Mostrando posts da categoria: Notícias sobre Loteamentos


Dicas para remover manchas de gordura em roupas

17 de outubro de 2012 | Por admin

Por Samanta Dias

Você pode achar que não, mas para os especialistas em cuidados com as roupas, as manchas de gordura são um tipo de sujeira fácil de remover das peças, independente do tecido de que são feitas. O principal agravante, de acordo com Lucimeire Godoi, da Casa Bombril, é o tempo que a mancha ficou no tecido sem receber nenhum cuidado.

O que fazer quando a mancha acontece

Por isso, o primeiro passo para remover as manchas de gordura em roupas é agir assim que a mancha acontece. Mas isso não significa que você precisa parar imediatamente o que estiver fazendo e lavar a peça. Ricardo Monteiro, gerente operacional da Quality Lavanderia, ensina que quando a gordura da carne ou óleo da panela respingar na roupa, basta colocar diretamente sobre a mancha um pouco de talco, farinha trigo ou amido de milho. Ele explica que essas substâncias são capazes de absorver a gordura das fibras do tecido, deixando apenas uma pequena quantidade de óleo para ser retirada posteriormente durante a lavagem.

Lucimeire Godoi acrescenta que é comum as churrascarias manterem uma dessas substâncias, ou ainda água com limão, sempre a mão para socorrer algum cliente que acabou manchando a roupa durante a refeição. Se você aplicar uma dessas opções sobre a mancha na hora que ela ocorrer, depois é só colocar a roupa na lavadora e proceder com a lavagem de sempre que a nódoa será removida. Outra opção é lavar a peça na mão com sabão alcalino, como são os líquidos ou em pó disponíveis no mercado. (mais…)



Como e quando começar a ensinar educação financeira para seus filhos

16 de outubro de 2012 | Por admin

A mesada deve ser administrada de diferentes formas de acordo com a idade dos filhos

Por Juliana Américo Lourenço da Silva

SÃO PAULO – Muitos pais sentem dificuldades de iniciar a educação financeira de seus filhos, seja por não saber qual é a melhor maneira de abordar o assunto ou quando é a hora certa de começar a conversar sobre dinheiro. Mas, para a surpresa dos pais, as crianças aprendem desde muito novas a associarem dinheiro com compras.

Para a educadora financeira e criadora do Programa Educação Financeira, Cássia D’Aquino, quem determina a hora de começar a falar sobre dinheiro é a própria criança. “Em torno dos dois anos e meio a criança já se dá conta de que o dinheiro existe, de que ele dá acesso às coisas e de que os pais possuem esse dinheiro”, afirma Cássia. Por isso, quando os filhos começarem a pedir para comprar produtos, já é hora de incluí-los no planejamento da economia familiar.

Mesada

Uma das formas mais conhecidas pelos pais de introduzir o tema dinheiro na vida dos filhos é oferecendo mesada para eles. No entanto, Cássia acredita que esta é a maneira mais “chata” de ensinar sobre finanças. “Os pais precisam ter consciência de que é preciso dar a mesada no dia certo, trocar o dinheiro em notas de menor valor, para que a criança possa utilizar, saber punir a criança e entender que não basta dar o dinheiro para o filho, é preciso também conversar sobre os gastos”, explica. (mais…)



A importância do incentivo à leitura

12 de outubro de 2012 | Por admin

Televisão, DVD, computador, internet e jogos eletrônicos. Esses têm sido os passatempos preferidos da garotada nos dias de hoje. Não é à toa que hoje temos jovens que escrevem mal, encontram dificuldades em redação e interpretação de texto e possuem pouco senso crítico diante das informações que recebem. A raiz do problema pode ter várias ramificações, mas uma delas, a mais importante, é a falta do hábito da leitura. Nas páginas de um livro, a criança descobre muito mais do que um mundo de imaginação. Se cultivada desde a mais tenra idade, a leitura pode ser uma excelente maneira de trabalhar vocabulário, imaginação, criatividade, escrita e sensibilidade. Ou seja: mais do que um prazer, ela também é fonte de aprendizado e conhecimento.

Descoberta

É nos primeiros anos de vida que se deve incentivar a paixão pelos livros. Crianças pequenas adoram ouvir histórias, ainda mais se elas forem contadas de forma animada e divertida. Até o segundo ano de vida, os livros devem ser ricamente ilustrados, de preferência com gravuras que façam parte do universo infantil. Num livro infantil, a ilustração é muito importante. Ela é o primeiro convite para o livro. Por meio dela, as crianças começam a aprender algumas palavras, a associar as figuras a determinados objetos.

Nesta fase da vida, os pais devem se encarregar de contar as histórias e também de apresentar os livros às crianças, ajudando-as a manuseá-los e mostrando a elas as ilustrações. Na hora de contar a história, vale usar entonações diferentes de voz, fazer com que a criança participe da história e, se necessário, usar bonecos para prender a atenção. Quando os pais lêem para os filhos, estabelecem um vínculo afetivo importante, que vai ajudar no desenvolvimento emocional da criança.

Dos dois anos até a idade de alfabetização, a criança ainda não tem muita concentração. Por isso, os livros indicados para essa faixa etária possuem histórias curtas. O gênero predileto é o conto de fadas, que trabalha bastante a imaginação infantil, de modo que as crianças se envolvem diretamente com a história. Tanto que não é incomum que elas peçam aos pais que leiam várias vezes a mesma historinha, de tanto que se identificam com as personagens. Outra característica interessante dos livros voltados a essa faixa etária aparece naqueles dirigidos a crianças que estão passando pela alfabetização: o texto tem frases breves e fonemas fáceis para o entendimento das crianças, o que as incentiva a começar a ler sozinhas. (mais…)



Dia das Crianças e o dilema de dar ou não dar presentes

11 de outubro de 2012 | Por admin

O dia não precisa significar apenas presentes e passeios

POR ANA MARIA MADEIRA

Nós crescemos e podemos até deixar de comemorar o Dia das Crianças, mas as lembranças desse dia especialmente dedicado aos pequenos pode durar por toda a vida, servindo como um estreitar de laços entre a família. Para os pais, podem surgir muitas dúvidas quanto à comemoração, cobrança de presentes, falta de tempo para fazer uma programação elaborada (além de filas em cinemas e parques) e até sobre o que liberar no cardápio do dia. “Sem dúvida, o melhor presente é estar presente. O interesse exagerado da criança por presentes pode advir de uma carência de atenção e do apelo excessivo da propaganda”, de acordo com a psicóloga Márcia Chicareli Costa. Mas como lidar na prática com esses dilemas?

Presentear ou não?

Toda criança gosta de brincar, mas o desejo exagerado por brinquedos também reflete o apelo para a data, que está em todas as lojas infantis das ruas e dos shoppings da cidade. “Muitos pais se vêem na obrigação de presentear pelo fato de quererem suprir uma falta de atenção e tempo para os filhos”, diz Márcia. Dessa forma, independentemente de você dar o brinquedo dos sonhos ao seu filho, é fundamental brincar e conversar com ele, especialmente nesse dia.

A escolha do presente pode ser dada pela criança, o que estimula nela uma responsabilidade – se ela enjoar do brinquedo rapidamente, saberá que foi uma decisão própria. “O pai deve ouvir o pedido do filho, mas muitos não o fazem e insistem em dar aquilo o que acham melhor, pois necessitam suprir desejos que depositaram nele”, explica a psicóloga.

No entanto, vale a ponderação: se o presente pedido não for adequado por algum motivo, o pai pode oferecer outras opções e até dizer que não será possível. “É importante que a criança ouça o ‘não’ diante das impossibilidades, para que vá aprendendo. A criança que hoje quer um grande brinquedo pode querer no futuro um grande emprego, que ela pode não conseguir. Os pais não podem prepará-la para não saber como lidar com frustrações”, diz Márcia. (mais…)



Jovens e casais sem filhos investem mais em imóveis

9 de outubro de 2012 | Por admin

Fonte: Uol

Antes da chegada dos filhos, a prioridade do casal Marcos Mediano, 31, e Tatiana Rehder, 29, foi adquirir um apartamento no Rio. Compraram na planta, usaram o FGTS e pagam as prestações.

Esse roteiro é seguido por muitos casais sem filhos e famílias chefiadas por jovens na faixa de 30 a 39 anos. São, segundo o IBGE, os grupos que mais investem no patrimônio com imóveis (aquisição, reforma e terrenos) –7,3% do orçamento e 7,4%, respectivamente, mais do que a média nacional de 5,8%.

Os dados integram levantamento da Folha com base na última POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares) do IBGE, de 2008 e 2009.

Com acesso maior à educação e vivendo em famílias menores, esses grupos têm melhores condições de planejar o futuro, segundo analistas.

“É também uma geração que cresceu num ambiente de estabilidade econômica, no qual é mais fácil se programar e investir”, diz Gilberto Braga, professor do Ibmec, sobre os mais jovens.

Na pesquisa, embora aplicassem mais em imóveis, o grupo entre 30 e 39 anos e o de casais sem filhos não dispunham dos maiores orçamentos, que pertenciam às pessoas entre 50 e 59 anos e aos casais com filhos.

Para Cecília Machado, economista da FGV, é natural que os mais novos invistam mais.

A alocação de recursos para ampliar o patrimônio declinava gradualmente conforme avança o grupo etário. (mais…)



6 dicas para morar no interior e trabalhar na cidade grande

8 de outubro de 2012 | Por admin

Saiba como fazer para morar longe do trabalho, uma opção cada vez mais comum entre os profissionais

Nataly Pugliesi, da Você S/A

São Paulo – Morar longe, bem longe, do trabalho é uma experiência cada vez mais comum. São pessoas que mantêm empregos na capital, mas têm seus lares na praia, no interior ou até num condomínio afastado na região metropolitana.

Esse movimento agita as estradas do país. segundo a Assofresp, associação de empresas de ônibus fretados de São Paulo, das 30 000 pessoas que utilizam esse meio de transporte no estado, 20 000 fazem trajetos intermunicipais.

O que move as pessoas é a qualidade de vida, que o estresse da cidade grande corrói. Se você já vive nessa rotina ou tem o sonho de comprar aquele terreno bucólico, aqui seguem dicas para gerenciar a vida nas estradas.

1. Carro x fretado x público

Para quem já testou, pegar estrada todos os dias dirigindo o próprio carro é complicado, apesar de, algumas vezes, ser mais rápido. Primeiro, porque pode sair 70% mais caro, contando combustível, pedágio e manutenção do veículo.

Segundo, é cansativo. O transporte público é uma opção, mas nem sempre atende a todos. O mais viável pode ser o ônibus fretado — transporte utilizado por 60% dos executivos que viajam todos os dias para o trabalho —, pelo qual se paga uma mensalidade. Sai mais caro do que o público, mas o conforto compensa. (mais…)



Ter amigos alivia a ansiedade e o estresse

3 de outubro de 2012 | Por admin

Conviver com gente de quem você gosta traz benefícios incríveis para sua saúde e deixa a vida muito mais divertida

Reportagem: Luciana Bugni / Edição: MdeMulher

Conteúdo do site ANAMARIA


Aquele sentimento bom que as amizades verdadeiras proporcionam pode fazer muito bem à saúde. Mesmo que tenham problemas e opiniões diferentes, amigas de verdade encaram tudo com humor e contam com o mais importante: o apoio uma da outra. “Amizade é uma relação tão profunda que mexe positivamente com o corpo e até o espírito”, diz o pesquisador Ricardo Monezi.

Veja como essa relação pode fazer bem a você:

– Quanto mais amigos você tem, menos solidão sente, por isso tem menos chance de desenvolver ansiedade e depressão.

– Sabia que ter bons amigos tem influência em sua espiritualidade? Quando uma pessoa está mal, seja por luto, separação de alguém ou dificuldade, a ajuda de pessoas queridas pode dar um novo sentido às experiências da vida. Mesmo que a fé esteja abalada, a pessoa que se sente amada volta a acreditar em forças superiores e até em si mesma. (mais…)



5 gastos que valem a pena serem negociados

1 de outubro de 2012 | Por admin

Algumas despesas que parecem ter um preço padrão, podem custar mais barato, basta pechinchar

Por Fabiana Pimentel

SÃO PAULO – Negociar pode ajudar as despesas a ficarem mais baratas e o orçamento a ter mais equilíbrio.

Em quase todas as ocasiões, o consumidor pode tentar negociar o valor final de suas contas. Um pagamento à vista, por exemplo, pode ser o caminho para deixar muitas despesas mais baratas. Por isso, o site Learn Vest separou algumas dicas de despesas que podem ser negociadas, veja:

1. Contas de telefone, celular e TV a cabo

Pode parecer impossível negociar esse tipo de tarifa, mas toda vem que o contrato da prestação do serviço estiver vencendo, a prestadora do serviço fará de tudo para manter o cliente. Primeiramente, faça uma pesquisa detalhada sobre as tarifas cobradas por outras empresas, e também o que é oferecido ao novo cliente e parta para a briga de preços. (mais…)



Vai atrasar uma conta? Saiba quanto você paga por isso

28 de setembro de 2012 | Por admin

Diretora do Procon orienta a sempre pagar as faturas do cartão de crédito, pois são os juros mais altos

Por Juliana Américo Lourenço da Silva

SÃO PAULO – Muitas pessoas decidem atrasar o pagamento de alguma conta, seja por estar endividada, ou até mesmo por conta de greve nos Correios ou bancos. No entanto, até as contas mais básicas podem causar transtornos com encargos de juros e multa.

Para a diretora de estudos e pesquisas da Fundação Procon-SP, Valéria Garcia, o ideal é de que o consumidor não atrase os pagamentos, pois terá que pagar juros e encargos, mas caso a pessoa precise, a orientação é de que analise quais contas têm a menor multa.

Confira abaixo algumas contas do cotidiando do consumidor, seus respectivos encargos e op que pode acontecer em caso de atraso no pagamento: (mais…)



Mente sadia, corpo sadio

27 de setembro de 2012 | Por admin

Saiba por que nosso bem-estar físico está tão ligado ao emocional


Não basta ter uma alimentação balanceada, se exercitar e fazer todos os exames de rotina pedidos pelo médico. Tudo isso é importante, sim, para garantir qualidade de vida, mas, se as emoções não estiverem em ordem, o esforço pode ir por água abaixo. “O ser humano é integral. Corpo e mente formam uma unidade.

Não dá para separar o físico do emocional. Basta prestar atenção aos sinais que o corpo dá quando temos medo, por exemplo”, explica Rubens Volich, psicanalista especialista em psicossomática, ciência que estuda a relação entre mente e saúde.

Acontece assim: determinadas pessoas não têm estrutura emocional para lidar com situações de estresse ou ansiedade em excesso e transferem para o corpo o problema. Resultado? Gastrite, palpitações e dores de cabeça, só para citar alguns dos sintomas mais comuns. Para não chegar a esse ponto, devemos encontrar maneiras de extravasar a pressão do dia a dia. Muitas vezes, no entanto, é preciso procurar decifrar, com a ajuda de um terapeuta, por que não lidamos bem com situações extremas. (mais…)



6 conselhos para quem quer contratar um financiamento imobiliário

26 de setembro de 2012 | Por admin

Economista compartilha algumas dicas valiosas que a família deve levar em consideração antes de contratar o empréstimo

Por Heraldo José Marqueti Soares

SÃO PAULO – A casa própria tornou-se um sonho mais próximo para milhões de brasileiros, graças a alguns facilitadores como o programa Minha Casa Minha Vida. Mesmo assim o déficit habitacional continua alto para as famílias brasileiras, levando-as a correr em busca de financiamentos.

Pensando em ajudar quem quer realizar o sonho da casa própria e precisa de crédito para isso, o economista e educador financeiro Reinaldo Domingos compartilha algumas dicas valiosas que a família deve levar em consideração antes de contratar o empréstimo.

Confira:

Antes de começar um financiamento:

– Reúna a família e converse sobre este tema, definindo o valor e as reais condições em que a família se encontra.

– O melhor caminho para adquirir é poupar parte do dinheiro que se ganha, faça uma simulação em qualquer banco de quanto custaria a prestação deste imóvel e comece a guardar em um investimento conservador como poupança, CDB ou tesouro direto.

– Analise o valor do aluguel que está pagando e se for o mesmo valor da prestação de um financiamento, poderá ser uma boa opção financiar o imóvel. (mais…)



Fique de olho: novo símbolo em embalagens de pilhas e baterias indica descarte correto

24 de setembro de 2012 | Por admin

Ação é parte de normas instituídas pelo Ibama para descarte, transporte, reciclagem e acondicionamento desses produtos no Brasil


A partir de agora, as pilhas, baterias e produtos que as contenham passarão a apresentar em suas embalagens ou manuais um novo símbolo indicando que o material não pode ser jogado no lixo comum após o uso. Além disso, o texto indicando o descarte correto dos materiais – antes de caráter apenas sugestivo – passará a ser mais incisivo. Por exemplo, se antes os consumidores encontravam nas embalagens a inscrição “Após o uso, as pilhas e/ou baterias poderão ser entregues ao estabelecimento comercial ou rede de assistência técnica autorizada”, agora irão ler “Após o uso, as pilhas e/ou baterias deverão ser entregues ao estabelecimento comercial ou rede de assistência técnica autorizada”. (mais…)



Como decorar espaços pequenos

20 de setembro de 2012 | Por admin

Como decorar um espaço pequeno

Por PAULA FACIROLI


Que tal decorar com criatividade seu espaço pequeno ou apartamento, sem comprometer o estilo ou a funcionalidade dos seus quarto, sala, cozinha? A designer de ambientes Vanessa Herminio dá dicas para você otimizar estes espaços. Confira!

Abuse dos espelhos


O espelho é um dos melhores recursos para fazer qualquer espaço crescer aos olhos de quem observa o cômodo. Pendurado na parede ou pousado no chão, é dos elementos que não pode faltar nos ambientes pequenos. Invista! (mais…)



Secovi-SP estima retomada do mercado imobiliário de Campinas

18 de setembro de 2012 | Por admin

Recente estudo do mercado imobiliário do município mostra que imóveis econômicos de 2 dormitórios estão em alta

Maior cidade do interior brasileiro, Campinas é o centro de uma região metropolitana composta por parques industriais, comerciais, tecnológicos e grandes polos universitários. Por isso, o mercado imobiliário tem o direito e o dever de corresponder a toda essa evolução sem travas.

A recente crise política afetou a fluência do mercado imobiliário local, mas a expectativa é de retomada, pois a demanda na região é grande e o setor já tem reagido com novos lançamentos.

Um estudo elaborado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e pela Robert Michel Zarif Assessoria Econômica Ltda. mostrou que, entre julho de 2011 e junho de 2012, foram lançados 2.546 imóveis residenciais verticais na cidade de Campinas, com destaque para as unidades de 2 dormitórios, que corresponderam a 56,7% do total (1.444 imóveis).

O estudo completo contempla o período de junho de 2009 a junho de 2012, e mostra que, em sua maior parte, os lançamentos em condomínios são verticais, com 96,7% da oferta (11.450 unidades). Deste segmento vertical, os imóveis econômicos de 2 dormitórios foram o destaque, com 5.739 unidades lançadas e 5.304 unidades comercializadas.

Isso se reflete também na maior procura por imóveis de 46 m² a 65 m², que apresentaram participação do mercado de 41% e um giro médio de 20% ao mês (932 unidades / mês).

Com relação ao preço de venda, o levantamento mostra que os imóveis mais procurados foram os de até R$ 170 mil e os inseridos na faixa de R$ 170 mil a R$ 350 mil.

Imóveis horizontais – Entre junho de 2009 e junho de 2012, foram lançados 383 imóveis horizontais em condomínios no município, o que representa 3,24% do mercado. O segmento de 3 dormitórios representou a maior parte da oferta, com 192 unidades lançadas (50,1%). Na sequência, estão os imóveis de 4 dormitórios, com 129 unidades lançadas (33,7%).

Fonte: Secovi



Dez dicas de como usar a internet em prol da sustentabilidade

17 de setembro de 2012 | Por admin

Cada dia mais acessível, a internet já é parte vital da rotina nas grandes cidades. Mas além dos sites de notícia, dos jogos online e das redes sociais, essa ferramenta do mundo moderno pode ser uma grande aliada da sustentabilidade. Pensando nisso, o Portal EcoDesenvolvimento.org listou dez dicas simples de como utilizar a internet em prol do desenvolvimento sustentável.

Faça supermercado


Muitas redes de supermercados já dispõem de serviços de compras pela internet. Se o seu já tiver, use-o. Além de seguro, o serviço poupa combustível (já que a entrega normalmente é sincronizada e feita de uma vez só, por um único veículo), tempo, dinheiro e estresse.

Apenas evite pedir produtos com entrega para o dia seguinte, já que isso geralmente consome muita energia. Também tente fazer as encomendas junto com parentes, amigos e vizinhos. Isso evitará mais gastos com entrega e viagens desnecessárias. (mais…)



Páginas:«12345678...26»

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara