Mostrando posts da categoria: Notícias sobre Loteamentos


Receitas para o almoço de Natal

13 de dezembro de 2012 | Por admin

O Natal já bate a porta e já começam os preparativos para a grande e especial noite. A lista de presentes já está pronta e os ingredientes para a ceia já estão relacionados.

Mas, como sabemos, o Natal não se resume apenas a ceia do dia 24, uma vez que essa é a véspera do Natal. Tão importante quando a ceia, é planejar o almoço do dia seguinte.

E você, sabe o que fazer? Pensando em te ajudar, trazemos algumas receitas e dicas maravilhosas de sugestões do que preparar para o almoço de Natal.

Falso Canelone

Ingredientes

-1 rolo de massa pra fazer pastel
-500g de carne moída
-300g de mussarela fatiada
-300g de presunto fatiado
-1 lata de massa de extrato de tomate
-1 cebola picada
-1 copo de água
-1 lata de creme de leite
-1 colher de sobremesa de maisena
-1/2 xícara de óleo
-2 dentes de alho socado
-sal a gosto
-pitada de açúcar

Modo de Preparo

Descaldar a massa de pastel, deixar escorrer até esfriar. Preparar o recheio, coloque uma panela ao fogo com o óleo, coloque o alho, sal, cebola. Deixe dourar um pouco a cebola e o alho em seguida coloque a carne moída e deixa fritar um pouco. Coloque um copo de água e deixe cozinhar, coloque a massa de tomate com a pitada de açúcar e deixe cozinhar em seguida, coloque o creme de leite com a maisena. Deixe cozinhar até dar uma engrossada, o molho ficará com a cor rosada. Pegue a massa de pastel, abra sobre a mesa, vai colocando e formando o canudo do formato do canelone e numa refratária coloque-os uniformizados um do lado do outro e cubra com uma camada de presunto e outra de mussarela. Leve ao forno até desmanchar a mussarela e está pronto o falso canelone.

Fonte: Sempre Tops



Organizar a casa exige praticar o desapego

12 de dezembro de 2012 | Por admin

Adriana Saade

Eu sei, eu sei. Não é nada fácil abrir aquele armário abarrotado de coisas que você comprou, ou até mesmo ganhou, e ter que se desfazer de um item só que seja. “Poxa, eu gosto tanto dessa blusinha que comprei em 1970. Ela tem valor sentimental”, ou então “Poxa, ganhei essa panela de fondue quando casei, mas detesto fondue e nunca vou usá-la.” Vai ficar com isso para que então?!

Desapegar-se das coisas, para muita gente, não é mesmo uma tarefa fácil. Mas pense bem. Será que precisamos de tantas coisas para viver? Já arrumei vários tipos de armários, de vários tipos de pessoas diferentes. Há alguns meses organizei um closet masculino que quase me enlouqueceu. Só de calças jeans eram 57, fora as sociais, as brancas, as de sarja, os ternos e por aí vai. Camisas? Pelo menos 150! Nem vou falar dos outros itens. E, é claro, ele não usava nem a metade disso!

Comece praticando o desapego por uma horinha que seja. Abra seu armário e tire as coisas de uma ou duas gavetas, só para começar. Veja com calma cada peça, mas calma significa não mais do que 3 minutos. Limpe as gavetas, literalmente, com pano, produto de limpeza e só coloque de volta aquilo que você realmente vai usar. (mais…)



10 perguntas respondidas sobre proteção solar

11 de dezembro de 2012 | Por admin

O que é UVA e UVB? Quantas vezes ao dia devemos reaplicar? Consultamos especialistas para responder as perguntas mais comuns quando o assunto é proteção solar

Ana Carolina Gabriel e Ligia Helena

Os dermatologistas não cansam de falar: protetor solar é item de uso obrigatório, para todas as pessoas, durante todo o ano. Mas é quando chega o calor, os feriados do fim do ano e as férias escolares que todo mundo se lembra de se proteger: 80% das vendas de protetor solar acontecem no verão. Mas não adianta nada comprar o protetor solar e não usar da maneira correta. Por isso preparamos um guia para tirar todas as dúvidas sobre proteção solar e aproveitar o sol e o calor da maneira mais saudável possível.

1 – Tomar sol faz mal à saúde?

Se a exposição ao sol ocorrer em horários adequados e com proteção, traz sim benefícios à saúde: é responsável pela síntese de vitamina D, regulação do ritmo biológico e proporciona bem-estar. Mas sem proteção e cuidado, o sol pode causar queimaduras doloridas, fotoenvelhecimento e até câncer de pele. (mais…)



Cenário favorável estimula o fortalecimento do mercado imobiliário

10 de dezembro de 2012 | Por admin

Expectativas de crescimento econômico, queda das taxas de juros e melhoria da oferta de financiamentos são fatores que mantém em alta a relação com a casa própria.

O Brasil é uma das poucas economias que possui condições de sustentar uma taxa expressiva de crescimento superior a 3% nos próximos anos, afirmam especialistas. O futuro promissor do País ganha ainda mais fôlego quando se analisa a relação entre o aumento do consumo de 7,5% ao ano e a felicidade da população. As pessoas têm investido fortemente na satisfação de seus desejos pessoais, ligados à família, à saúde e à moradia.

Somente entre os anos de 2003 e 2012, a taxa real de aumento da renda familiar brasileira foi de 1,8% ao ano acima do PIB (Produto Interno Bruto). Além das significativas quedas da taxa de desemprego, o mercado assiste à constante melhoria da qualificação profissional, com ativa participação das empresas nesse esforço. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), a taxa média de desemprego passou de 8,3% no primeiro semestre de 2008 para 6% neste ano.

Ambiente favorável – Nesse cenário, a nova classe média está vivendo melhor, consumindo mais e gerando mais renda. Os números indicam que nessa fatia da população, do ponto de vista econômico, já é dominante. “Hoje, 53% da população brasileira, cerca de 104 milhões de pessoas, pertencem à nova classe, que, com contas em banco, reajustes de salários e aumento de emprego, podem comprar a primeira casa própria e o carro zero”, diz Elbio Fernández Mera, vice-presidente de Comercialização e Marketing do Secovi-SP.

A queda das taxas de juros é outro indicativo dos bons atrativos para o setor imobiliário. Com a Selic menor, as taxas de financiamento caíram, o que levou muitos investidores a sair da renda fixa para buscar investimentos em imóveis. “A compra de unidades comerciais e residenciais traz grande rentabilidade, por meio da renda gerada com o aluguel mais valorização patrimonial, formando uma aposentadoria paralela complementar.” (mais…)



Como fazer uma guirlanda de Natal

7 de dezembro de 2012 | Por admin

Por Aline Gomiero

Oba! Já é época de decorar a casa com lindos enfeites de Natal. Então, siga as dicas da modista Aline da Silva e aprenda a fazer uma guirlanda para a sua casa. O enfeite leva no máximo 40 minutos para ser feito.

Você vai precisar de: Feltro nas cores verde (60 cm), vermelho (20 cm) e branca (20 cm); plumante; fita de cetim branca e vermelha (30 cm); fita de cetim preta (5 cm); 1 folha de papelão; fita crepe ou adesiva; tesoura; 1 pistola de cola quente; 1 agulha fina de costura; linha de costura e 2 miçangas pretas pequenas.

Abaixo você encontra uma imagem com os moldes das pétalas, miolo, folhas e rosto do Papai Noel. Para obter o tamanho real, xeroque em tamanho cinco vezes maior.

(mais…)



Famílias são como empresas e também devem "fechar o caixa" no fim do ano, diz especialista

6 de dezembro de 2012 | Por admin

Especialista orienta famílias a fazer o fechamento de caixa todo mês, priorizando o pagamento de dívidas com o dinheiro que sobrar

Por Heraldo Marqueti Soares

SÃO PAULO – Famílias são como empresas e também precisam se organizar para fazer seu fechamento de caixa; não somente no final de ano, mas todo mês. O executivo financeiro Nelson de Sousa, do Ibmec-RJ (Instituto Brasileiro de Mercados e Capitais) dá esta orientação às famílias, alertando que através desta “revisão de gastos”, é possível planejar um ano de 2013 melhor para o bolso.

Sousa diz que a atitude é muito simples, não sendo necessários conhecimentos avançados e nem cálculos complicados. “A família só vai precisar de papel e caneta”, afirma ele, explicando que a folha precisa ser separada em duas colunas: uma com todos os valores que as famílias recebem de salários e demais quantias e, na outra, é preciso escrever os compromissos, tanto os gastos fixos – como impostos, manutenção do carro, mensalidades da escola dos filhos, entre outros. Contudo, ele aconselha a anotar também os planos futuros abaixo destes custeios fixos, como possibilidade de uma provável despesa com lazer ou com a compra de algum bem que a família tem desejado.

(mais…)



Estimule a imaginação das crianças no Natal

5 de dezembro de 2012 | Por admin

Por Mariana Raphael

Dezembro chegou e a magia do Natal já está no ar. Papai Noel, renas, trenó, duendes, fábrica de brinquedos e casa no Polo Norte fazem parte do universo de fantasia ligado à data.

Alguns pais ficam em dúvida se devem promover a crença no Papai Noel ou se isso pode causar desilusões na criança quando ela crescer um pouco e descobrir que a história não é bem assim. Segundo a pedagoga Bruna Ribeiro, os adultos não precisam se preocupar, pois é saudável que a criança viva esta fantasia.

A pedagoga explica que, em seu desenvolvimento, a criança recorre a mitos para explicar e se apropriar da realidade em sua volta. O Papai Noel é um destes mitos e faz parte do imaginário coletivo da nossa sociedade. Quando um mito já não cumpre sua função, começam os questionamentos, e a criança vai deixando de acreditar nele, sem traumas.

De acordo com Bruna, o contato com o lúdico proporcionado pelas histórias auxilia no desenvolvimento afetivo, emocional e cognitivo dos pequenos. “A criança que tem mais contato com a fantasia aprende a abstrair e a lidar com a realidade de forma mais rica, porque conta com maior repertório”, afirma a pedagoga.

Estimule seu filho a escrever uma carta ao Papai Noel. Se ele ainda não souber escrever, pode ser em forma de desenho. Deixe-o livre para expressar seus sentimentos e pedir os presentes que deseja ganhar no Natal. Mas fale para a criança dar mais de uma opção de presente e explique que nem sempre o Papai Noel pode atender aos pedidos exatamente da forma em que eles foram feitos.

Aproveite para conversar com seu filho sobre as coisas boas que ele poderia pedir para o Papai Noel além dos presentes. Não só para ele, mas para o mundo. Assim você trabalha alguns valores com a criança e ensina que o Natal não se restringe ao consumo.

Para dar um tom mais realista, vá com a criança aos Correios e envie a carta de verdade. Todos os anos os Correios recebem milhares de cartinhas endereçadas ao Papai Noel, que são respondidas por funcionários e outros voluntários. Sempre que possível, o programa Papai Noel dos Correios atende aos pedidos de crianças em situação de vulnerabilidade social, com doações de empresas e pessoas físicas. (mais…)



Maquiagem em ordem

4 de dezembro de 2012 | Por admin

Não consegue encontrar o rímel, o blush ou a sombra? Preparamos 5 dicas para acabar com a bagunça dos cosméticos

Suas maquiagens estão uma bagunça e você sempre se atrasa na hora de se arrumar? Os cosméticos precisam estar bem organizados para você encontrar o que deseja na hora certa. Separar os produtos é uma boa ideia para não se perder: batons podem ficar de um lado, pincéis de outro, sombras em um compartimento diferente. E guardá-los da forma correta não significa esconder. Se as embalagens forem bonitas, eles podem ficar expostos no seu banheiro ou penteadeira. Veja aqui 5 dicas espertas para colocar tudo em ordem e arrasar na beleza:

1 – Separe em nichos

Organizar as maquiagens por categorias (pincéis, sombras, lápis etc.) deixa a procura por um produto específico muito mais fácil. Esta penteadeira tem nichos com tamanhos diferentes, que acomodam com precisão todos os cosméticos. (mais…)



Delícia e diversão: a importância de contar histórias

3 de dezembro de 2012 | Por admin

Como transformar a hora do conto em um momento delicioso e divertido para você e as crianças

Patrícia Cerqueira

Ao entrar no universo infantil, o adulto fascina a criança. Elas adoram ouvir histórias. Ficam na expectativa de saber se a princesa de cabelos dourados vai fugir da torre. Torcem pelos irmãos que enfrentam a bruxa malvada. Envolvem-se e encantam-se. Os pais deveriam ler sempre para os filhos. “É um momento especial”, diz a educadora Regina Machado. A criança depara com os adultos falando com voz diferente, um brilho alterado no olhar, movimentos ou expressões faciais incomuns. A mudança no comportamento dos pais fascina os pequenos. “A comunicação e a relação com os filhos fica mais estreita”, afirma Regina. O resultado desse momento tão particular não poderia ser diferente: a hora do conto se eterniza na memória.

Costume resgatado

Nas antigas sociedades agrárias, contar histórias era natural. “Os mais velhos estavam sempre contando casos e lendas”, diz Regina. Mas o costume, segundo ela, foi se perdendo com a modernização, principalmente nos grandes centros. Nem todas as famílias mantiveram a tradição. Muitos pais da atual geração cresceram sem ouvir histórias. Ariel é um deles. “Meus pais não contavam. Eu, aos 9 anos, é que improvisava teatrinhos para contar histórias para minha irmã menor”, lembra. Segundo Regina, os pais devem valorizar essa rotina, pois contar histórias é uma forma de aprendizado. “As escolas perceberam isso há algumas décadas e vêm revitalizando o hábito no mundo todo. As crianças gostam do costume e levam-no de volta para as famílias, pedindo histórias aos pais.”

Às vezes desacostumados, os adultos ficam atrapalhados no começo. Não sabem bem como fazer, se devem ler ou contar, quais as melhores histórias e o momento de contá-las. Vão aprendendo com a prática. “Eles não precisam converter-se em atores para transformar a hora do conto em casa em um momento agradável e divertido. É mais fácil do que imaginam”, diz Vania Dohme, educadora e pesquisadora de técnicas de contar histórias infantis. Ela e outros especialistas dão algumas dicas para você. Bom divertimento! (mais…)



Fotos na decoração

27 de novembro de 2012 | Por admin

Dicas de como decorar sua casa com fotografias, oba!

A foto é o registro memorável de uma pessoa, um lugar ou um momento. O reconhecimento da fotografia como arte, no Brasil, tem crescido e atraído a atenção do mercado, que aposta tanto nos originais clássicos, como nos novos talentos. Por conta disto, elas também começaram a ser mais procuradas como peças para a decoração de ambientes. Na hora de ambientar os espaços, vale optar por réplicas, novos talentos ou até misturar fotos clássicas com comuns. Tudo em prol de uma história com muita personalidade.

Fotos na decoração: reflexo da personalidade dos donos

“A fotografia causa fascínio em busca de registrar e eternizar momentos desde as chapas de vidro, passando pela película e hoje a imagem digital. Para muitos é um bem de consumo, é uma maneira de sociabilizar, de encurtar distâncias e de conhecer destinos antes jamais vistos, explorados”, define o fotógrafo Sergio Caddah.

Fotografias, assim como os quadros, ocupam uma área importante no ambiente, chamando a atenção de quem visita a casa, já que são peças de contemplação. Na hora de escolher imagens vale pensar, antes de tudo, na mensagem que quer passar.

“As fotos imprimem um toque pessoal na decoração, fazem com que o cliente tenha referências dos lugares e pessoas que gosta, ou apenas a admiração por um bom profissional”, explicam Rosa Tieppo e Elaine Gonzalez, que percebem hoje o maior destaque dado às fotos nos projetos que assinam.

É considerada uma foto clássica aquela que se tornou referência histórica por algum motivo: por retratar uma época de maneira única, por trazer como alvo uma personalidade ou simplesmente por traduzir sentimentos, locais e expressões de maneira marcante. (mais…)



Veja cinco dicas para lidar melhor com os bancos

26 de novembro de 2012 | Por admin

Dentre os principais conselhos de especialista estão: manter uma boa relação com os gerentes e pesquisar a fundo serviços relacionado ao crédito e aos investimentos

Por Heraldo Marqueti Soares

SÃO PAULO – Muitas queixas de consumidores são a respeito do relacionamento com seus respectivos bancos. Segundo apurou o Procon-SP, no primeiro semestre de 2011 foram 12.893 reclamações registradas. Já neste ano, foram 15.677 – um aumento de 21,5% nas queixas.

Para o economista e autor de “Case com seu banco com separação de bens”, Humberto Veiga, a relação com o banco é como um casamento. “Assim como num casamento, quando as coisas não estão indo muito bem, usamos a expressão ‘mudar para quê? Tudo é igual, só muda de endereço’ – nos relacionamentos com os bancos ocorrem os mesmos problemas em momentos de crises”, afirma o autor em seu livro.

Segundo Veiga, o cliente precisa ser tratado com “carinho e afeto” pela instituição bancária, igualmente como num relacionamento a dois.

Selecionamos aqui cinco dicas valiosas para que você tenha uma relação melhor com seu banco: (mais…)



Como montar uma caixa de ferramentas

23 de novembro de 2012 | Por admin

Por Samanta Dias

Saiba quais ferramentas são indispensáveis em situações emergenciais

Algumas situações emergências em casa, como um vazamento de água, exigem que os próprios moradores façam certos serviços de reparo mesmo antes da chegada dos profissionais técnicos. Para isso, e também para pequenas situações corriqueiras como fixar um parafuso frouxo, pendurar um quadro e trocar uma torneira, é importante ter uma caixa de ferramentas equipada, no mínimo, com itens básicos.

O Portal Bbel conversou com alguns profissionais para listar quais são as ferramentas mais importantes e quais aquelas que podem compor uma caixa de ferramentas mais elaborada. Veja abaixo as dicas de Wagner Santos, da Dr. Resolve, e de Angélica Rodrigues, arquiteta da Praquemarido, ambas empresas especializadas em serviços de reparos e reformas residenciais.

Itens básicos

Jogo de chaves de fenda com numeração de 8 a 20, jogo de chaves de boca, chave inglesa, grifo, lanterna, fita isolante, fita veda rosca, cola, alicate universal, alicate bomba d’água, chave grifo, serra, chave philips, furadeira e parafusadeira, assim como brocas e parafusos, são os itens que qualquer caixa de ferramentas precisa ter. A escada não cabe na caixa, mas também é um item que não pode faltar em casa. (mais…)



Por que demoramos tanto para perceber que as finanças saíram do controle?

21 de novembro de 2012 | Por admin

Especialistas explicam mecanismos da mente que nos fazem “ignorar” sinais de problemas financeiros e dão dicas para que dificuldades sejam identificadas mais facilmente

Por Tabata Pitol

SÃO PAULO – A pedagoga Cristina Queirós levou um susto quando se deu conta de que estava devendo mais de R$ 70 mil. Sem saber ao certo como as finanças chegaram a esse estágio – uma vez que não havia comprado bem de grande valor –, ela só percebeu o tamanho do problema ao pedir R$ 10 mil ao marido para pagar contas em atraso.

“Eu não sabia que estava devendo tanto. Sabia que tinha cartões de crédito e empréstimos em atraso, mas não sabia o real valor das minhas dívidas. Achei que R$ 10 mil seriam suficientes. Mas meu marido quis que eu mostrasse tudo o que estava devendo antes de me emprestar o dinheiro, e só quando coloquei tudo no papel percebi que estava muito mais endividada do que imaginava”.

Cristina não é um caso raro entre os brasileiros. Muitas pessoas só percebem que as finanças saíram do controle quando já estão muito endividadas. “Infelizmente a própria biologia do ser humano explica por que ele demora tanto para perceber que está em problemas financeiros. Preferimos fingir que não estamos vendo. Acreditamos nas contas de cabeça que nunca são exatas. Nomeamos de dissonância cognitiva o processo que nos leva a duvidar do óbvio, a negar todos os sinais de que algo não está indo bem”, conta o economista pela PUC-SP e especialista em investimentos e métodos quantitativos pela FGV, Richard Rytenband. (mais…)



Saiba o que é um acidente de consumo e como agir caso sofra um

20 de novembro de 2012 | Por admin

Consumidor deve guardar os comprovantes de atendimento médico para acionar a empresa responsável

Por Juliana Américo Lourenço da Silva

SÃO PAULO – Muitos produtos e serviços costumam sofrer defeitos, ao longo do uso, que podem prejudicar os usuários. No entanto, o que muitos consumidores não sabem é que quando um produto ou serviço causar danos à segurança e a saúde de alguém, mesmo que tenha sido usado corretamente, se classifica como um acidente de consumo.

Esse tipo de acidente pode ocorrer, de acordo com a AMB (Associação Médica Brasileira), com alimentos contaminado, produtos de higiene e cosméticos, embalagens, eletroeletrônicos, brinquedos, entre outros. As únicas exceções, segundo a diretora de programas especiais da Fundação Procon-SP, Andrea Sanches, são tesouras, facas, medicamentos e venenos. “Já se sabe que esses produtos causam risco à segurança dos usuários, mas é preciso estar devidamente avisado nas embalagens, e no caso dos venenos, por exemplo, é preciso que as embalagens sejam adequadas para evitar que crianças entrem em contato com o produto”, explica.

Segundo dados do Inmetro, até outubro de 2012, 14% dos acidentes foram causados por produtos infantis, seguido pelos eletrodomésticos (12%). Em terceiro lugar aparecem os alimentos e os utensílios para o lar, com 10% ambos. As embalagens de produtos causam 9% dos acidentes de consumo. (mais…)



Meu filho vai ficar de recuperação. E agora?

13 de novembro de 2012 | Por admin

O final do ano letivo se aproxima. Confira algumas dicas valiosas para o aluno conseguir boas notas e passar de ano sem estresse

O ano já está quase acabando e nas escolas, os alunos se preparam para fazer as últimas provas antes de sair de férias. E é aí que começa o drama para muitos estudantes que não se dedicaram como deviam ao longo do ano e que agora temem ficar de recuperação ou atém mesmo serem reprovados.

E como os pais devem agir nesta situação? Além de acompanhar bem perto o estudo dos filhos, a família também deve manter uma parceria com a escola.

“Não é surpresa nenhuma para a escola e nem deveria ser para a família do aluno que fica em recuperação. A família tem o direito de ser informada e convocada pela escola para acompanhar, ao longo do ano, o desempenho de seu filho, portanto, se a escola e a família forem parceiras, fica mais fácil para o aluno e seus pais encararem esta fase”, explica Fernanda Nyari, diretora pedagógica da Kampus Educação Bilíngue. (mais…)



Páginas:«1234567...26»

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara