheiro-Thinkstock

1 . Quando a descarga é acionada, ela produz respingos que, em sua maioria, ficam dentro do vaso, mas também ficam dispersos no ar. As bactérias fecais permanecem por até 2h no ambiente e podem ir parar no botão da descarga, na torneira, na maçaneta, além de superfícies de pia, banheira e escovas de dente.

Ujatoba_2_Limpeza-faxina-banheiro-Thinkstock

2 . A melhor forma de prevenção é evitar o contato direto e lavar muito bem as mãos após utilizar ou tocar o vaso sanitário. A descarga deve ser acionada apenas com a tampa do vaso fechada. Recomenda-se a limpeza diária de pisos e azulejos e uma boa higiene das mãos, o que pode evitar 80% dos casos de contaminação.

Ujatoba_3_Azulejo-limpeza-escova-de-dente-Thinkstock

3 . O chuveiro e o box, se não são devidamente limpos, podem ser fonte de bactérias, especialmente se a água ficar acumulada no sistema quando o chuveiro não for utilizado. As paredes e a cortina do box também fornecem condições ideais para os fungos que, ainda que não sejam infecciosos, podem liberar esporos ou substâncias que desencadeiem alergias respiratórias, como asma. Para retirar a umidade das paredes e pisos do box dilua duas tampas de cloro em gel em 1 litro de água e esfregue com uma esponja. Use uma escova de dentes para limpar os cantinhos. Enxague e seque com a ajuda do rodo e um pano que não solte fios de tecido.

Ujatoba_4_Limpeza-banheiro-Thinkstock

4 . O chão acumula resíduos da sujeira dos sapatos, o que o torna um ambiente propício à proliferação de germes nocivos à saúde. Para limpar e desinfetar, aplique cloro em gel com uma esponja e retire o excesso do produto com um pano úmido.

Ujatoba_5_Limpeza-casa-cachorro-Thinkstock

5 . O cantinho do pet é um dos lugares que mais acumulam germes. O chão pode conter diversos tipos de germes que são prejudiciais ao ser humano. Mantenha-o limpo com cloro em gel e lave bem as mãos depois de brincar com o animal de estimação. É preciso também lavar os brinquedos dos animais uma vez por semana.

Fonte: Universo Jatobá



TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ACUPUNTURA!

29 de abril de 2015 | Por admin

universo-jatoba-yinyang

A acupuntura é uma técnica muito antiga, existem referências que apontam o uso de pedras pontiagudas para o tratamento de dor já nos anos 10.000A.C. até 4.000A.C., existem provas de agulhas de acupuntura feitas de bronze dos anos 1.000A.C., não há motivos para não acreditar em um método de tratamento que vem evoluindo a tanto tempo. Pensando nisso, separei as principais dúvidas que as pessoas me perguntam e vou responde-las aqui.

 O que é?

A acupuntura é um dos braços da medicina tradicional chinesa que consiste na aplicação de agulhas finas e flexíveis em pontos específicos, com o intuito de equilibrar a energia do corpo, ou o Yin e o Yang que são forças opostas e complementares. Na medicina ocidental acredita-se que os resultados ocorrem devido à estimulação de nervos periféricos localizados nos pontos de inserção das agulhas, e essa técnica libera neurotransmissores que modulam a transmissão das sinapses aliviando a dor.

 Quem deve ser tratado?

A acupuntura tem se mostrado muito eficaz no tratamento de diversas doenças, atualmente existem estudos que tentam compreender os benefícios que a técnica trás para o tratamento de processos inflamatórios, dores musculares, estresse e insônia, as quais o método apresenta excelentes resultados.

 Quais os benefícios?

A técnica se aplicada corretamente tem grandes benefícios, pois ocorre a melhora ou cura da patologia sem afetar o corpo de forma sistêmica. Além disso com equilíbrio da energia é possível prevenir outras doenças ou alterações do corpo.

Quais as contraindicações?

Qualquer indivíduo, independe de idade ou condição física poderá ser tratado através da acupuntura. As únicas ressalvas são: Infecções generalizadas da pele, procurar um profissional capacitado com conhecimento em acupuntura e especialista em Medicina Tradicional Chinesa.

Qual o profissional que pode aplica-la?

O Superior Tribunal federal está fechando o cerco contra os profissionais da saúde que aplicam acupuntura sem ter essa resolução na lei que regulamenta os cursos. A psicologia foi a primeira afetada por essa ação do STF, o bacharel em psicologia deve utilizar de métodos e técnicas psicológicas com intuito de diagnosticar patologias de origem psicológica, orientação e seleção profissional, orientação psicopedagógica e solução de problemas de ajustamento, os juízes alegam que por essa resolução não exista nenhuma linha que contemple o uso da acupuntura.

A técnica é uma área do conhecimento que não segue os principio usado na medicina ocidental, nenhum profissional da área da saúde é capaz de usa-la sem aprender sobre a medicina tradicional chinesa. Essa especialização, de 1200 horas, é o que promove subsidio para a prática da acupuntura, então, porque não permitir que outros profissionais que tenham conhecimento em patologias, anatomia e fisiologia do corpo humano a apliquem, visto que a busca por esse tratamento no SUS cresceu 429%?

Sou da opinião que medicina tradicional chinesa deveria ser uma faculdade a parte e as pessoas só poderiam aplica-las se estivessem formados, pois sua metodologia não tem nenhuma relação com as profissões que temos hoje em dia, se ocorresse assim, teríamos muito mais estudos científicos nessa área.

No idoso a técnica também é eficaz?

Nesse púbico o uso da acupuntura é ainda mais eficaz, pois o indivíduo é poli queixoso, muitas vezes essas queixas podem ser consequências do mesmo déficit, então com o uso de agulhas, mochas, magnetos é possível tratar sem utilizar remédios, evitando os efeitos colaterais e a destruição os órgãos vitais para nossa saúde!

Fonte: Universo Jatobá 



O MILAGRE DO SAL ROSA

23 de abril de 2015 | Por admin

Ujatoba_sal-rosa

Qual a cor do sal que você conhece? É branco, não é? Bom, hoje o Universo Jatobá traz uma super novidade para a sua saúde: o sal rosa. Ele vem lá do Himalaia e o que muda não é só a cor. Ele tem até 60% menos sódio do que o sal convencional e é rosa devido ao elevado índice de minerais.

O sal convencional é refinado, já o rosa é colhido manualmente e não passa por nenhum processo de industrialização, ou seja, é natural. Por possuir menos quantidade de sódio, ele diminui a retenção de líquidos no corpo e consequentemente, o risco de ter doenças como diabetes, hipertensão e problemas circulatórios. Atenção: 75% das pessoas em todo o mundo consomem quase duas vezes mais sódio do que o recomendado.

Ele é também fonte natural de cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro, entre outros, e ajuda a reduzir os sinais de envelhecimento, a prevenir cãibras, auxilia na regulação do sono e na saúde vascular.

Além disso, o uso não é apenas para a culinária. O banho com sal rosa desintoxica e relaxa o corpo. Terapias alternativas como cosmoterapia, fengshuy e aromoterapia são algumas das que se aproveitam dos benefícios do sal rosa para promover saúde e bem-estar.

Fonte: Universo Jatobá 



DESCUBRA 7 BENEFÍCIOS DA SOJA PRETA

17 de abril de 2015 | Por admin

Universo_Jatoba_soja_preta

Você já experimentou a soja preta? Ela é muito comum na Ásia e é bem parecida com a soja amarela, o que diferencia as duas é a casquinha preta que envolve o grão. E é justamente nessa casca que estão diversos benefícios da soja preta para a sua saúde.

A soja preta é rica em isoflavonas, fibras, proteínas, vitaminas, minerais, além de ter antocianina, substância que reduz o colesterol e ainda ajuda a emagrecer. A soja preta só não é indicada para pessoas que sofrem de problemas renais, pois ela é rica em potássio. Como ela contém hormônios naturais, pacientes que realizam tratamento para doenças da tireoide devem evitar o consumo da soja preta próximo ao horário da medicação.

Aqui no Brasil é mais fácil encontrar a soja preta em farinha, ela conta com as mesmas propriedades da versão em grãos. E ela pode ser adicionada em sucos ou iogurtes. Conheça 7 benefícios da soja preta!

1 – Previne doenças do coração: As antocianinas que podem ser encontradas na soja preta previnem o risco de doenças cardiovasculares, como hipertensão e derrames.

2 – Auxilia no tratamento do diabetes: A soja preta possui alto teor de fibras, por isso ela ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue.

3 – Ajuda no funcionamento do intestino: A soja preta ajuda no processo de mastigação e causa uma sensação de saciedade. As fibras existentes na soja preta também estimulam a flora intestinal, por isso ela pode ser uma aliada para as pessoas que sofrem com a prisão de ventre.

4 – Combate o câncer: Um estudo realizado pela Universidade Católica da Coreia do Sul revelou que as antocianinas que estão na casca da soja preta podem ajudar as células cancerosas se autodestruírem.

5 – Adeus, barriguinha: O sonho de 9, em cada 10 mulheres é perder aquela gordura abdominal que insiste em aparecer. Um estudo da Universidade Católica da Coreia do Sul, mostrou que as antocianinas existentes na soja preta atuam nas células de gordura e consequentemente podem ajudar a emagrecer.

6 – Combate o envelhecimento da pele: A soja preta contém quase sete vezes mais antioxidantes, conhecidos como fitoesteróis, do que a soja amarela. Eles ajudam a retardar o envelhecimento da pele.

7 – Conserva os nutrientes do grão: Ao cozinhar um alimento, é comum que ele perca alguns nutrientes durante o processo. A casca escura da soja preta atua como uma proteção e ajuda a conservar os seus nutrientes. Se quiser usar a soja para preparar pratos quentes, prefira a soja preta.

Fonte: Universo Jatobá 



Dieta: especialistas afirmam que meditação é eficaz para ajudar a perder peso

13 de abril de 2015 | Por admin

Alimentar-se “inconscientemente” pode ser um perigo para a dieta. Isso acontece, por exemplo, quando estamos dirigindo e comendo biscoito ao mesmo tempo, ou quando assistimos a um filme e percebemos que a pipoca e todas as guloseimas que estavam na mesa foram devoradas em tempo recorde.

Comer sem realmente “pensar” no que estamos fazendo pode fazer com que nosso corpo ganhe dezenas de calorias extras. É essa a ideia por trás do livro The Mindful Diet (A Dieta Consciente, em tradução livre), desenvolvido por especialistas da Duke Integrative Medicine, dos Estados Unidos.

iStock

O livro sugere que se uma pessoa realmente precisa perder peso, ela deve construir novas associações no cérebro, e isso significa aprender a comer conscientemente.

E tudo isso é feito através do poder da “atenção plena”: uma técnica que dá a chance de viver o momento presente e fazer um balanço das mensagens que o corpo está dizendo.

A técnica consiste em fazer exercícios de respiração diariamente, meditar por pelo menos cinco minutos ao dia e realizar as refeições mais lentamente, sem se preocupar com horários. Para quem tem dificuldade de se concentrar, o livro ainda aconselha a pessoa a usar o garfo com a mão não dominante ou usar pauzinhos ao invés de talheres.

“Faça o que for preciso para comer mais lentamente. O corpo não libera o hormônio que sinaliza que você está satisfeito até 10 minutos depois de começar a refeição, então isso vai ajudá-lo a perceber se você já comeu o necessário”, explica o livro.

Fonte: Catraca Livre 



COMO PREVENIR A DENGUE EM CASA

9 de abril de 2015 | Por admin
Mosquito da dengue

Shutterstock / mrfiza

A dengue causa pavor na maioria das pessoas, e a melhor forma de evitá-la é acabar com o foco. O mosquito procura pontos de água parada, limpa ou não, para depositar seus ovos, por exemplo, desde uma tampinha de garrafa até piscinas (dependendo da quantidade de cloro, e principalmente, as que não têm tratamento frequente ou estão abandonadas) e caixas d’água, principalmente as abertas.

Tanto o mosquito macho quanto a fêmea se alimentam de seiva adocicada de plantas e frutas, no entanto, a fêmea (única que pica), necessita de sangue para amadurecimento dos ovos, por isso ela busca sangue de mamíferos.

Como prevenir a dengue em casa

Lixo

Cesto de lixo

Shutterstock / Africa Studio

  • É importante ter muito cuidado com o lixo, pois pode acumular água e o mosquito da dengue pode depositar suas larvas. Por isso, deixe sempre o lixo bem vedado e evite o acúmulo, mas coloque-o para fora apenas nos dias de coleta. Não deixe as latas de lixo em locais vulneráveis à água, como embaixo de calhas, lavanderias, etc.

Alimentos doces e frutas

  • Mantenha-os sempre bem guardados, pois são atrativos para os mosquitos da dengue e outras moscas.

Água

  • Por ser de difícil acesso, tenha muito cuidado com a caixa d´água, local onde os mosquitos da dengue mais depositam suas larvas. Verifique se a tampa tem uma boa vedação. Atualmente existem modelos com fivelas para trava.
  • Muita gente tem guardado água em casa, mas é extremamente importante ter cuidado com o recipiente e local de armazenamento. Colocar uma tela e uma tampa bem vedada ou fechar com plástico filme e abrir somente para completar ou usar a água ajuda a evitar a proliferação do mosquito da dengue.
  • Antes de armazenar água, lave bem o recipiente com água e detergente, enxague, passe a solução de 1 colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água e seque bem.

Piscinas

Kit para tratamento de piscina

Shutterstock / tammykayphoto

  • É necessário fazer a análise da alcalinidade a cada 15 dias com um kit específico que pode ser comprado em lojas especializadas em piscinas, mantendo na faixa de 80 a 120ppm. É essencial também verificar o pH semanalmente, mantendo-o na faixa de 7,4 a 7,6, pois passa da neutralidade (pH 7), se tornando um pouco alcalina, o que atrai menos os mosquitos e não faz mal aos humanos.
Calha

Shutterstock / John E Heintz Jr

Calhas

  • Mantenha em dia a limpeza das calhas. Verifique se há excesso de folhas, lodo ou algum entupimento. Em períodos chuvosos vale fazer a verificação mensalmente,  e em períodos secos, a cada 2 ou 3 meses. A mesma regra vale para os ralos.
  • Nos ralos, calhas e locais de onde é difícil retirar a água acumulada, coloque água sanitária, chá de picão ou tabaco, mamona, erva-de-Santa Maria, neem, ou flores de crisântemo e cravo-de-defunto que são plantas que evitam a proliferação das larvas. Lembrando que as plantas devem ser fervidas em água durante 30 minutos, e em seguida a solução deve ser peneirada para a utilização, já que as plantas podem causar o entupimento das calhas e ralos.

Borra de café

  • A borra de café pode ser fervida novamente com água, essa mistura ajuda a eliminar as larvas do mosquito da dengue. A borra colocada nos vasinhos de planta é totalmente eficaz. É o mesmo processo que ocorre no Rio Negro, que tem as águas escuras por causa do excesso de plantas em decomposição em suas águas. A incidência de malária no Rio Negro é muito menor que no Solimões. Mas não é só a borra do café. Existem experimentos realizados com o chá de picão preto, que confirmam o extermínio de 100% das larvas do mosquito da dengue.
Vasinho de planta

Shutterstock / focal point

Vasinhos de plantas

  • Evite usar pratinhos embaixo dos vasos de plantas, mas se for preciso, coloque areia suficiente para não deixar a água visível. No momento da rega molhe somente a terra (raiz), não precisa molhar a planta, pois é possível acumular água em seu formato e os mosquitos da dengue podem aproveitar para depositar suas larvas ali.
  • Acrescente na areia do pratinho um pouco de água sanitária, borra de café ou pó de pinus.

Sprays e inseticidas

  • Os sprays inseticidas e repelentes confundem as fêmeas do mosquito da dengue por causa do cheiro, e podem até ajudar a evitar, porém não são 100% eficazes.
  • Vale lembrar que os repelentes não devem ser utilizados em bebês ou pessoas alérgicas.
  • Uma dica bacana é colocar tela nas janelas, mosquiteiro nos berços, e até utilizar plantas repelentes como o neem e a citronela, elas podem ser passadas diretamente na pele ou compradas em forma de incenso.

Vasos sanitários

Nesses locais, a água está sujeita a constante renovação e movimento pelo seu uso diário – sem contar que é clorada – portanto, o risco de desenvolver a larva da dengue é mínimo, exceto quando a casa estiver desabitada ou com pouco uso. Nestes casos é necessário manter o vaso sempre tampado e criar uma rotina de limpeza do local, acionando a descarga para renovar o cloro presente na água. Jogue diariamente água sanitária ou cloro no vaso sanitário.

Vasilhas dos Pets

Para minimizar os riscos de proliferação do mosquito da dengue lave bem os potes de comida e água no mínimo uma vez por semana com bucha e detergente, não basta apenas trocar a água pois os ovos são depositados na lamina da água e ficam aderidos ao recipiente.

Bandeja da geladeira

As geladeiras que possuem descongelamento automático podem causar problemas, pois a água acumulada na bandeja externa geralmente não é notada e, consequentemente, fica muito tempo sem limpeza e pode se tornar um local propício para o mosquito da dengue depositar suas larvas. Tome cuidado com esse detalhe, observe a bandeja semanalmente e realize a limpeza com cloro, se possível.

*Fontes: Jan Carlo Delorenzi – farmacêutico e cientista biológico da Universidade Mackenzi; Fátima Motter- professora aulista do Curso de Farmácia do Mackenzi; Roberto M. Figueiredo- o Dr. Bactéria; Fernando Bernardini – biólogo e coordenador de Desenvolvimento de Produtos da Bayer CropScience; Edson Frank das Flores Gatto – gerente de expansão e marketing do grupo Hoken e Ronaldo Vieira – químico da Hidroazul. *

Fonte: BBEL 



DICAS INFALÍVEIS PARA AFASTAR OS POMBOS

7 de abril de 2015 | Por admin

Universo-Jatoba-pombos

Lindos de se ver, mas perigosos. Os pombos estão por toda parte e podem transmitir mais de 50 tipos de doenças causadas tanto pelos fungos, existentes em suas fezes secas, como por bactérias, que chegam pelos alimentos ou pela água. Quando inalam as fezes das aves, por exemplo, as pessoas podem contrair meningite.

O Universo Jatobá vai responder à dúvida de duas leitoras. A Edina Cassimiro e a Rogeria Maria de Souza Paula querem saber como fazer para afugentar os pombos, figurinhas já carimbadas nos ambientes urbanos!

O mais importante é não dar alimento a eles e também não deixar a ração do seu animal de estimação exposta. É fundamental cuidar do lixo colocado para coleta, pois eles também são atraídos pelos restos de comida nos sacos rasgados. Isso faz com que eles voltem ao lugar onde conseguiram comida com facilidade.

Estudo feito pela Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul em associação com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e as Secretarias do Meio Ambiente e da Educação indica a colocação de estruturas que dificultem o pouso, como espiral de aço ou plástico nos muros, por exemplo.

Outra solução é usar espantalhos na forma de gaviões ou corujas, de preferência que se movam com o vento, em locais visíveis para as aves. Quanto mais reais, melhor. Colocar refletores luminosos nas superfícies de pouso, como CDs, por exemplo, também ajuda a espantá-los.

O acúmulo de fezes traz sérios riscos, então a limpeza com desinfetante deve ser constante. Para isso, as fezes devem ser umedecidas com o produto antes da limpeza e a pessoa deve estar com luvas e máscara sobre o nariz e a boca para não inalar. As dedetizações não são recomendadas, pois em muitos casos a população de pombos aumenta.

O Manejo de Pombos Urbanos, da Secretaria da Saúde de São Paulo, indica instalar telas ou alvenaria nos vãos dos telhados para que eles não entrem e fiquem ali.

Para saber com mais detalhes, clique aqui e veja o manual completo.

Foto: Thinkstock

Fonte: Universo Jatobá 



Páginas:«123456»

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara