Mostrando posts da categoria: Qualidade de vida


6 dicas de construção e reforma sustentáveis

15 de fevereiro de 2016 | Por admin

O CicloVivo separou importantes dicas de construção para as moradias mais sustentáveis.

casa_ciclovivo_sustentavel_construcao_reforma

Construir e reformar uma casa ou um apartamento nem sempre é tarefa fácil – com as limitações de tempo, espaço e dinheiro, muita gente se esquece de pensar nos impactos causados pela obra no planeta. Mas engana-se quem pensa que fazer um espaço sustentável é coisa de outro mundo: com simples atitudes em nome do meio ambiente, dá para diminuir não só o impacto, mas também os gastos com manutenção da casa e o valor das contas no fim do mês.

Antes de levantar as primeiras paredes, lembre-se de respeitar quem veio antes: ou seja, a casa é que deve estar de acordo com a natureza, e não o contrário. Um dos pilares da sustentabilidade é a viabilidade econômica, que precisa ser levada em conta na hora de fazer construções ecologicamente corretas. Assim, é necessário apostar em materiais eficientes (como madeiras de reflorestamento) e planejar muito bem as obras, para que o sonho de construir ou reformar não se transforme em pesadelo do dia para a noite.

Acompanhe as dicas:

Posicione os ambientes

planta_casa_ciclovivo_sustentavel

A disposição dos cômodos em uma residência pode facilitar o conforto dos moradores e reduzir tanto os impactos ambientais, como o valor da conta de luz. Para isso, o projeto deve aumentar a eficiência energética do lugar, levando em conta a ventilação e iluminação internas, além dos pontos cardeais.

Em climas frios, o ideal é abrir a face norte para ambientes de maior permanência, como quartos e salas, uma vez que a entrada da luz do sol é maior; já nas regiões quentes, a parte norte também pode ser aberta, contando com um beiral ou uma árvore, capazes de bloquear com mais facilidade a entrada do sol no cômodo. O lado leste também é indicado para a construção de quartos e salas.

Na face sul, compensa construir garagens e despensas, e o lado oeste é ideal para o plantio de hortas e árvores, além da construção de áreas de baixa permanência, como banheiros e áreas de serviço. Fora os pontos cardeais, é preciso adaptar a construção à topografia do terreno, preservando, também as espécies nativas do local, que garantem qualidade do solo.

canteiro_obras_ciclovivo_cimento_

Mantenha um canteiro de obras sustentável

Não é difícil montar um canteiro de obras sustentável – nesta etapa, gasta-se mais tempo do que dinheiro. Assim, além de separar corretamente os resíduos sólidos gerados nas obras, uma boa estratégia é reaproveitar a água da chuva por meio de sistemas simples de captação, como pequenas cisternas de armazenamento que direcionam o recurso para usos não potáveis.

Uma dica que também vale para as reformas sustentáveis é reunir o maior número possível de pedidos na loja de materiais de construção, verificando a possibilidade de os produtos serem entregues juntos: assim, é diminuída a circulação de veículos, responsáveis por boa parte das emissões de gases poluentes no mundo.

tinta_parede_ciclovivo_sustentavel_

Use tintas claras e eficientes

Além de apostar em cores claras para compor os ambientes, uma importante estratégia em sustentabilidade é utilizar tintas especiais. Hoje em dia, o mercado oferece produtos à base d’água, que proporcionam isolamento térmico e acústico, proteção contra corrosão, resistência à maresia e até tintas que impedem a proliferação de bactérias, fungos e algas no ambiente. Embora sejam multifuncionais, estes materiais especiais não têm cheiro e não causam alergias e nem irritações.

Reserve um espaço para árvores e hortas domésticas

Tanto na reforma, como na construção, separar um espaço para as plantas vai melhorar a qualidade de vida dos moradores, além de colaborar com o meio ambiente de forma geral. Se optar pelo plantio de árvores, o ideal é apostar nas espécies nativas, e não cortar aquelas que já estão no terreno. Já as hortas domésticas, que também podem ser inseridas em apartamentos, devem ser tratadas com adubos orgânicos – lembrando que uma alternativa sustentável é consumir os próprios alimentos e temperos produzidos em casa.

luz_led_ciclovivo_iluminacao

Aposte em eficiência energética

Embora o investimento inicial em eficiência energética seja mais alto do que na iluminação convencional, a conta de luz vem mais barata para quem dá preferência aos equipamentos sustentáveis: assim, vale trocar as lâmpadas convencionais pelas de LED, instalar sensores de presença e controles de luminosidade, como o dimmer (dispositivo que regula a intensidade luminosa nos ambientes internos). Fora isso, ao comprar eletrodomésticos, verifique se os mesmos possuem o selo PROCEL, que indica o consumo de energia destes equipamentos.

jardim bloco annette

Confie na reciclagem

O entulho gerado na construção pode ter vários destinos, evitando o descarte indevido na natureza. Assim, com bastante criatividade, o que era considerado como lixo pode se transformar até mesmo em objetos de decoração para a moradia sustentável, a exemplo dos blocos de concreto convertidos num jardim ornamental, mostrados em reportagem do CicloVivo. Fora isso, deixe um lugar reservado para a coleta seletiva do lixo, e, se possível, crie seu próprio sistema de compostagem de resíduos orgânicos.

Por Gabriel Felix – Redação CicloVivo

Fonte: Ciclo Vivo



Pular carnaval pode queimar até 800 calorias por hora

8 de fevereiro de 2016 | Por admin

Saiba quais músculos são mais trabalhados em cada tipo de folia e os cuidados necessários ao cair na farra

POR BRUNA STUPPIELLO

Pular carnaval é uma delícia e ainda pode ajudar a emagrecer! Isto porque cair na folia proporciona um gasto energético que varia de 300 a 800 calorias por hora. Alguns músculos também são trabalhados, especialmente aqueles das pernas, dos glúteos e do abdômen.

Porém, são necessários alguns cuidados antes de praticar as atividades. Não abuse do álcool e procure hidratar-se constantemente com água. Coma refeições leves antes da farra. Além disso, vista roupas confortáveis, especialmente os calçados. O tênis é a melhor opção porque possui amortecimento.

Conversamos com educadores físicos e listamos quais os benefícios e cuidados ao sambar, dançar axé e frevo, participar da micareta, do baile de carnaval e do bloco de rua, ir atrás do trio elétrico e desfilar na avenida.

Sambar

Sambar durante uma hora pode queimar até 600 calorias. “A prática da dança neste ritmo além de aprimorar a resistência aeróbica também melhora as capacidades coordenativas como o ritmo e o equilíbrio”, afirma o educador físico Níkolas Chaves.

A atividade também trabalha as panturrilhas, os glúteos, coxas e o abdômen e desenvolve a flexibilidade, porém alguns cuidados são necessários. Como o tornozelo passa a maior parte do tempo em flexão plantar, como os pés de bailarinas, é importante observar se as articulações desta parte estão boas e fortalecer a panturrilha com musculação. “Também opte por calçados adequados para a prática, como o tênis e roupas leves”, orienta a educadora física Fernanda Andrade.

Dançar axé

Dançar o axé por uma hora queima entre 450 e 600 calorias. Esta atividade exercita as coxas, pernas, glúteos, braços e abdômen. Ela também irá melhorar a capacidade de resistência aeróbica e, claro, o humor de quem a pratica. Para fazer esta atividade também é importante vestir um calçado confortável, o tênis continua como a melhor alternativa, e roupas leves.

Frevo

O frevo é a atividade do carnaval que mais gasta energia, uma hora dançando queima de 600 a 900 calorias. Todos os membros inferiores são fortalecidos com esta dança e os ombros também, devido à grande exigência de movimentos com os braços.

A dança ainda melhora a resistência aeróbia e as capacidades coordenativas de equilíbrio e ritmo. Porém, são necessários alguns cuidados ao praticar esta atividade. “Fique atento aos movimentos de agachamentos profundos que podem lesionar os ligamentos dos joelhos. Faça musculação para fortalecer bem as pernas e poder dançar sem riscos”, orienta Chaves. É importante que o calçado seja confortável.

Micareta

Participar de uma micareta leva a queima de 325 a 650 calorias em uma hora. Esta atividade proporciona um trabalho aeróbico intenso e também pode contribuir para o fortalecimento de coxas, glúteos e pernas.

O melhor calçado para a micareta é o tênis. “As pessoas costumam pular muito nestes ambientes e este calçado tem um amortecimento bom. Evite rasteirinhas, pois elas não contam com nenhum amortecimento. Saltos também não são bons porque além de não ter amortecimento, eles ainda sobrecarrega as panturrilhas e a parte anterior das pernas”, explica Andrade.

Átras do trio elétrico

Acompanhar o trio elétrico pode queimar entre 200 e 800 calorias, tudo irá depender da intensidade em que a atividade é praticada. Trata-se de um forte exercício aeróbico e como envolve saltos e palmas constantes exige braços e pernas. Ir atrás do trio elétrico também proporciona o bem-estar.

Durante a caminhada atrás do trio elétrico observe o seu ritmo cardíaco e procure ter uma refeição leve antes de cair na folia. “Hidratar-se a cada 20 minutos para evitar problemas de estresse térmico como câimbras e exaustão”, orienta Chaves.

Desfilar na avenida

Desfilar na avenida durante uma hora pode queimar entre 650 e 800 calorias. “O gasto de energia é alto porque a pessoa desfila carregando uma fantasia. Esta vestimenta também exige atenção, pois pode dificultar a evaporação do seu suor e o resfriamento do corpo, induzindo ao cansaço. Por isso, hidrate-se bem”, observa Chaves.

Também são necessários outros cuidados ao vestir a fantasia. “Para lidar melhor com o peso que as peças podem fazer nos ombros, uma dica é alongar antes e depois do desfile”, orienta Andrade. As coxas, pernas, glúteos e o abdômen são trabalhados durante o desfile na avenida.

Pular em bloco de rua

Pular carnaval em um bloco de rua pode queimar entre 450 e 600 calorias durante uma hora. Nesta atividade são trabalhados os músculos das pernas e coxas e é importante calçar o tênis que possui amortecimento e ainda é fechado, evitando que os pisões, tão frequentes em locais lotados como os blocos, machuquem os pés.

Baile de carnaval

Participar de um baile de carnaval pode queimar de 300 a 500 calorias por hora. “O trabalho maior desta atividade é o aeróbio, mas pensando em musculatura o que é mais trabalhado é a parte interior das coxas, glúteos, coxas, pernas e um pouco de abdômen”, observa Andrade. Beba água com frequência, preferencialmente a cada 20 minutos e vista calçados confortáveis.

Fonte: Minha Vida



Pratique muay thai pela sua saúde

2 de fevereiro de 2016 | Por admin

Os chutes, os socos e as joelhadas dessa luta trazem mais benefícios do que muita gente imagina e podem ser praticados por todas as faixas etárias

revista-saude-execicio-muay-thai

Com diversos aficionados mundo afora, o muay thai também conhecida como boxe tailandês e utiliza oito armas de combate: punhos, cotovelos, joelhos e canelas. As aulas duram entre uma hora e 90 minutos e se destacam pelo dinamismo e divertimento. Diferentemente da musculação, os treinos do muay thai envolvem rotinas diversas de golpes e outros exercícios físicos, como corrida, flexões e abdominais.

“Essas atividades aeróbicas melhoram o condicionamento físico e fortalecem toda a musculatura”, explica o mestre Nelsimar dos Santos, presidente da Federação de Muaythai Tradicional do Estado do Rio de Janeiro. Vale acrescentar o ganho psicológico da prática marcial. “Quando você consegue enfrentar um adversário dentro das regras da luta, fica mais fácil encarar a sua vida, o desafio de uma faculdade, de um relacionamento, do trabalho”, enaltece o educador físico José Danielton, personal fighter da equipe JD, em São Paulo.

Problemas de saúde não impedem a inscrição nas aulas da arte marcial tailandesa. Mas, antes de começar qualquer atividade física, é importante procurar um médico e realizar uma boa avaliação. Mesmo com tudo em ordem, alguns cuidados básicos sempre evitam lesões, principalmente nas primeiras sessões de treinamento. Para afastar os perrengues físicos, nada melhor do que atentar para as orientações do professor e, paralelamente, procurar uma dieta equilibrada.

Vestida para a luta

revista-saude-execicio-muay-thai-01

Para começar os treinamentos, o aluno precisa adquirir certos materiais. É o caso de bermuda, luvas, ataduras, caneleiras e protetor de boca. Algumas academias podem até emprestar esses equipamentos, mas o ideal é que cada um tenha o seu. “Já que muitas vezes esse material é compartilhado, o praticante deve dar preferência a uma escola que seja limpa, organizada, com um sistema de higienização constante”, sugere Del Vecchio.

E a criançada?

Muitos pais ficam em dúvida se esportes tidos como mais agressivos, caso do muay thai, são seguros para seus filhos. “O essencial é a atividade física antes dos 10 anos nunca perder o caráter lúdico, de brincadeira”, esclarece o psicólogo João Ricardo Cozac, presidente da Associação Paulista da Psicologia do Esporte. A ideia é possibilitar ao pequeno o maior número possível de modalidades esportivas, sempre lembrando que elas devem ser abordadas pelo lado do prazer e da diversão. A competição séria deve ficar para mais tarde, na adolescência.

Os benefícios

1. O suadouro garante a queima de muita energia. Dependendo do estágio e do preparo físico, o gasto chega até a 1 500 calorias por aula. Segundo os especialistas, a média de iniciantes fica na casa de 750 calorias por sessão.

2. O coração sai ganhando: os chutes e os socos dilatam os vasos sanguíneos. Daí mais oxigênio e nutrientes passeiam pelo corpo. As câmaras cardíacas, exigidas, ficam fortes.

3. Os músculos também se beneficiam. Mas, diversamente de outros exercícios localizados, o muay thai prepara o corpo de uma forma global. Há um aumento do tônus e da resistência muscular.

4. O treinamento exige bastante da região central do corpo, principalmente do core, grupo de músculos situados no abdômen que dá sustentação à coluna vertebral. O core fortalecido garante uma ótima postura.

5. Os golpes estimulam a amplitude dos movimentos, o que requer um bocado de precisão e elasticidade. A coordenação motora e a flexibilidade são aprimoradas — até mesmo nas tarefas do dia a dia.

6. O boxe tailandês traz inúmeras benesses à cabeça. Além de extravasar a tensão, o muay thai ajuda seus praticantes a encarar os desafios. As aulas também são ótimas para a socialização.

Os treinos

Eles envolvem séries de exercícios físicos e muitos golpes. Confira:

revista-saude-execicio-muay-thai-02

1. Pular corda

Os saltos rápidos garantem um alto gasto calórico e turbinam a preparação física do aluno. Em geral, são utilizados como um aquecimento.

2. Correr

O típico exercício aeróbico trabalha os membros inferiores e garante uma boa resistência na hora da luta.

3. Fazer abdominais

O levantamento da cabeça e do tronco tonifica os músculos do core, o que melhora a sustentação da coluna e ajuda a adquirir uma boa postura.

4. Pulos e socos na cama elástica

A rotina de socos aprimora a coordenação motora, enquanto a instabilidade da cama elástica imita a situação da luta.

Fonte: M de Mulher



APROVEITE O VERÃO PARA PRATICAR EXERCÍCIOS AO AR LIVRE

25 de janeiro de 2016 | Por admin

Ujatoba_exercicio1

Você pratica exercícios físicos? Então aproveite que o tempo está cada vez mais ensolarado e faça atividades ao ar livre. É muito mais gostoso do que na academia e faz um bem danado para a sua saúde e para o meio ambiente.

Primeiro, porque você não precisa de equipamentos e de eletricidade. Não fica num ambiente fechado com ar condicionado e evita o barulho da música alta.

Segundo, porque o contato com a natureza diminui o estresse e aumenta a produção de serotonina, o hormônio da felicidade.

No exercício ao ar livre cada treino é uma nova aventura. E são muitas as possibilidades, viu! Pode ser uma corrida, caminhada, alongamento ou ainda andar de bicicleta ou de patins, por exemplo.

Escolha a sua atividade, procure um profissional para ter dar uma orientação e vá adiante. Você vai ver o resultado logo, logo!

Fonte: Universo Jatobá



FÉRIAS NA CASA DA VOVÓ!

18 de janeiro de 2016 | Por admin

universo-jatoba-crianca-saudavel5

por Giana Ramos

Nada mais gostoso do que passar as férias na casa dos avós, porém existem regras que os pequenos devem aprender desde cedo para que a boa convivência entre as partes seja agradável e prazerosa. Vou listar algumas coisas que devemos prestar atenção antes de enviar as crianças para o mimo dos avós.

Fugir da rotina de alimentação, horários e tarefas impostas pelos pais é muito bom para desestressar a criança, mas fazer algo que os pais proíbam não deve ser incentivados pelos avós, como por exemplo, jogar algum jogo no computador que seja inadequado para a criança, algo que também é difícil dos avós fiscalizarem por causa da dificuldade digital de muitos idosos.

É importante para a criança saber que até mesmo na casa dos avós existem limites e regras que devem ser seguidos.

Tem algumas tarefas na vida dos netos que só os avós conseguem cumprir, como contar as travessuras que os pais aprontavam quando crianças, essa é uma função muito gostosa de fazer e aproxima os pais dos filhos. A criança que conhece a história da sua família tem exemplos para construir sua própria história.

Cuidado com a sobrecarga – se os avós já tem mais de 70 anos e a criança menos que cinco seria interessante que outra pessoa pudesse acompanhar, pois o cuidado com a criança, com alimentação e organização da casa por vários dias, muitas vezes, sobrecarrega os avós e em vez de ser agradável, torna-se um peso. Se a criança já tiver mais que 10 anos os conflitos das gerações que podem pesar, mas se bem conversados, são tirados de letra.

A criança que passa um tempo com os avós só ganha, pois aprende a entender e amar os mais velhos, também descobre que existem limitações físicas que devem ser respeitadas, e para os avós é uma forma excelente de exercitar o cérebro e o corpo, também de vencer a depressão causada pela falta de atividades.

Apesar de ser férias, e geladeira de vó sempre ter coisas gostosas, é importante planejar financeiramente esse período, pois os pequenos requerem dinheiro para alimentação, passeios e brinquedos, muitas vezes os avós não podem suprir, por isso reserve dinheiro para esses dias. Se a criança for um pouco maior é interessante que ela mesma controle esses gastos, pois assim aprende um pouco sobre finanças também.

Se os avós forem levar os netos para passear ou viajar ajude na programação, na elaboração do roteiro, compra de ingressos, reservas de hotel, enfim, todas essas tarefas são bem simples, facilmente feita pela internet, mas que para um idosos pode tomar horas do dia e gerar muito estresse desnecessário.

Uma última dica também muito importante é: pense na mala do seu filho com roupas suficientes, brinquedos e itens de higiene, opte por brinquedos que os avós conheçam e possam brincar junto, pois assim, aumenta-se a interação entre as duas partes.

É maravilhoso passar alguns dias com os avós, siga essas dicas e permita que seu filho tenha em sua memória as ótimas férias que ele pode ter ao lado das pessoas que o amam, vamos valorizar a família!

Dra. Giana Ramos é graduada em fisioterapia (São Camilo – SP), Especialista em ortopedia e traumatologia (Santa Casa – SP), Especialista em Docência no ensino superior (SENAC – SP). Formação em Reeducação Postural Global e Auriculoterapia – (FENAFITO – SP). Professora do curso de formação de cuidadores de idosos (SENAC – SP), empresária do Centro de Atendimento Especializado (CAESP SAÚDE), gestora do programa de qualidade de vida na terceira idade da Vila Maria Zélia – Belenzinho – SP.

Fonte: Universo Jatobá



10 dicas para uma vida com mais movimento no trabalho

10 de agosto de 2015 | Por admin

Usar mais a escada, realizar alongamentos e se levantar de hora em hora são boas estratégias

Fernanda Andrade EDUCAÇÃO FÍSICA E PERSONAL TRAINER

Passamos a maior parte do nosso dia no trabalho, e muitas pessoas ficam durante horas seguidas sentadas. Isso, ao longo dos anos, traz malefícios para a saúde, como problemas posturais, ganho de peso, problemas circulatórios, surgimento de dislipidemias (doenças relacionadas a distúrbios no sangue, como colesterol, aterosclerose) e doenças hipocinéticas (doenças relacionadas ao homem moderno, todas as doenças que o sedentarismo provoca por falta de movimento).

Incluir mais movimento o fará mais saudável, feliz e disposto no seu dia a dia, sendo possível adequar o seu trabalho a um estilo de vida mais saudável.

1-Use a escada, inicie subindo um andar de escadas, e aumente um andar a cada semana, até ir ao seu departamento sempre de escadas.

2-Visite mais seus colegas de trabalho na empresa, vá até eles em intervalos onde os compromissos diminuem para resolver algo que resolveria por email ou para desejar um simples bom dia, isso fará com que você ative a sua circulação, gaste calorias e melhore a sua comunicação com seus colegas.

3-Procure se levantar a cada hora, aproveite para ir ao banheiro, beba mais água, ir até a copiadora ou fique em pé ao falar no telefone.

4-Faça exercícios de alongamentos ou mesmo de fortalecimento sentado ou em pé, quando estiver ao telefone exercite suas panturrilhas elevando os pés simultaneamente, permaneça na ponta dos pés por três segundos e desça, você fortalecerá a musculatura e melhorará o seu retorno venoso.

5-Desça alguns pontos, estações ou estacione mais distante do seu trabalho, assim aumentará o número de passos diários, lembre-se 10.000 passos é o ideal para sair do sedentarismo.

6-Aproveite as ciclovias, ir até o trabalho de bike é um excelente exercício para o coração, coxas, glúteos, abdome, para o corpo e mente.

7-Use o banheiro do andar superior ao seu departamento e vá de escadas.

8-Almoce mais distante, assim fará uma caminhada até o restaurante.

9-Faça as aulas de ginástica laboral, se a sua empresa oferecer. Nas aulas você aprenderá muitos exercícios de alongamento, exercícios para a postura e poderá tirar as dúvidas sobre saúde, atividade física e como sair do sedentarismo com o profissional responsável pela atividade.

10-Você poderá mesmo sentado, fazer alongamentos, espreguiçar-se o que ajuda muito na circulação e na saúde da sua coluna, fazer exercícios de respiração para relaxar e trazer mais concentração.

Importante ficar atento para as questões ergonômicas do seu ambiente de trabalho, a cadeira não pode ser nem alta nem baixa. O ideal é que os pés da pessoa fiquem acomodados no chão. O encosto precisa dar apoio para que o corpo do funcionário forme um ângulo de 90°. Para quem trabalha em frente ao computador, a tela precisa estar na linha dos olhos. Tire suas dúvidas com o Profissional de ergonomia, o professor de Ginástica Laboral ou no departamento médico sobre a sua postura durante o trabalho. Incluir mais movimento trará muitos benefícios a sua vida, no trabalho, lazer e em sua casa.

Fonte: Minha Vida



7 dicas para fazer deste novo ano o melhor de sempre

2 de janeiro de 2015 | Por admin
“O futuro pertence a quem acredita na beleza dos seus sonhos.” – Eleanor Roosevelt

É muito comum iniciar um novo ano com energias renovadas, a motivação em alta e uma lista de resoluções que queremos cumprir, de forma a mudar a nossa vida para melhor. Também é comum passado um mês ou dois do ano novo essas resoluções estarem esquecidas e fechadas numa gaveta porque eram demais, não tínhamos tempo, dinheiro, vontade, companhia… Este ano novo, esqueça literalmente a habitual lista de resoluções e concentre-se apenas em fazer deste, o seu melhor ano de sempre.  

Um objetivo. Uma das principais razões pelas quais as nossas resoluções nunca deixam de ser isso mesmo é porque traçamos demasiados objetivos, a maioria dos quais extremamente vagos. Em vez de elaborar uma lista extensa, dedique-se apenas a um objetivo. Porquê? Porque a verdade é que somos mais poderosos e capazes de concretizar o que quer que seja se estivermos focalizados apenas numa coisa de cada vez. Se tiver 10 objetivos perderá demasiado tempo a olhar para todos eles e a decidir em que direção deve partir, o que deve fazer primeiro… se tiver um único objetivo à sua frente, poderá canalizar toda a sua atenção e energia para esse objetivo. E esse é um dos grandes segredos do sucesso, seja em que área for. Neste novo ano, concentre toda a sua atenção nesse objetivo e não só o vai conseguir concretizar, como vai sentir-se maravilhosamente bem por o ter conseguido.

Crie um hábito novo. Os objetivos atingem-se por via dos hábitos, por isso, neste novo ano pense naquele hábito que, praticado diariamente, o vai ajudar a conquistar aquele objetivo único que estipulou para este ano. São os passos pequenos, mas contínuos, que permitem a concretização de objetivos mais vastos e importantes. Decidido qual o novo hábito que vai adotar – tendo sempre em conta a conquista do objetivo geral para o novo ano – dedique-se durante um mês à consolidação desse hábito diário, registando o seu progresso e procurando uma rede de suporte e apoio.

Hora de agir. Fazer uma lista de resoluções e traçar objetivos é relativamente fácil – o mais difícil é concretizá-los, porque até os melhores planos se tornam obsoletos se não agir, ou seja, se não arregaçar as mãos e começar a trabalhar. A ação é tudo e de forma a poder concretizar aquele objetivo que delineou para o novo ano, tem de começar a agir hoje, agora. Depois, amanhã concretize outra ação. Aliás, deve realizar uma ação palpável, que o leve cada vez mais perto da concretização do seu objetivo, todos os dias. Trate disso diariamente, logo pela manhã – pode ser algo tão simples como fazer 2 telefonemas ou levantar-se 30 minutos mais cedo. Acima de tudo, deve considerar essa ação a mais importante do dia, todos os dias. Se o fizer, será praticamente impossível falhar a concretização do seu objetivo.

Simplifique. Menos é mais e a simplicidade na vida é tudo. Se dedicar algum tempo a simplificar a sua vida de alguma forma terá, certamente, um dos melhores anos de sempre. Quando temos os nossos dias demasiado cheios, a correr de um lado para outro, o mais certo é sentirmo-nos desgastados e sem rumo – tornamo-nos menos eficazes, menos felizes. Tornar a vida mais simples mantém-nos sãos e devolve-nos o poder, a eficácia e a motivação. Pare para refletir sobre as 4 ou 5 coisas mais importantes na sua vida e depois simplifique os seus compromissos, os seus planos, objetivos e listas de afazeres para que estes se alinhem com essas 4 ou 5 prioridades.

Concentre-se na felicidade. Pode parecer um verdadeiro cliché, mas se resolver concentrar-se na felicidade, será efetivamente mais feliz. Não podia ser mais simples. O que é que lhe faz feliz? Então deve ser isso o foco da sua vida. Este ano, faça da felicidade a sua grande prioridade. Depois, faça tudo o que estiver ao seu alcance para tornar essa felicidade uma realidade.

Agende tempo de qualidade para si e para quem mais ama. Se estas duas coisas não constam na sua lista de 4 ou 5 prioridades, então será uma boa ideia rever essa lista – pelo menos uma das coisas prioritárias deve ser fazer algo que goste e outra deve estar relacionada com passar tempo de qualidade com as pessoas de quem mais gosta. Porquê? Porque passar tempo de qualidade consigo, a fazer algo que adora fazer, vai ainda proporcionar-lhe tempo para refletir o que, por sua vez, vai ajudá-lo a eliminar o stress da sua vida e ser mais feliz. Não tem tempo? Arranje tempo! Passar tempo de qualidade com quem mais ama é fundamental na busca pela felicidade – faça disto uma prioridade absoluta!

Aprenda a concentrar-se. A concentração é crucial para que possa atingir qualquer objetivo, quer seja aquele grande objetivo que traçou para o novo ano, quer sejam aquelas pequenas metas e lutas diárias que preenchem os nossos dias. É demasiado fácil perdemo-nos numa maré de papéis, telefonemas, emails ou outras distrações como a Internet. Se se permitir a si próprio a perda de concentração, será muito mais difícil realizar os seus objetivos. Para que este possa ser o seu melhor ano de sempre, aprenda a focalizar-se. Este pode muito bem ser um dos seus novos hábitos. Comece por identificar o seu principal objetivo para o ano novo, depois as suas 4-5 prioridades. Depois, concentre-se em pleno nessas coisas, todos os dias. Todas as manhãs ou na véspera, faça uma pequena lista das “3 coisas mais importantes que tenho de fazer hoje” e faça-as, com concentração absoluta e com a força de vontade necessária para eliminar todas e quaisquer distrações. Coloque o telefone em silêncio, organize a secretária, desligue a Internet… faça o que tiver de fazer para que se possa concentrar a 100% naquilo que tem para fazer. Terminada a primeira tarefa, faça uma pausa e recompense-se. Depois, parta para a tarefa seguinte. Para quem trabalha assim, nada é impossível.

Fonte: Estado Zen 



TEMPO SECO: CONFIRA DICAS PARA AMENIZAR CRISES E DOENÇAS RESPIRATÓRIAS

18 de novembro de 2014 | Por admin

A baixa umidade do ar está atingindo diversas regiões brasileiras e vêm causando uma série de complicações que só atrapalham ainda mais quem já tem doenças respiratórias.

De acordo com a Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, é possível adotar alguns hábitos no dia-a-dia que podem evitar maiores problemas para a respiração.

Ainda segundo a organização, é preciso ficar em estado de atenção sempre que a umidade relativa do ar de sua região estiver entre 20% e 30%. Quando ela chegar entre 20% a 12% o estado é de alerta e os cuidados devem ser redobrados. Em casos de menor umidade relativa do ar, as autoridades precisam decretar estado de emergência.

Rinite, rinossinusite, descompensação de asma e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) são as doenças que mais se agravam nesse tempo seco e fazem com que as pessoas diminuam sua capacidade respiratória.

As regiões sudeste e centro-oeste são as que mais têm sofrido com o problema, graças a falta de chuva na região e o grande aumento no nível de poluição no ar. Porém, mesmo que em diferentes épocas do ano, todas as regiões passam por fases em que os indivíduos ficam mais expostos à baixa umidade.

Por isso, reunimos algumas dicas para não sofrer e não deixar ainda piores as suas crises.

1 – Mantenha todos os ambientes arejados. Não deixe nada fechado e, nos dias mais secos, recorra aos vaporizadores ou recipientes com água.

universo-jatoba-tempo-seco1

2 – Evite o mofo e o odor desagradável das roupas que ficaram muito tempo guardadas. Lave antes de vestir e coloque por um tempo no sol.

universo-jatoba-tempo-seco2

3 – Retire os carpetes e cortinas que acumulam muita poeira. O que você deixar em casa, aspire e lave com frequência. Tenha cuidado especial com os cantos dos cômodos e paredes que juntam pó.

universo-jatoba-tempo-seco3

4 – Evite fazer atividades físicas entre as 10h e 16h e consuma bastante líquido. Sempre.

universo-jatoba-tempo-seco4

Fonte: Universo Jatobá 



CONFIRA MOTIVOS PARA SE EXERCITAR AO AR LIVRE

3 de novembro de 2014 | Por admin

Com a chegada da primavera e a proximidade do verão, o clima é muito convidativo para passar mais tempo em locais abertos do que dentro de salas.

Por isso, pode ser um bom momento para deixar a sala da academia e curtir a luz solar e o ar livre para queimar as calorias extras.

O Universo Jatobá selecionou para você bons motivos para explorar novas opções de exercícios físicos e ainda respirar ar fresco.

1 – MELHORA O HUMOR

Pessoas que passam tempo ao ar livre são 50% mais felizes do que as que ficam enfurnadas dentro de locais fechados. Fazer exercícios físicos em contato com a natureza, que seja só por cinco minutos, melhora o humor e a autoestima.

1 – Melhora o humor
2 – MELHORA A ATENÇÃO E O FOCO
Pessoas com déficit de atenção podem melhorar o foco após caminhar em parques por cerca de 20 minutos. O contato com o meio ambiente influencia diretamente na atenção das pessoas.
2 – Melhora a atenção e o foco
3 – CONTRIBUI PARA A ROTINAAo fazer exercícios ao ar livre, a pessoa fica mais condicionada a aceitar o afazer como parte da rotina. Principalmente após passar horas dentro de escritórios ou dentro do carro. Entrar em contato com a natureza permite maior libertação.
3 – Contribui para a rotina
4 – MANTÉM SEU PESOO ar fresco e a luz do sol estimulam a atividade física. Depois de um dia de caminhada no parque ou passeio de patins, você vai se render a uma lasanha? O normal é acabar optando por algo mais light, gerando, naturalmente, a adaptação para uma vida saudável.
4 – Mantém seu peso
5 – RECARREGA AS ENERGIASSó o ato de fazer exercícios já revigoram as energias. Com a ajuda do ar fresco, o efeito só se multiplica. Aliás, 20 minutos ao ar livre surtem o mesmo efeito de uma xícara de café.
5 – Recarrega as energias
6 – VITAMINA DExercícios ao ar livre aumentar os níveis de vitamina D no organismo. Mas não se esqueça de usar o filtro solar!
6 – Vitamina D


CHIA: MUITO ALÉM DO EMAGRECIMENTO

1 de outubro de 2014 | Por admin
universo0jatoba-chia1
Quando desembarcou no Brasil, há pouco mais de um ano, a chia não demorou a entrar na lista de compras dos interessados em perder peso. Nada mais compreensível. Como uma de suas principais características é virar uma espécie de gel ao entrar em contato com a água, ela dá uma baita saciedade, evitando ataques desenfreados de gula ao longo do dia. Só que os benefícios do pequeno grão – consumido por civilizações pré-colombianas há milhares de anos – não ficam restritos ao emagrecimento. Pelo menos é o que a ciência tem revelado.

Em estudo recente da Universidade de Queensland, na Austrália, a semente mostra por que merece aplausos em outros âmbitos. Em um primeiro momento, ratos foram alimentados com bastante gordura e carboidrato. Depois, os cientistas acrescentaram chia na dieta deles durante oito semanas. Ao final da intervenção, ficou claro que a inclusão da semente melhorou a sensibilidade dos bichos à insulina. “Isso significa que o hormônio foi mais eficiente na hora de encaminhar a glicose aos tecidos, processo necessário para a geração de energia”, explica Lindsay Brown, uma das autoras da investigação. No caso dos portadores de diabete, que ralam para manter o açúcar que passeia pelo sangue em níveis adequados, o efeito é pra lá de bem-vindo, já que representa um maior controle da doença.

O resultado também deve ser encarado com empolgação por pessoas com sobrepeso. É que a maioria já apresenta resistência à ação da insulina. “Daí sobem os riscos de diabete e complicações cardiovasculares”, conta a nutricionista Carolina Chica, da Unidade de Doenças Cardiovasculares da Pontifícia Universidade Católica do Chile. Tem mais: na pesquisa, a chia livrou o fígado de adiposidade. “Esse quadro, conhecido como esteatose hepática, pode culminar em danos permanentes no órgão”, informa a nutricionista chilena.

A enxurrada de benefícios parece ter um denominador comum, que atende pelo nome de ácido alfalinolênico – ou ALA, para simplificar. Trata-se de uma fração do ômega-3, gordura poli-insaturada encontrada aos montes na chia. Seu trunfo: combater a inflamação detectada no corpo devido à obesidade e que prejudica órgãos como coração, fígado, cérebro… “Acontece que esse ácido graxo ajuda a reduzir a produção de uma enzima chamada SCD1. Quando isso ocorre, há menor liberação de substâncias inflamatórias no organismo”, esclarece a nutricionista Sandra Soares Melo, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Santa Catarina.
Gordura na cintura? Perigo!
O peso excedente, vale ressaltar, é um dos principais culpados pela síndrome metabólica, que contribui para piripaques cardiovasculares, a exemplo de infarto e derrame. “A tal síndrome é diagnosticada quando o paciente apresenta concentração de gordura abdominal e pelo menos mais dois fatores de risco, como glicose e triglicérides elevados, entre outros”, descreve a endocrinologista Cíntia Cercato, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, em São Paulo. Ainda bem que a semente de chia, com seu ácido graxo anti-inflamatório, protege contra todo esse chabu.

A comprovação vem da Universidade Nacional Autônoma do México. Inicialmente, os cientistas pediram a voluntários com aquele combo de problemas que deixassem de consumir 500 calorias no seu dia a dia. Duas semanas depois, dividiram o pessoal em duas turmas. Enquanto uma ingeriu uma bebida à base de proteína de soja, aveia e chia, a outra recebeu uma mistura inócua. Em dois meses, todo mundo apareceu no laboratório com a barriga mais enxuta. Mas só o grupo que tomou o líquido com a semente viu fatores intimamente associados ao mal perderem força. “O mais interessante é que as duas turmas emagreceram igualmente, o que nos leva a concluir que a bebida foi, de fato, a grande responsável pela melhora da síndrome”, reflete Cíntia.

Aproveitando que o assunto aqui gira em torno do coração, não dá para esquecer que o ômega-3 da chia ainda favorece a redução da pressão arterial. “Na prática, ele diminui a formação de tromboxano, uma molécula que estimula o aperto dos vasos. Por outro lado, aumenta a síntese de prostaciclinas, que são vasodilatadoras”, ensina a nutricionista Anna Carolina Di Creddo Alves, do Instituto do Coração, na capital paulista. Sem falar que esse tipo gorduroso evita a oxidação do colesterol LDL, processo que o torna um verdadeiro vilão para o peito – afinal, é nesse formato que a molécula propicia o desenvolvimento de placas nas artérias.

Não vá pensando que a semente é indicada só para quem está com a saúde desajustada. Lá atrás, quando maias e astecas se deliciavam com o alimento, a intenção era aperfeiçoar a resistência física. Hoje, estudiosos da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, sabem que a estratégia funciona. Por um período, antes de provas longas, eles deram isotônico a seis atletas amadores. Depois, os voluntários tomaram uma mistura desse líquido com uma bebida à base de chia. Após cada intervenção, os rapazes correram por uma hora na esteira e mais 10 quilômetros em uma trilha. Acabada o suadeira, a surpresa: “Concluímos que o ômega-3 do grão melhora o rendimento dos atletas na mesma medida que o carboidrato do isotônico”, revela Travis Illian, autor do projeto.

Para o cientista, a principal vantagem da descoberta é oferecer aos esportistas um substituto à altura para os tradicionais isotônicos, cheios de açúcar. Mas, se você não pretende participar de uma maratona, uma boa pedida é usar a farinha ou grão de chia duas horas depois dos exercícios. Assim, dá para aproveitar as fibras solúveis que a semente esbanja. “Essas substâncias retêm água, o que prolonga a hidratação e a presença de minerais no organismo”, explica a nutricionista Paula Crook, da PB Consultoria em Nutrição, em São Paulo.

Foi justamente nessas versões, ou seja, semente e farinha, que a nutricionista Sandra Soares Melo, da Univali, levou o alimento andino para o laboratório. O objetivo era comparar a ação de ambas as variedades em temperatura ambiente e aquecidas. “Vimos que, por causa das fibras, todos os tratamentos estimularam o trânsito intestinal nos animais analisados”, conta.

Contudo, quando a pesquisadora e seus alunos avaliaram o estresse oxidativo – fator relacionado a doenças como diabete e câncer -, ficou evidente que ele só foi amenizado quando as cobaias ingeriram o farelo que não passou pelo fogo. “Ele não apresenta gordura como a semente. E a substância é a principal a sofrer oxidação. Esse processo também é facilitado quando a temperatura está elevada”, justifica Sandra. Logo, se a ideia é barrar o estresse oxidativo, já sabe: a farinha ao natural é a melhor opção.

Agora, se estiver de olho em uma ação mais global a favor do funcionamento do corpo, as sementes saem na frente. Basta consumir duas colheres de sopa todos os dias. Só duas mesmo. “Como a chia tem muitas fibras, pode dificultar a absorção de alguns minerais, além de desregular o intestino se não houver consumo adequado de água”, frisa o nutricionista José Aroldo, diretor da Nutmed, no Rio de Janeiro. Seguindo essa recomendação, certamente você terá tantos motivos quanto as civilizações antigas para idolatrar a semente de chia.

Se a intenção é perder peso…

Seu principal objetivo com a chia é mesmo afinar a cintura? Então faça o seguinte: deixe a semente na água por pelo menos 40 minutos. Quando a mistura se transformar em um gel, adicione suco de uva sem açúcar para obter uma espécie de sagu. “Consuma no café da manhã ou no lanche do final da tarde. Dessa maneira, você evita abusos nas principais refeições do dia”, aconselha a nutricionista funcional Vanderlí Marchiori, de São Paulo.

Fonte: Universo Jatobá 


CONFIRA 4 ERVAS QUE TODOS DEVEM PLANTAR EM CASA

29 de setembro de 2014 | Por admin

Muito se engana quem pensa que para ter ervas em casa é preciso um grande espaço de plantação.

Algumas delas exigem apenas o espaço de um vaso e preferem o solo mais seco, ou seja, não é bom regar sempre.

Tais ervas são ótimas como chá, temperos de comida e ainda possuem diversos nutrientes que fazem bem para a saúde.

Confira 4 ervas que são simples de plantar em casa e só trarão benefícios para a sua vida.

1 – MANJERICÃO

O tempero é um clássico na culinária mediterrânea e reza a lenda que é ótimo para a longevidade. O manjericão gosta de calor e deve ser regado pela manhã.

1 – Manjericão

2 – HORTELÃ

Os benefícios são muitos. A planta tem cálcio, fósforo, ferro, vitaminas A, B e C, potássio. Além disso, ela também é digestiva e calmante. O cultivo do hortelã é bem simples.

2 – Hortelã

3 – CEBOLINHA

Item indispensável na culinária de todo o mundo, a cebolinha possui vitaminas A e C. O seu cultivo também é tranquilo e tudo o que ela precisa é muita água e algumas horinhas debaixo do sol.

3 – Cebolinha

4 – ALECRIM

Tempero indicado para sopas, carnes, massas e peixes, ele é ótima fonte de vitamina B6, cálcio e ferro. O alecrim pode ser plantado em vasos e sua raiz não deve ser muito molhada, o que facilita ainda mais a sua vida.

4 – Alecrim

Fonte: Universo Jatobá 



CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DO PILATES NA TERCEIRA IDADE

24 de setembro de 2014 | Por admin

O método Pilates foi idealizado por Joseph Hubertus Pilates em meados de 1920 e tem sido uma tendência atualmente, pois traz uma abordagem holística e de valorização da mente e do corpo ao mesmo tempo. A contrologia, conceito central abordado pelo método, utiliza a consciência de todas as contrações musculares realizadas durante um movimento, ou seja, é trabalhado o conhecimento dos mecanismos de ação dos músculos e ossos para realização dos exercícios.

Os exercícios desenvolvidos por Joseph envolvem condicionamento físico, grande atividade cerebral para a realização, melhora do equilíbrio, realinhamento e correção postural, estabilidade, consciência corporal, coordenação, socialização e conhecimento motor. Mas, para atingir esses objetivos é necessário seguir seis princípios:

1 . Concentração.

2 . Respiração.

3 . Alinhamento corporal.

4 . Controle do centro de massa do corpo.

5 . Eficiência.

6 . Fluência de movimentos.

Diante de tantos benefícios, o método tem sido usado por fisioterapeutas durante a reabilitação de patologias ortopédicas, reumatológicas, neurológicas ou respiratórias.

Pensando no potencial método que Joseph criou, porque não aplicá-lo em idosos? Quais seriam as vantagens para esse público específico?

Com o passar dos anos, o idoso perde massa corpórea magra, ou seja, músculo; os ossos afinam e os órgãos internos diminuem de tamanho. Esses acontecimentos são normais durante a senilidade. O Pilates associa a filosofia oriental, que baseia-se no relaxamento, na ligação do corpo com a mente, às práticas ocidentais, centradas no fortalecimento e resistência muscular. Essa associação é benéfica para a terceira idade. Trata-se de exercícios mais globais, que exigem muita concentração e assertividade na tarefa aumentando a dificuldade e os desafios.

Os exercícios propostos são de baixo impacto, então evitam sobrecarga nas articulações já desgastadas do idosos e são praticados individualmente ou em grupos de até três pessoas, permitindo uma participação efetiva do instrutor e um serviço de qualidade. O trabalho respiratório usado como guia para os exercícios também é eficaz para aumentar a capacidade pulmonar, principalmente de idosos que já apresentam uma debilidade respiratória. Esse uso global do corpo contribui para a melhora da qualidade de vida na terceira idade, eleva a autoestima e reduz o risco de quedas.

Gostou? Vai começar a praticar?

Não esqueça que é necessário realizar uma avaliação médica para conhecer a capacidade cardiorrespiratória e garantir exercícios seguros com menor chance de acometimentos do coração. E depois dessa bateria de exames, procure um instrutor, ele precisa conhecer suas limitações físicas, os medicamentos que estão em uso, presença de dor e doenças existentes. Essa avaliação deve ser individualizada para que a aula seja direcionada para as suas necessidades.

Procure um profissional qualificado e um local seguro para praticar o Pilates, mesmo sendo de baixo impacto. A realização inadequada pode gerar graves lesões.

Foto: Thinkstock

Fonte – Universo Jatobá 



Dança e teatro são aliados ao bem estar de idosos

18 de setembro de 2014 | Por admin

small_2014-09-10-0012-01

Por meio das diversas atividades culturais que instituições públicas e privadas realizam na cidade, como teatro, música e dança, um público específico vem participando de forma mais intensa do universo das artes.

Com a procura de uma vida saudável na fase mais madura e delicada da vida, idosos têm trabalhado constantemente em projetos culturais e sentem uma melhora significativa na vida social.

O teatro é uma dessas atividades que proporcionam um convívio maior entre os idosos, que nesta fase da vida lidam muito com a solidão.

A arte mostra que não é difícil retomar a vida social, oferecendo a oportunidade de despertar criatividade, superar limites, além de concentração, memória, autoconhecimento e trabalho em equipe.

O professor e diretor de teatro do Cristóvão Colombo, Flávio Coelho, trabalha com um grupo de idosos há 18 anos.

Ele afirmou que muitos chegaram tímidos.

“É a força de vontade deles que move o projeto. Muitas vezes, mesmo com a saúde fragilizada, eles se esforçam para vir. É prazeroso trabalhar com eles”, disse.

Atualmente o grupo é formado por quatro alunas, todas acima dos 65 anos.

No final do ano, duas esquetes estão programadas para serem encenadas.

Nanci Andreotti explicou como essa atividade se tornou essencial para a sua vida.

“Melhorou bastante o meu desempenho em grupo”, disse.

Luiza Ferreira da Silva relatou que os encontros são como uma terapia.

“Fazemos novas amizades e nos tornamos uma família. É muito gostoso poder deixar de ser você para interpretar um personagem”.

Já Eloisa Buratto enfatizou o quanto as técnicas desenvolvidas nas aulas são renovadoras para a memória.

“Faz muito bem para a nossa saúde. Comecei bem tímida, aos 50 anos. Com o teatro, consegui vencer essa timidez. É um antídoto para a tristeza”, disse.

Helena Pansiera disse que o teatro ajuda a desenvolver o domínio da voz e a memorização.

“O prazer é muito grande e a nossa autoconfiança fica lá em cima”, afirmou.

CORAL — Já diz o ditado popular que quem canta seus males espanta.

A atividade de canto afasta mesmo tudo o que é ruim e ajuda os idosos no desenvolvimento psicomotor, melhorando o processo de respiração, a postura, o equilíbrio, a agilidade dos reflexos e a coordenação motora, além de permitir uma aproximação maior entre as pessoas, favorecendo o contato social e a amizade.

Segundo Teresinha Zezzi, que participa há alguns anos do grupo de coral do Sesc, o encontro traz muitos benefícios à saúde e ao bem-estar. “É fantástico”, disse.

O casal Sidney e João Carlos Marcolini afirmou que a atividade proporcionou melhoras ao relacionamento.

“Nós estamos nos sentindo muito bem, comecei sozinha, e depois de um tempo consegui trazê-lo comigo, hoje ele até toca pra nós”, relatou Sidney.

De acordo com a regente Ivete Machado, é notável que para eles é um momento prazeroso de resgate das músicas vivenciaram.

“Tem gente que se emociona quando conta para mim o quanto lhe faz bem. Eles vem mesmo por causa desse ambiente gostoso”, afirmou.

“Meu sonho é que os idosos que se sentem sozinhos ou inválidos saibam que não podem parar. A depressão toma conta da autoestima. Por isso, queremos trabalhar a recordação, a memória, a criatividade, mas também mostrar que o tempo deles é hoje”, disse o coordenador do trabalho social com os idosos do Sesc, Adriano Antônio da Costa.

SERVIÇO — Os interessados em saber como participar dos grupos podem entrar em contato com o Sesc pelo telefone 3437-9292 ou no Clube Cristóvão Colombo, pelo telefone (19) 34214.8836.

Fonte: Jornal de Piracicaba 



GENTILEZA GERA GENTILEZA: CONHEÇA 10 DICAS PARA SER UMA PESSOA MELHOR

17 de setembro de 2014 | Por admin

Vivemos num mundo tão cheio de afazeres e obrigações, pessoas que não se olham, não se percebem, que quando ouvimos um “muito obrigada” parece até estranho.

Acontece que gentileza, respeito e educação não deveriam ser exceções e sim algo comum em nossas vidas.

E quem não gosta de ser bem tratado? Com certeza todos se sentem bem sempre que lidam com uma atitude gentil. E o mesmo acontece quando agimos com gentileza, e trazemos isso para nossas vidas.

Por isso, o Universo Jatobá reuniu algumas dicas simples, mas preciosas para ser uma pessoa melhor. Como já dizia o Gentileza: Gentileza gera gentileza.

1 – APRENDA A ESCUTAR

Quando alguma pessoa estiver falando, ouça. Preste atenção no que o outro está dizendo. Muitas vezes é algo muito importante e que você poderá até mesmo usar em sua própria vida.

1 – Aprenda a escutar

2 – COLOQUE-SE NO LUGAR DO PRÓXIMO

Você gosta de ser mal atendido em um estabelecimento ou ser mal recebido em algum lugar? Então por que fazer isso com os outros? Faça o exercício de se colocar no lugar do próximo. Será revelador.

2 – Coloque-se no lugar do próximo

3 – PRATIQUE A ARTE DA PACIÊNCIA

Cada pessoa possui um tempo para pensar e para agir. Espere e mantenha a calma para, assim, absorver informações. Julgamentos e ações precipitadas podem ser prejudiciais para você.

3 – Pratique a arte da paciência

4 – OS OUTROS POSSUEM QUALIDADES

Procure qualidades nas pessoas. Esse exercício vai promover milagres na sua vida. Você não é melhor do que ninguém.

4 – Os outros possuem qualidades

5 – PEÇA DESCULPAS

Pode parecer difícil, mas pedir desculpa é um ato muito importante e que todos deveriam exercer. Reconheça seus erros e cresça como pessoa.

5 – Peça desculpas

6 – RESPEITE

Sempre que alguém tiver uma opinião diferente à sua, ou agir de forma que você não considere correta, respeite. As diferenças existem e entenda: que bom que todo mundo não pensa igual!

6 – Respeite

7 – ANALISE O MOMENTO

Não aja de cabeça quente. Pense com calma e analise o que aconteceu com cuidado. O seu equilíbrio é essencial para solucionar qualquer coisa.

7 – Analise o momento

8 – DEMONSTRE INTERESSE PELO OUTRO

As pessoas são cheias de bons sentimentos e valores interessantes. Interesse-se pelo o que o outro tem a dizer.

8 – Demonstre interesse pelo outro

9 – FAÇA JUSTIÇA

Viu algo errado? Mostre seu ponto de vista. Sempre é mais bonito perder com dignidade do que ganhar “roubando o jogo”.

9 – Faça justiça

10 – SEJA EDUCADO

Obrigada, por favor e com licença. Essas três palavras são fundamentais.

10 – Seja educado

Fonte: Universo Jatobá 



Páginas:«12345»

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara