Mostrando posts da categoria: Investimentos em Loteamentos


Banco Central do Brasil recebe conceito B+ em ranking das instituições

15 de dezembro de 2011 | Por cemara

Segundo o ranking elaborado pela revista Global Finance, que analisa o trabalho de 36 bancos centrais do mundo, o Banco Central brasileiro recebeu conceito B+ e ficou melhor avaliado do que o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) e o banco central da Argentina. A instituição americana recebeu o conceito C e o banco argentino ficou abaixo, com a nota D. À frente do BC do Brasil ficaram os bancos centrais da Austrália, Malásia, Israel, Líbano, Filipinas e Taiwan.

RANKING DOS BANCOS CENTRAIS
Segundo a revista Global Finance

Via O Estado de S.Paulo

Fonte: Indicador Brasil



25 ideias para organizar a casa com pouco dinheiro

12 de dezembro de 2011 | Por cemara

Entre a manutenção, decoração e organização, uma casa exige muitos recursos financeiros… mas felizmente, existem sempre inúmeras e inteligentes formas de poupar dinheiro. Esta lista reúne 25 ideias para organizar a casa com pouco dinheiro, muitas vezes utilizando ou reciclando apenas aquilo que já tem.

1. Guarde todos os panfletos de take-away e das pizzarias locais num saco de plástico transparente com fecho e coloque numa gaveta da cozinha.

2. Reutilize frascos de comida de bebé, de alimentos ou especiarias para guardar todas as pequenas ninharias que por vezes andam espalhadas em mil e uma gavetas. A isto chama-se organizar e poupar dinheiro!

3. Aproveite um cesto ou tabuleiro que possa estar guardado e coloque-o na entrada ou na cozinha para organizar o correio, os documentos escolares e outros papéis necessários para o quotidiano – para combiná-lo com a decoração existente, basta uma lata de tinta em spray na cor que desejar.
(mais…)



Volume de crédito para habitação deve crescer 30% em 2012

11 de dezembro de 2011 | Por cemara

SÃO PAULO – Para 2012, é esperado um crescimento de quase 30% no crédito habitacional, tanto com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) como do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

De acordo com um levantamento realizado pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), para o próximo ano, mais de R$ 152 bilhões devem ser destinados à habitação, contra R$ 117 bilhões estimados para o fechamento de 2011.

Ainda segundo o sindicato, o PIB (Produto Interno Bruto) da construção civil brasileira deverá crescer cerca de 4,8% em 2011 e 5,12% no próximo ano. Em outubro deste ano, o crédito habitacional e o PIB do crédito habitacional estiveram próximos.

Minha Casa, Minha Vida
Em relação ao programa Minha Casa, Minha Vida, o Sinduscon avalia que a segunda fase caminhou mais lentamente neste ano. De acordo com o sindicato, até outubro, foram entregues 118.085 unidades, sendo que outras 199.226 estão em execução. Já no final de 2010, último ano da primeira fase, haviam sido entregues 338.055 unidades e mais de 667 mil estavam em andamento, totalizando cerca de um milhão de unidades.

Para 2012, o programa deve progredir mais rapidamente, assim como as obras para os eventos esportivos de 2014 e 2016.

Segundo o SindusCon-SP, o crédito para habitação e infraestrutura também deverá continuar se expandindo em 2012. No município de São Paulo, até setembro de 2011, as vendas de imóveis novos atingiram 19.873 unidades. Em 2010, foram 24.605 unidades vendidas.

Já com relação aos lançamentos, até outubro de 2011, foram lançadas 26.365 unidades. Em 2010, esse número alcançou a marca de 25.818.

Fonte: InfoMoney



10 ideias para poupar dinheiro na decoração da casa

10 de dezembro de 2011 | Por cemara

Ter uma casa bem decorada não tem de custar uma fortuna – basta ser criativo e pensar um pouco “fora da caixa” para produzir uma decoração cinco estrelas. Vai surpreender-se com os resultados finais… isto para não falar na reacção da família e dos amigos.

1. Feiras, lojas de usados e antiquários. À primeira vista estes três locais são os últimos destinos onde pensaria parar para fazer compras para decorar a casa, mas a verdade é que estão recheados de tesouros a baixo custo. Os artigos aqui encontrados podem necessitar apenas de uma demão de tinta ou de serem estofados para renascerem e encontrarem um lugar de destaque na sua casa. Para além disso, comprar vintage é ser amigo do ambiente.

2. Espelho meu. É incrível como é que um simples espelho pode transformar por completo uma divisão – o seu efeito óptico aumenta um espaço mais pequeno e empresta luz às áreas mais escuras. Não precisa de ser uma aquisição cara – principalmente se encontrar um nos saldos ou numa loja de usados – e confere um toque de classe a qualquer espaço, quer esteja pendurado, quer esteja pousado no chão, encostado a uma parede.
(mais…)



Conheça os riscos dos contratos de gaveta

8 de dezembro de 2011 | Por cemara

Saiba como se proteger para não cair nas armadilhas deste antigo tipo de negociação imobiliária

O famoso “jeitinho brasileiro” deu origem a uma antiga e perigosa prática de negociação imobiliária: os contratos de gaveta. Mesmo proibido desde 1964, o acordo verbal de cessão de direitos e obrigações, no qual uma pessoa que comprou um imóvel com financiamento habitacional vende o bem e transfere a dívida a um terceiro sem informar ao banco, ainda se faz presente nas negociações de compra e venda de imóveis.

Agora, os “gaveteiros” estão na mira do Ministério das Cidades, que prevê punir, com a perda da casa, o proprietário que repassar o bem adquirido por meio do programa habitacional ‘Minha Casa, Minha Vida 2’.

Diretor da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH/Nacional), Lúcio Delfino explica que, apesar de não haver lei específica, proprietário e mutuário que se envolvem nesse tipo de acordo podem sofrer penas.

Entre elas, ver o contrato de financiamento suspenso, ter de antecipar o pagamento das parcelas da dívida a vencer, sofrer restrição de crédito habitacional para aquisições futuras por até cinco anos e, inclusive, perder o bem.

“O controle desse tipo de prática pelos bancos é difícil. Mas os riscos ao comprador e vendedor são altos demais e não compensam. Se o mutuário não pagar a dívida, é o nome do dono, ou da esposa se for casado, que vai para o SPC ou Serasa. Para o comprador, não há o respaldo do seguro habitacional no caso de morte, por exemplo. Hoje, os bancos já promovem a transferência da propriedade e cessão do financiamento sem cobrar a mais. É preciso apenas estar com o nome limpo”, diz.

Vendedor

-Exija do comprador (mutuário) garantias para o pagamento da dívida assumida.

-Certifique-se da idoneidade do comprador. É o seu nome que vai aparecer perante o banco financiador.

-Se o “gaveteiro” não pagar, é o nome do proprietário que vai parar no SPC e no Serasa.

-A elaboração de contrato dá segurança ao titular do bem no caso da falta de pagamento da dívida. (mais…)



Em meio à turbulência no Mercado financeiro, o melhor investimento é o imóvel

7 de dezembro de 2011 | Por cemara

O ditado “quem investe em imóvel não vê o patrimônio móvel” nunca fez tanto sentido. As últimas notícias do Mercado financeiro nesta semana, com queda da bolsa superior a da crise de 2008, vêm ao encontro das teorias de que o melhor investimento é o imóvel, garante o presidente da americana CENTURY 21 no Brasil, Ernani Assis.

“Na crise a poupança e algumas poucas opções de fundos de renda fixa são consideradas apropriadas, mas a rentabilidade é muito pequena se compararmos ao investimento imobiliário, seja ele através de aquisições de unidades imobiliárias ou de cotas de fundos imobiliários”, diz.

“Se fizermos um comparativo entre a poupança, com rendimento médio de 7.0%, e a renda fixa, com rendimento médio de 8.5% ao ano, com um fundo imobiliário e Imóveis com rendimento médio de 18% a 25%, podemos garantir que, ainda com o aumento da inflação, o ganho real será recompensador”.

Segundo Assis, toda especulação diante do cenário de instabilidade macro econômica faz com que o comportamento do investidor seja mais comedido, fazendo com que ele opte por investimento que possam ser tangíveis. “Logo, estamos em um cenário extremamente favorável à aquisições de ativos imobiliários”, conclui.

“Da mesma forma que não enxergo uma valorização exagerada, também não é correto pensar em desvalorização dos imóveis. O mercado imobiliário é muito estável e organizado, afastando qualquer possibilidade de uma bolha imobiliária”, afirma Assis. “Atualmente essa indústria permite uma diversificação de ativos, incluindo aqueles que garantem uma locação que, fora o patrimônio, permite alavancar uma renda mensal. Esta boa prática é oferecida por incorporadoras e fundos imobiliários com garantia de aluguel de um a 15 anos. Em São Paulo, por exemplo, em 2011, o aluguel já acumula a maior alta desde 1997

Fonte: Fórum Imobiliário



Obras de lazer do Recanto da Fazenda estão em ritmo acelerado

6 de dezembro de 2011 | Por cemara

Com um paisagismo exuberante, visual e sensorial, desenvolvido por Mauro Contesini, especialista na área, o residencial Recanto da Fazenda, em Nova Odessa, está com as obras de lazer em pleno vapor. Atualmente, há várias frentes de serviço em andamento e os lotes do empreendimento estão prontos para receber as construções residenciais.

Em relação a empreendimentos do mesmo padrão, as obras de lazer do Recanto da Fazenda apresentam novidades. Entre elas estão as quadras para a prática de esportes e o Espaço Social, área integrada ao prédio da Administração, que contará com uma cozinha e uma ampla área coberta para as confraternizações entre amigos e familiares.

Confira tudo o que o Residencial Recanto da Fazenda pode oferecer de lazer a você e a sua família:

• O primeiro sistema de lazer contará com a Administração/Espaço Social, Vestiários/Sanitários, 1 quadra poliesportiva e 1 quadra de tênis de piso rápido, além do paisagismo para toda a área;

• O segundo sistema conta com equipamentos de ginástica ao ar livre, playground, quiosques, mandala dos aromas e paisagismo em toda a área, tornando um agradável local para a prática de atividades ao ar livre. Para maior comodidade dos proprietários, este sistema de lazer contará também com sanitários, que já tiveram a sua construção iniciada;

• Praça central com área exclusiva de paisagismo. As obras estão previstas para janeiro de 2012 e término até abril do mesmo ano.

Não perca mais tempo, venha hoje conhecer o Recanto da Fazenda!



Aprenda a montar uma casa sustentável sem gastar muito

1 de dezembro de 2011 | Por cemara

Atitudes simples fazem a diferença no bolso e no meio ambiente

Na hora de construir ou reformar um imóvel, não é preciso lançar mão de ideias mirabolantes para evitar o impacto ambiental. Escolhas simples e pequenas ações podem fazer toda a diferença e contribuir significativamente para a preservação do meio ambiente.

E quando falamos em construção sustentável, não nos referimos apenas aos grandes empreendimentos. Segundo especialistas ouvidos pelo R7, qualquer um pode ter uma casa sustentável. E melhor, sem grandes investimentos. Trocar o vaso sanitário comum por um com acionamento duplo (que utiliza menos água para resíduos líquidos e mais para sólidos), por exemplo, pode significar uma economia de até 36 litros de água por dia em uma casa com três pessoas.

Substituir o ar condicionado por ventilador, consertar vazamentos, comprar eletrodomésticos com o selo A do procel (que gastam menos energia) e evitar desperdícios durante uma obra também são atitudes simples que fazem a diferença no bolso e no meio ambiente.

Segundo Vanderley John, professor associado da Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo) e membro do CBCS (Conselho Brasileiro de Construção Sustentável), sustentabilidade é tudo o que é viável.

– Quando falamos em sustentabilidade, devemos levar em conta os lados econômico, social e ambiental. Temos de buscar solução que englobe esse tripé.

Para John, a primeira alternativa a ser considerada é a reforma.

– Mais sustentável do que construir casa nova é reformar a antiga. Preserva aquilo que está bom, não gera muito resíduo e custa menos. O passo seguinte é respeitar a legalidade. (mais…)



Últimas unidades de lotes no Residencial Ipês Amarelos

25 de novembro de 2011 | Por cemara

Devido ao grande sucesso de vendas, o Residencial Ipês Amarelos conta com suas últimas unidades disponíveis. Não percam a OPORTUNIDADE de morar em um loteamento fechado, totalmente diferenciado, com um clube completo* a sua disposição e a disposição de sua família.

Venha construir a casa de seus sonhos no Residencial Ipês Amarelos!

Acesse nosso site: www.cemara.com.br

Ou para mais informações ligue (19) 3475-8004

* O mobiliário e utensílios das áreas de lazer ficarão a cargo dos moradores.



Serviços incluem de descontos em lojas de decoração até condições especiais para aplicar em CDB

24 de novembro de 2011 | Por cemara

O Santander anunciou um pacote de benefícios para compra de imóveis para clientes de alta renda. As agências do banco começaram a oferecer uma conta corrente especial para o segmento, batizada de Serviços Imobiliários Santander Van Gogh.

Outras vantagens oferecidas são os descontos em seguros residenciais, de vida e de automóveis, e condições especiais para investimentos em CDB e previdência.Os clientes que adquirirem imóveis por meio da modalidade terão direito a benefícios que incluem descontos em lojas de móveis e decoração. O pacote oferece também a alternativa de pagar as parcelas do imóvel na planta com cartão de crédito do banco até a entrega das chaves, possibilitando acumulo de pontos no programa de vantagens.

Segundo o Santander, o público de alta renda, foco do lançamento, já responde por 85% da carteira de crédito imobiliário do banco.(EXAME)

Fonte: Blog Notícias Imobiliárias



Jovens estão mais exigentes na hora de comprar um imóvel

22 de novembro de 2011 | Por cemara

SÃO PAULO – O perfil dos compradores de imóveis e também das unidades compradas têm mudado. Os imóveis com um dormitório têm alcançado o topo da preferência dos solteiros ou dos casais sem filhos, que estão cada vez mais exigentes. “Esses consumidores ‘antenados’ e contestadores analisam os investimentos, comparam preços e usam as redes sociais para trocar informações. Priorizam a individualidade e têm visão urbanística particular”, comenta o presidente do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e da CII/CBIC (Comissão Nacional da Indústria Imobiliária da Câmara Brasileira da Indústria da Construção), João Crestana.

Segundo Crestana, a procura por esses imóveis acontece por conta do bônus demográfico brasileiro. “Situação em que o número de pessoas ativas entre 20 e 50 anos supera a soma de crianças e aposentados”, completa, afirmando que “esta mudança, aliada à mobilização econômica de 40 milhões de cidadãos, registrada nos últimos anos, e às melhorias das condições de crédito, permitiu a geração de uma demanda imobiliária até então inédita”.

Mais exigentes
De acordo com presidente do Secovi, os solteiros e os casais sem filhos são mais dedicados à carreira e à formação profissional, por isso, o interesse imobiliário desse perfil é diferente. “O interesse imobiliário desses jovens vai de estúdios compactos e sem divisórias, com 35 metros quadrados e sem vaga de garagem, perpassam os ‘sala e quarto’ e se alçam aos sofisticados lofts de 100 metros quadrados e duas vagas”, afirma. (mais…)



Sala nova sem gastar nada

19 de novembro de 2011 | Por cemara

A simples mudança do posicionamento dos móveis pode trazer um visual totalmente novo à sala. Confira 54 projetos para se inspirar

Não é preciso contratar decorador, comprar móveis novos ou embrenhar-se em uma grande reforma para ter uma sala nova do dia para a noite. Pequenas medidas como mudar o posicionamento dos móveis pode dar um lay-out totalmente novo ao ambiente.

Dependendo do formato e metragem do cômodo é possível dispor os móveis de diferentes formas, criando um, dois ou até três ambientes distintos. O posicionamento das peças também é fundamental na hora de ganhar alguns centímetros (ou metros) livres para a passagem das pessoas ou a correria das crianças.

Deslocar uma peça da sala para o quarto – ou vice e versa -, dar novos usos aos móveis antigos, jogar uma manta sobre um dos sofás, posicionar um vaso de flores em um local inusitado, trocar a capa das almofadas ou mesmo a toalha sobre a mesa completam as mudanças sem dar muito trabalho.

Confira alguns projetos de sala e inspire-se para dar um novo ar à sua.

Fonte: Delas – iG



Saiba quais são os cuidados para a reforma de fim de ano

12 de novembro de 2011 | Por cemara

As festas de fim de ano se aproximam e muitas pessoas estão pensando em reformar a casa para receber amigos e familiares. Mas alguns cuidados tomados antes de começar a tocar a obras podem evitar surpresas e aborrecimentos. “É fundamental fazer um planejamento. É preciso compreender as reais necessidades da reforma e listar tudo o que se deseja realizar”, ensina a arquiteta e coordenadora do Clube da Reforma e de projetos da Associação de Cimento Portland (ABCP), Carina Saito.

Arquiteto Glaucio Gonçalves, da Espaço Brasileiro de Arquitetura (Foto: Daniel Teixeira/AE)

Segundo Carina, com as necessidades e custos determinados é mais fácil planejar a obra e adaptar o orçamento para não faltar dinheiro no meio da reforma.

Outro passo importante para garantir o sucesso da reforma é a contratação dos trabalhadores que irão executá-la. A maneira mais comum para se chegar a esses profissionais é por meio de indicação. “Porém, antes de contratar procure referências, visite alguma obra realizada pelo profissional e avalie a proposta apresentada”, frisa Carina, lembrando que o ideal é fazer cotação com mais de um profissional e comparar as propostas.

Ela reforça que o pagamento deve ser feito em etapas combinadas e estabelecidas previamente para garantir que a reforma não seja deixada de lado.

Para o arquiteto Glaucio Gonçalves, da Espaço Brasileiro de Arquitetura, um projeto bem detalhado e bem definido vai garantir a execução da obra dentro do prazo combinado. Para a elaboração desse projeto é necessário contratar um profissional da área, arquiteto ou engenheiro civil, que irá estabelecer todos as etapas do processo, além de definir o material a ser utilizado.

Gonçalves ressalta que como faltam praticamente 90 dias para as festas de fim de ano é importante fazer um projeto sem criar muitos detalhes que dificultem a execução da reforma e comprometam o prazo.

Fonte: zapimóveis



BB lança linha de crédito para compra de imóveis na planta ou em construção

10 de novembro de 2011 | Por cemara

SÃO PAULO – O Banco do Brasil lançou, nesta quarta-feira (9), uma linha de crédito para aquisição de imóveis na plana ou em fase de construção para pessoas físicas.

A nova modalidade será destinada à aquisição de empreendimentos que tiverem as construções financiadas pelo banco, através do Financiamento à Produção PJ, além dos empreendimentos do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Financiamento
A linha tem taxa de juros a partir de 8,4% ao ano, prazo de até 30 anos e possibilidade de financiamento de até 80% no âmbito do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e de até 90% no Programa Minha Casa, Minha Vida. Também oferece carência de até seis meses após o término da obra para iniciar o pagamento de amortização de capital.

O financiamento, segundo o Banco, deve agregar facilidades ao comprador, já que não será necessário se preocupar com a busca do financiamento após o Habite-se. Para a incorporadora/construtora, o benefício será a segurança de contar com recursos necessários para a construção do empreendimento, além de contribuir para a velocidade de comercialização das unidades.

Com isso, a instituição bancária espera se consolidar no mercado imobiliário, aumentando seu portfólio de produtos e ampliando o relacionamento com os clientes.

Crédito imobiliário
O Banco do Brasil encerrou o terceiro trimestre de 2011 com a marca de R$ 5 bilhões em crédito imobiliário, valor 19,8% maior que o verificado em junho de 2011 e 105,1% acima do valor em carteira no mesmo período do ano anterior. Se somado ao montante destinado às empresas nesta modalidade, o volume emprestado atingiu a marca de R$ 6,3 bilhões.

Para o Programa Minha Casa Minha Vida, o banco já financiou 7.540 habitações populares até setembro de 2011. A previsão é que, por meio do programa, sejam financiadas 37 mil unidades habitacionais até o final do ano.

Fonte: InfoMoney



Páginas:«123456»

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara