Mostrando posts da categoria: Organização


Dicas para planejar sua reforma

20 de dezembro de 2018 | Por cemara

1 – Antes de solicitar o financiamento para a compra do material de construção, é preciso ter todo o planejamento dos serviços que serão necessários para a reforma (o Construcard não pode ser usado para pagar mão de obra).

2 – Verifique a convenção do condomínio com relação a obras como também os horários permitidos para obra e locais para colocação dos entulhos.

3 – Se a reforma envolver modulados, considere toda a planta do apartamento para não haver problemas posteriores com espaço ou circulação.

4 – Procure a orientação profissional para elaborar o projeto, calcular e escolher os materiais.

5 – Contrate pedreiros de confiança.

6 – Combine previamente com o pedreiro o transporte vertical do material (subida do material e descida de entulho).

7 – Mude primeiro os cômodos internos e deixe a sala por último.

8 – Evite quebrar paredes ou trocar pisos e azulejos para o barato não sair caro.

9 – Trocar piso é uma obra cara, suja e barulhenta. Considere usar laminados.

10 – Se for uma obra superficial, sugerimos apenas a intervenção com gesso e iluminação. Outra opção é trocar os rodapés pequenos por material reciclado.

11 – Na hora de comprar os materiais de acabamento, compre tudo de uma vez para negociar um desconto maior com a loja.

12 – Não compre móveis por impulso.

FONTE: Extra Globo



100 ideias para decorar sua casa sem gastar muito

21 de março de 2018 | Por cemara

CEMARA_JOB_0333_18_POST_07_03_DICA_DECORACAO

Aproveitando as sugestões do site Casa.com.br, selecionamos uma série de referências criativas para quem quer dar aquela repaginada na decoração de casa, mas sem gastar rios de dinheiro com a ideia.

Confira abaixo, inspire-se e faça você mesmo!

Fonte: https://casaclaudia.abril.com.br/moveis-acessorios/100-ideias-de-decoracao-para-fazer-em-casa-gastando-pouco-dinheiro/

 



Armários abertos

3 de novembro de 2017 | Por cemara

1

Ao mesmo tempo que desejamos uma cozinha planejada, caríssima e cheia de armários…

2

Os arquitetos usam e abusam de soluções charmosas e baratas!

3

Os armários abertos são práticos, pois os utensílios ficam sempre a mão…

4

…mas não podemos pensar como a vovó que usava garfos tortos e pratos desparcerados no dia a dia e guardava sua melhor louça para a visita.
Dica: Tenha apenas um jogo de jantar, bonito e sem frescura, de uma boa marca para que você possa repor peças no caso de quebra (algumas marcas garantem a produção daquela linha por 10 anos).
5
O que está exposto deve ser usado com frequência para não acumular pó.
6
Utensílios que são pouco usados devem ser guardados em cestos ou caixas.
7
Alguns suportes facilitam o manuseio e dão um charme a mais!
8
Inspire-se…
9
E entre nessa onda!
Fonte: http://www.tuorganizas.com/2013/01/armarios-abertos.html


Como arquivar documentos e comprovantes?

21 de maio de 2016 | Por admin

Saiba como deixar seus documentos organizados

Toda casa precisa de um sistema para arquivamento de documentos financeiros e recibos. Não importa o quanto de espaço que tenha, você ainda precisa de um lugar especial para arquivar comprovantes de IR, notas fiscais,comprovantes de pagamento de seguro, escola,consórcio, e outros papéis importantes.

Vamos sempre levar em conta que apenasguardar os documentos não é suficiente. Umaorganização prática e simples, por assunto e data, garante rapidez na solução de equívocoscausados por operadoras de celular,companhias telefônicas e outros serviços.

E para o arquivamento deste material, vocênão precisa de nada muito elaborado:

* Para os que têm espaço em casa (um quarto específico para escritório), um arquivo de metal;

* Para os que não têm muito espaço disponível em casa, pastas sanfonadas podem ser excelentes substitutas.

Não importa onde você fará seu arquivo, leve sempre em conta que você precisa de uma pastapara o ano corrente, com todos os papéis facilmente disponíveis em caso de qualquer imprevisto, e pastas para os anos anteriores, todas separadas pela natureza do documento: por exemplo,pagamento da escola em uma divisória, prestações de carro em outra, pagamento de seguros em outra, e assim sucessivamente, e preferencialmente em ordem alfabética.

Não se esqueça de identificar as pastas, para fácil visualização do conteúdo, para não ter que revirar pastas inteiras ao procurar um documento. A correta organização dos documentos vai lhe poupar de diversos problemas como cobranças repetidas, garantias de produtos que ainda podem poupar custos de assistência técnica e outros inconvenientes do seu dia a dia financeiro.

Fonte: Organize sua vida 



ORGANIZAÇÃO E LIMPEZA DA CASA PARA ALÉRGICOS

14 de novembro de 2014 | Por admin
Rinite

Shutterstock / Syda Productions

A rinite alérgica é um problema bem comum, quem não tem, sem dúvida conhece alguém que tenha. O tratamento varia de acordo com o caso, mas e alguns cuidados ajudam a amenizar diversos sintomas como a obstrução nasal, coriza, lacrimejamento, coceira no nariz, garganta e olhos, falta de ar, entre outros… Confira:

Cuidados em casa

gato no sofá

Anna Hoychuk

  • Não use espanadores de pó de jeito nenhum, eles fazem com que a poeira e pequenas partículas se espalhem no ambiente. Prefira aspiradores com filtro e use um pano úmido para remover o pó dos móveis e do chão.
  • Para aliviar a respiração se sentir o ar muito seco, coloque uma bacia com água ou um umidificador de ar no ambiente.
  • Se quem faz a limpeza é quem sofre com a rinite, utilize máscaras quando for realizar a faxina dos armários, estantes e prateleiras.
  • Deixe os ambientes arejados e expostos ao sol durante algum tempo. Ambientes fechados prejudicam a saúde, deixe o ar circular.
  • Escolha um estilo de decoração em que possa dispensar o uso de cortinas difíceis de lavar ou com muito tecido, carpetes, tapetes, almofadas ou de outros objetos que possam acumular poeira e ácaro. Cortinas do tipo persiana ou de material que possa ser limpo com pano úmido são mais adequadas.
  • Dê preferência aos pisos laváveis, como cerâmica, vinil e madeira, evitando tacos e carpetes.
  • Lave as roupas de cama pelo menos uma vez por semana e as que estiverem guardadas há algum tempo antes de usá-las.
  • Evite o contato dos animais de estimação com os estofados e camas, de preferência crie um espaço especial para eles.
  • Colchões e travesseiros podem ser envolvidos em capas impermeáveis aos ácaros, que podem ser encontradas em lojas de casa ou de camas.
  • Prefira os colchões e travesseiros de espuma, fibra ou látex. Penas e plumas são inimigos de quem sofre com a rinite.
  • Troque os travesseiros a cada dois anos, pois eles contem microclimas que favorecem a proliferação dos ácaros.
  • No quarto devem ser evitados bichos de pelúcia, se possível deixe em um canto separado do de dormir, e faça a manutenção de limpeza de maneira adequada.
  • Utilizar anti-mofo nos armários e locais mais fechados são essenciais para combater umidade no quarto.
  • Evite os produtos de limpeza com odor forte, inseticidas, perfumes e desodorantes em forma de spray ou talco.
  • Procure não fumar ou deixar que fumem dentro de casa, a fumaça faz mal não somente para a rinite.
  • Fique atento a filtros de ar condicionado de casa ou carro, pois esses devem ser trocados periodicamente.
  • Tenha sempre uma garrafinha ou copo de água ao seu alcance (perto da cama), e tome bastante, principalmente se você passa horas no ar condicionado.

 

*Fontes: Dr. Paulo Saraceni Neto – membro da Diretoria Executiva 2014 da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, Dr. Luiz Werber Bandeira – alergista, Renata Federighi – consultora de sono da Duoflex, Renato Ticoulat – diretor de novos negócios da Jan-Pro.

Fonte: BBEL  



6 DICAS PARA APROVEITAR A MODA DE MANEIRA CONSCIENTE

24 de outubro de 2014 | Por admin

Ficar sempre na moda é a vontade de grande parte das pessoas. E não é preciso ir muito longe para evidenciar esse fato. Dê uma olhadinha no seu guarda-roupa e leve em conta as últimas tendências. Certamente você terá algum item desses.

Porém, é sempre importante se lembrar de que nem toda a moda valoriza o nosso corpo e algumas passam tão rápido que é perda de tempo fazer parte.

A fim de que você não entre em nenhuma furada, o Universo Jatobá reuniu seis dicas para você, de forma consciente, ficar na moda

1 – ANALISE SEU GUARDA-ROUPA

É importante conhecer bem o seu guarda-roupa. Só assim você vai saber todas as possíveis combinações e ter noção de tudo o que você realmente tem. Anualmente, separe as peças que você usa menos e veja o que você pode modificar, trocar ou doar.

1 – Analise seu guarda-roupa

2 – SAIBA O HISTÓRICO DA MARCA

Isso é o mais importante de tudo! Pesquise se a marca de roupa que você tanto gosta já foi acusada de trabalho escravo ou teve outros problemas com a justiça. As peças dessas marcas podem até ser bonitas, mas não valem o preço de uma vida. Pense nisso!

2 – Saiba o histórico da marca

3 – A PRODUÇÃO DAS MARCAS

Saiba a procedência das roupas que você compra. Vale saber, por exemplo, se a marca em questão possui uma produção sustentável. Ter esse tipo de informação garante roupas inovadoras e realmente de qualidade.

3 – A produção das marcas

4 – NÃO COMPRE NADA POR IMPULSO

Você é dessas que leem a palavra “liquidação” e já saem comprando tudo? Controle-se! Dessa maneira, o seu guarda-roupa ficará cheio d peças que raramente – ou nunca – serão usadas. Compre roupas quando for necessário ou para alguma ocasião especial.

4 – Não compre nada por impulso

5 – GRUPOS DE VENDA OU TROCA

Faça, com suas amigas, um grupo de troca ou venda de roupas. Outra ótima ideia é montar ou frequentar bazares. Você vai conseguir fazer diversos novos looks, looks vintages e até mesmo perceber que, na verdade, algumas das roupas do seu guarda-roupa estão super em alta! Aliás, essa é a melhor forma de garimpar coisas boas por preços mais em conta.

5 – Grupos de venda ou troca

6 – NÃO SE DESFAÇA DAS ROUPAS POR QUALQUER MOTIVO

Antes de se desfazer de qualquer peça, veja se ela pode ser renovada ou modificada. Muitas vezes é possível fazer com que ela seja adequada à moda atual. Tenha sempre uma costureira de confiança ou saiba costurar. Isso será ótimo para o seu guarda-roupa.

6 – Não se desfaça das roupas por qualquer motivo

Fonte: Universo Jatobá 



SAIBA COMO LIMPAR PEÇAS DE AÇO INOX

6 de outubro de 2014 | Por admin

O aço inox está presente em diversos utensílios de cozinha. Ele é um material resistente, bonito e fácil de ser conservado. Mas para que suas peças de aço inox permaneçam em bom estado por mais tempo, é preciso saber como limpar esse material.

Confira algumas dicas você manter suas panelas, talheres e seu fogão brilhando por mais tempo! O inox é um material fácil de ser limpo, você só precisa usar sabão e detergente neutro.

Para remover manchas de queimado, você pode fazer uma pasta usando bicarbonato de sódio e álcool para aplicar no local que deseja limpar. Depois, esfregue o aço inox com o auxílio de uma esponja macia ou um pano limpo. Outra opção, é usar uma escova de cerdas macias. O segredo é não esfregar em movimento circulares. Prefira esfregar no sentido do polimento da peça. Depois é só enxaguar com bastante água e secar com um pano.

universo-jatoba-inox2

Mas se a mancha já estiver há muito tempo na peça, o ideal é fazer uma mistura com detergente em água morna ou quente e mergulhar o utensílio nessa mistura. Em seguida repita o mesmo procedimento de esfregar o aço inox com uma esponja macia ou pano limpo. E no final, enxágue e seque a peça. Se essa receita não retirar completamente a mancha, você pode utilizar um removedor à base de soda cáustica.

Se você tiver uma panela de aço inox que está suja com gordura ou óleo, comece tirando o excesso com uma folha de papel toalha. Depois faça uma mistura com detergente e água morna e mergulhe a peça nessa solução. Depois é só enxaguar e secar a panela.

Ao comprar uma nova peça de aço inox, tome cuidado ao retirar algum rótulo ou etiqueta. Nunca raspe a superfície do aço com lâminas ou espátulas, pois elas podem machucar o aço inox.

universo-jatoba-inox3

Outra dica para manter suas peças de aço inox sempre novinhas, é não guardá-las perto de objetos como esponjas de aço, principalmente se ela estiver molhada.

Você tem alguma técnica para cuidar dos objetos de aço inox? Mande a sua mensagem para o Universo Jatobá!

Fotos: Thinkstock

Fonte: Universo Jatobá 



COMO GUARDAR EDREDOM E COBERTA APÓS O INVERNO

30 de setembro de 2014 | Por admin
Cobertas e edredons

Com o fim do inverno, os dias ficam mais quentes e as noites mais abafadas. Depois de passar alguns meses, literalmente embaixo das cobertas é hora de guardar as roupas de cama mais pesadas, como edredons e cobertas. Porém, não é simplesmente dobrar e guardar no armário. Essas peças precisam de um cuidado, para evitar mofo, mau cheiro e até prevenir problemas de saúde.

Dicas práticas para conservar cobertas e edredons enquanto estiverem fora de uso

Edredom dobrado

Shutterstock / K. Miri Photography

– Primeiramente devemos ter alguns cuidados com o armário onde cobertas e edredons serão armazenados. Não adianta manter tudo super bem guardado, se o móvel tiver mofo ou umidade. Então, é bacana colocar um antimofo, daqueles encontrados facilmente em supermercados dentro do armário, seguindo as instruções do produto.

– Uma solução caseira para a umidade é colocar 5 bastões de giz em pequenos sachês de tule e espalha-los pelo armário.

– Lave bem as roupas de cama antes de guardar.Armazená-las limpas e secas evita que as peças mofem ou fiquem úmidas.

– Dê preferência para os sacos a vácuo. Se não tiver, utilize sacos em TNT, não utilize os sacos plásticos comuns.

– Colocar os edredons e cobertas no sol mensalmente faz bem, inibe mau cheiro, fungos, mofo e ajuda a combater os ácaros.

– Antes de voltar a utilizar cobertores e edredons, lave e seque. Para que esse processo seja realizado de forma eficaz, retire as peças do guarda roupa com antecedência, lave e deixe secar por completo. Isso evitará mau cheiro e proliferação de ácaros.

*Dicas dos especialistas: Cynthia Mafra, professora do curso de medicina da Universidade Anhembi Morumbi, Vera Corradi, Personal Organizer e Eduardo L´Hotellier, diretor do GetNinja.

Fonte: BBEL 



12 erros na hora de ganhar espaço

26 de setembro de 2014 | Por admin

Saiba quais soluções trazem a indesejada sensação de “aperto” aos ambientes e fuja delas

Muitas vezes, ao tentar deixar a casa mais bonita e com a nossa cara, acabamos cometendo alguns pecados em relação ao espaço. Móveis muito grandes, tecidos pesados e falta de planejamento do todo são apenas alguns dos itens que podem comprometer a circulação e dar a sensação de que a casa é menor do que parece. Confira outros erros comuns na hora de decorar a casa e fique atenta.

1- Overdose de móveis
Encher a casa de móveis e itens decorativos atrapalha a circulação, polui o ambiente e interfere principalmente nos espaços pequenos.

2- Peças fora de proporção
Tapetes, sofás e mesas não podem ser comprados aleatoriamente. Peças desproporcionais ao tamanho do ambiente podem tomar muito espaço e dar a sensação de que a casa encolheu.

3- Pouca luminosidade
A regra de moda que diz que o preto emagrece, também vale para a casa. Mas, nesse caso, vale para a falta de luz em geral. Ambientes escuros tendem a parecer menores e mais abafados. Não investir em recursos como luzes embutidas e indiretas pode afetar a ideia de espaço maior.

4- Cores escuras
O princípio aqui é o mesmo da luz, quanto maior luminosidade você traz para dentro de casa, maior será sua sensação de espaço livre. Aposte em cores claras nas paredes, nos pisos e nos móveis. Para dar um toque de modernidade e vivacidade aposte em de talhes coloridos (almofadas, abajures, pufes) ou escolha uma parede para pintar com cores quentes (como vermelho, amarelo e laranja).

5- Ambientes fechados
Divisórias altas, como biombos, estantes e paredes tendem a fragmentar a casa e criar cantos inúteis. Integrar os espaços tende a ajudar na circulação e na funcionalidade da casa.

6- Falta de planejamento
Pensar na casa como um todo, projetando a melhor utilização de casa espaço – inclusive com a criação de nichos – ajuda a não desperdiçar nenhum centímetro útil do imóvel.

7- Não investir em móveis planejados
Feitos na medida certa para ocupar todo e qualquer espaço útil que você tiver, os móveis feitos sob medida ainda podem trazer soluções inteligentes para ajudar na organização do dia a dia, como gavetas debaixo da cama e armários embutidos.

8- Abrir mão de peças e ambiente multifuncionais
Móveis dois em um e ambientes com dupla função são essenciais para ganhar espaço em apartamentos pequenos, mas cheios de vida. Poder contar como um sofá-cama, armários com televisão embutida e mesas extensíveis é um alívio quando se recebe visitas, por exemplo, sem comprometer seu espaço no dia a dia.

9- Abusar dos espelhos
O truque dos reflexos ajuda muito na hora de transmitir a sensação de amplitude – principalmente quando os espelhos são colocados em locais como sala de jantar ou porta do lavabo – mas usá-lo cuidado para não exagerar ou posicioná-los de forma a gerar uma visão de fundo infinito. Isso pode confundir a visão e tornar o ambiente pouco aconchegante.

10- Não apostar em portas corrediças
Em ambientes reduzidos, as portas tradicionais acabam ocupando espaço precioso. Trocá-las, na medida do possível, pelo modelo de correr é oportunidade de ganhar alguns centímetros de circulação entre os móveis.

11- Exagerar na decoração
Quanto menor o espaço disponível, mais minimalista deverá ser a decoração. Espaços pequenos com muitos móveis e enfeites, além de cortinas pesadas dão a sensação de estarem atulhados, como se fossem a caverna do Ali-Ba-Bá.

12- Ter diferentes pisos
Usar materiais diferentes ao longo dos espaços da casa quebra a sensação de continuidade e, consequentemente, de amplitude.

Fonte: Delas IG

 



IDEIAS PARA ORGANIZAR GRAVATAS

22 de setembro de 2014 | Por admin
Gravatas

Shutterstock / Polryaz

Assim como as roupas, as gravatas precisam de atenção. Por serem peças de tecido delicado é importante mantê-las muito bem guardadas. A organização depende de alguns fatores, como o espaço disponível e o gosto da pessoa. Mas, considerando a maneira mais harmoniosa, a organização é feita da seguinte forma:

  • Gravatas lisas

Todas as gravatas lisas devem ser guardadas juntas começando pelos tons mais escuros até chegar aos tons mais claros.

  • Gravatas listradas

Devem ser guardadas divididas por largura das listras, das mais largas para as mais finas, sempre levando em conta os tons: mais escuros para os mais claros.

  • Gravatas estampadas

Guardar das estampas maiores até as menores, sempre levando em conta os tons, dos mais escuros para os mais claros.

 Gravatas

Shutterstock / Fedor Selivanov

Na hora de guardar as gravatas, temos que levar em consideração o espaço existente e quanto cada pessoa pode gastar. A maneira mais adequada é deixá-las penduradas, pois, deste modo, elas ficam esticadas e não amassam. Mas algumas pessoas já utilizam móveis com nichos ou com um espaço para deixá-las dobradas em rolinhos. Uma solução prática e barata são os porta-gravatas vendidos no comércio popular.

Confira alguns modelos:

Gravatas

Divulgação / Boa dica / uatt / Arthi / Secalux

Alguns modelos de porta-gravatas são melhores para pendurar dentro do guarda-roupa.

Gravata

Shutterstock / Africa Studio

Enrole as gravatas levemente e coloque-as em um local com divisórias.

 Gravata

Divulgação

O cabide elétrico, quando acionado, permite que você veja com clareza todas as gravatas sem precisar tirá-las do guarda-roupa.

Gravata

Divulgação / Leather Good

Este é um ótimo modelo para quem vai viajar.

Fonte: BBEL



COMO ORGANIZAR DOCUMENTOS, CONTAS E COMPROVANTES

8 de setembro de 2014 | Por admin
Arquivo de pasta

Shutterstock / Elena Elisseeva

Na época da eleição, é aquela correria para lembrar onde está o título de eleitor? Chegaram duas cobranças de conta de luz porque não consta o pagamento no sistema? É sempre uma loucura quando precisamos de algum documento ou comprovante de pagamento e não achamos, não é mesmo? Então, se você quer evitar essa confusão, veja como organizar documentos, extratos, comprovantes de pagamentos e contas.

Pasta para documentos

Bruna Guarany

– Providencie um arquivo de pastas suspensas ou um follow-up;

– Separe as contas por categoria: carro, imóvel, contas de consumo, IRRF, etc;

– As contas e documentos devem ser separados por tipo, mês e ano. No fim do ano, coloque todos os comprovantes na pasta de cada assunto. Ex: Multas, IPVA, DPVAT, etc, coloque tudo que aconteceu com o carro durante o ano em apenas uma pasta renomeada “Carro 2014”.

No final do ano, alguns prestadores de serviços de consumo (água, luz, internet) dão a opção de você solicitar um recibo dizendo que todos os pagamentos daquele ano foram efetuados. Tendo este comprovante anual não há necessidade de guardar os mensais.

Documentos pessoais

Carteira de trabalho, CPF, RG, título de eleitor, escrituras, passaportes, apólices de seguro, certidões de nascimento, casamento e óbito, certificado de reservista e cartões do INSS devem ser guardados em uma pasta separada apenas para documentos pessoais.

Mensalidades escolares

Guarde o comprovante até o término do curso ou após receber o certificado de conclusão. Mas, se você estiver em negociação de pagamento, deve-se guardar até o final de todos os pagamentos.

Extratos bancários

– Guarde o comprovante de depósito bancário até comprovação do crédito em conta.

– Guarde o comprovante de compra à vista até a comprovação do débito tenha ocorrido. Muitas vezes não prestamos atenção e o valor debitado é outro. Por isso, é sempre bom checar a conta.

– Guarde o extrato bancário por cinco anos. Lembre-se: hoje temos a opção digital que pode ser baixada mês a mês pela internet e guardada em uma pasta digital.

– Guarde a fatura de cartão de crédito por três anos se houver parcelamento, mas se não houver, guarde apenas por um ano.

Pasta digital

Computador

Shutterstock / Vladru

Hoje, temos a internet a nosso favor e muitos comprovantes podem ser guardados digitalmente. É só organizá-los em pastas na área de trabalho do seu computador. Isso serve muito bem para extratos bancários e de cartão de crédito.

 Dica esperta

Como o seguro morreu de velho, o melhor é guardar os comprovantes por cinco anos. Dê mais atenção ao convênio médico, consórcio e documentos de profissionais liberais.

Fonte: BBEL 



10 DICAS PARA ORGANIZAR O HOME OFFICE

2 de setembro de 2014 | Por admin
Mesa de trabalho

Shutterstock / Naphat Rojanarangsiman

Ter um cantinho para trabalhar em casa é a solução para muita gente, mas por causa da utilização diária é comum que o local fique um pouco bagunçado. Mas para que a bagunça não atrapalhe a sua rotina, confira 10 dicas e soluções práticas para manter o cantinho sempre em ordem.

10 dicas e soluções para organizar o home office

Arquivo de trabalho

Shutterstock / DenisNata

    1. O primeiro passo é fazer do ambiente de trabalho, um local agradável de estar, afinal é onde passará muitas horas do seu dia. Escolha um local calmo, claro e arejado para montar seu home office.
    2. Não deixe papéis jogados, utilize sempre organizadores e caixas para arquivar documentos. Tenha um local separado para contas a pagar e outro para contas pagas, e guarde os documentos pessoais em caixas separadas dos de trabalho, isso evita confusão e faz não perder tempo na hora de procurar um documento.
    3. Utilize porta-revistas para organizar livros e material de consulta, centralizando ou categorizando as informações. Isso evitará que o material fique espalhado pelo ambiente ou escondido sob a pilha na mesa.
    4. Mantenha computador, impressora e telefone, até materiais de escritório como canetas e grampeadores separados de forma organizada, esempre deixando próximo o que mais utiliza, assim evitará o hábito de deixar para mais tarde o que pode ser feito na hora.
    5. Um quadro magnético ou um mural que fique sempre em vista facilita a rotina com listas de pendências, por exemplo, além de decorar o local.
    6. Verifique sempre o estoque de tintas de impressora, papéis, canetas e tudo mais. Desta forma você evita surpresas desagradáveis.
    7. Defina o mobiliário que mais se adequa ao seu ambiente e ao estilo de trabalho, como nichos prateleiras ou gavetas e neles setorize e categorize documentos, arquivos, materiais de consulta, etc… A etiqueta é muito bem vinda para identificar onde está cada coisa.
    8. Evite deixar copos, xícaras e papéis espalhados. Tenha o hábito de guardar tudo logo após o uso, desta forma nada ficará acumulado na mesa.
    9. Verifique e-mails e agenda pelo menos uma vez ao dia. É importante estabelecer uma rotina de acordo com a sua atividade e necessidades.
    10. Pare 10 minutos antes do fim do expediente para colocar tudo no lugar, guardar documentos e demais objetos. Consulte a agenda do dia seguinte, faça os ajustes necessários, e dessa forma, o outro dia começará melhor.

Fonte: BBEL



Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara