Mostrando posts da categoria: Esportes


BENEFÍCIOS DOS ESPORTES RADICAIS

8 de agosto de 2018 | Por cemara

 

CEMARA_JOB_1453_18_POST_05_ESPORTES_RADICAIS

 

O corpo humano não foi feito apenas para ficar sentado em um escritório o dia todo e aspirando poluição. Ele foi feito para correr, nadar, escalar, enfim, se exercitar. E para explorar o verdadeiro potencial do corpo humano, o melhor lugar é a natureza.

Os esportes radicais na natureza não poluem, não agridem o ambiente e, quanto mais preservado for o local, melhor para a prática desses esportes. Além disso, a prática faz com que o corpo libere adrenalina e auxilia no planejamento de vencer desafios.

De acordo com ortopedistas e outros especialistas da área da saúde, os esportes radicais proporcionas diversos benefícios à saúde de seus praticantes, incluindo o aumento da autoestima, capacidade de tomar decisões sob pressão, raciocínio rápido e preciso, além de ajudar a manter a forma. Isso porque, quando alguém pratica algum tipo de esporte, está o tempo todo trabalhando a mente e o corpo.
A produção de endorfina, secretada pela glândula hipófise no corpo é um dos principais benefícios produzidos pelos exercícios físicos. Ela traz alívio do stress e estimula o relaxamento físico, além de propiciar prazer. Quanto ao condicionamento físico, é preciso estar bom para diminuir as chances de lesões, e focar em três pilares: força, resistência cardiovascular e flexibilidade.
Para prevenir lesões, é essencial o uso de equipamentos de proteção e vestimentas indicadas para cada tipo de esporte – capacete, joelheiras e protetor de ombros, pulsos, tornozelos. Além disso, ao primeiro sinal de dor ou desconforto em qualquer fase do esporte, o praticante deve adotar medidas como repouso, gelo e compressão. Se os sintomas persistirem, procure orientação médica.

FONTE: http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/18/materia/215404/t/beneficios-dos-esportes-radiciais



Dez exercícios para fazer ao ar livre

10 de maio de 2018 | Por cemara

Além de ser fresquinho, o contato com a natureza desperta o corpo e a mente e ainda garante disposição!

CEMARA_JOB_0876_18_POST_01_EXERCICIOS_AO_AR_LIVRE

1. Ponte invertida com isometria

invertida com isometria

Deitada de costas, joelhos flexionados e paralelos, sola dos pés apoiadas no chão. Eleve os quadris, apoie as mãos no chão e vá subindo o tronco e os braços – até alinhar as mãos com os ombros, formando o desenho de uma “mesa”. Com o abdômen e os glúteos contraídos, eleve uma das pernas, bem estendida, formando uma linha única com o tronco, e mantenha por 20 a 30 segundos. Repita com a outra perna. Faça 3 ou 4 séries, com descanso de 45 segundos a 1 minuto e meio entre elas, de acordo com seu condicionamento.

 

2. Salto + trabalho isométrico

saltoisometrico

a. Sua amiga fica deitada de barriga para cima e ergue um pouco os ombros e as pernas do chão. Ela deve concentrar a força no core e relaxar o pescoço. Você se posiciona ao lado do tornozelo dela. b. Salte lateralmente, aproximando as coxas e os braços do corpo. Caia do outro lado, flexionando levemente os joelhos. Em seguida, repita no sentido contrário e continue assim por 1 minuto. Troquem de posição e repitam a sequência.

 

3. Avanço com deslocamento

avanco-com-deslocamento_0

Em pé, com pés paralelos, mãos na cintura. Com a coluna bem alinhada, dê um passo à frente e agache até as pernas formarem um ângulo de 90 graus, sem encostar o joelho no chão. Suba o corpo e repita o movimento com a outra perna, fazendo o deslocamento. Faça 3 ou 4 séries, entre 15 e 20 repetições cada uma, e descanse de 45 segundos a 1 minuto e meio entre as séries, de acordo com seu condicionamento.

 

4. Flexão

flexao

De frente uma para a outra, fiquem em posição de flexão com as cabeças afastadas a 15 centímetros. Façam uma flexão (a). Ao subir, batam palma com as mãos direitas (b). Não torçam o corpo para realizar o movimento nem movam os quadris. Executem outra flexão e repitam o mesmo com a mão esquerda. Completem 10 flexões no total. Se estiver difícil, apoie os joelhos no chão.

 

5. Prancha frontal dinâmica

frontal

De barriga para baixo, na posição de prancha, antebraços, cotovelos e ponta dos pés apoiados no chão. Com abdômen contraído, eleve uma perna bem estendida e volte. Repita com a outra perna e volte. Em movimento contínuo, da mesma maneira como fez com as pernas, suba um braço estendido à frente e depois o outro. Faça 3 ou 4 séries, entre 10 e 15 repetições cada uma, e descanse de 45 segundos a 1 minuto e meio entre as séries, de acordo com seu condicionamento. Em cada repetição, você retira uma das bases do solo.

 

6. Remada

remada

Afastem as pernas na largura dos ombros e flexionem um pouco os joelhos. Segurem as extremidades de uma toalha de rosto grande. Puxe-a em direção à lateral direita do corpo, na altura do peito (a). Sua amiga deve fazer resistência. Agora, ela puxa e você segura (b). Repitam 8 vezes e depois façam o mesmo para o lado esquerdo.

 

7. Balancê

balance

a. Afaste as pernas na largura dos ombros (pés apontados um pouco para fora) e flexione os joelhos. Desça o tronco reto, formando 45°, estenda o braço esquerdo lateralmente e segure a kettlebell com a mão direita entre as pernas. Olhe para frente. b. Contraia os glúteos e o core e suba o braço direito à frente até a mão alcançar a altura da testa. Ao mesmo tempo, estenda as pernas e eleve o tronco.

 

8. Cadeirinha

cadeirinha

Apoiem as costas uma na outra e posicionem os pés um pouco à frente, afastados na largura da cintura. Se estiver difícil, flexionem um pouco os joelhos (a). Façam um agachamento até criar um ângulo de 90° com as pernas (b). Permaneçam nessa posição por 30 segundos.

 

9. Prancha instável

prancha instavel

A prancha na bolha trabalha os músculos dos ombros, braços e core e ainda dá resistência para você fazer outros exercícios. Apoie as mãos no disco e alinhe a coluna na diagonal. Os pés devem estar afastados na largura dos quadris. Permaneça nessa posição por 10 segundos (a). Erga a perna direita, sem mover o quadril (b). Fique assim por 10 segundos e faça o mesmo com a outra perna. Repita a série outras 2 vezes.

 

10. Leg Press

leg press

Descalça, sua amiga fica deitada, com as pernas semiestendidas. Mãos na lateral das coxas. Apoie sua barriga sobre os pés dela e mantenha o corpo alinhado em uma diagonal. Os calcanhares saem um pouco do chão (a). Ela flexiona os joelhos em direção ao peito, enquanto você contrai core e pernas (b). Façam 15 repetições e troquem de posição.

 

Fonte: https://boaforma.abril.com.br/fitness/os-10-melhores-exercicios-para-fazer-ao-ar-livre/



Do melhor horário à distância ideal: 15 dicas para uma boa caminhada

24 de outubro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2066_17_POST_24_10_DICAS_CAMINHADAS

 Caminhar com regularidade pode ajudar a reduzir a pressão arterial e melhorar a depressão; mas é preciso ‘andar direito’

A caminhada é o exercício mais fácil de se fazer. E, ao contrário do que muita gente pensa, ela traz sim muitos benefícios à saúde, principalmente para o coração, por ser uma atividade aeróbica.

De baixo impacto, ela costuma ser a eleita para quem tem problemas nas articulações, bem como para aqueles com idade mais avançada. A simples regularidade em manter essa atividade física já tem poderes de reduzir a pressão arterial, proteger contra o diabetes, afastar a chegada da osteoporose, aumentar a capacidade pulmonar e até mesmo é eficaz para diminuir sintomas da depressão.

1. A distância inicial deve ser de mais ou menos 1,5km percorridos em 15 minutos.

2. Os melhores horários para uma caminhada são antes das 10h e depois das 17h, horário em que o sol não está forte

3. Como qualquer exercício, escolha um local em que o ar está com boa qualidade.

4. É bom manter os braços relaxados, mas com movimentos sincronizados.

5. Estabeleça uma frequência de no mínimo 3 vezes por semana, em dias intercalados.

6. Arrume uma companhia para a caminhada, e permita-se conversar sobre assuntos descontraídos.

7. O melhor solo para uma caminhada é aquele que é macio.

8. É importante manter uma boa postura, com o abdômen contraído.

9. Escolha um tênis macio e próprio para caminhadas.

10. Use roupas leves e claras

11. Procure dar passos largos, mas sem acelerar o ritmo da caminhada.

12. Observe a paisagem e converse descontraidamente, mas sem perder o ritmo da caminhada.

13. Para a caminhada não é preciso fazer aquecimento antes de começar.

14. Mantenha a frequência cardíaca entre 70%a 85% da Frequência Cardíaca Máxima.

15. Só passe para o jogging (corrida em trote lento) ou corrida quando já estiver bem condicionado.

Fonte: http://saude.ig.com.br/alimentacao-bemestar/2014-09-02/do-melhor-horario-a-distancia-ideal-15-dicas-para-uma-boa-caminhada.html



Esporte em família: como incentivar as crianças a trocarem a internet pelas ruas e parques

11 de outubro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2066_17_POST_12_10_CRIANCAS-2

Com o atual fascínio pelo mundo virtual, provocado pelo bombardeio constante de ofertas de novos produtos e serviços, há um desestímulo à prática de atividades físicas por parte dos adultos, o que se estende às crianças, propiciando um quadro de aumento do sedentarismo, sobrepeso e obesidade entre elas.

Se a prática de atividades físicas de maneira rotineira, desde a infância, pode prevenir doenças e ser responsável por hábitos saudáveis no decorrer da vida, os programas em família podem ser determinantes para isso. É preciso não desistir e estimular as crianças a praticar esportes nas ruas, praças, quadras e academias.

Para saber mais sobre esse tema, o Cemara Informa conversou com a fisioterapeuta Ivonne Bernardo Wicher, coordenadora e idealizadora do Projeto Superação da Academia Aquarius de Campinas/SP. Ela deu dicas importantes de como incentivar a criançada a realizar atividades físicas, aquáticas ou terrestres. Veja a seguir os principais trechos da entrevista:

Cemara Informa: Qual é a importância da atividade física na vida das crianças, principalmente nos dias de hoje, em que elas estão com problemas de peso cada vez mais cedo?

Ivone Wicher: Os índices de obesidade e sobrepeso têm crescido assustadoramente. O Brasil ocupa, em algumas pesquisas, o 5º lugar no ranking. Segundo estudos, a fase entre os 9 e 15 anos de idade parece ser o momento biológico mais importante para prevenção do ganho excessivo de peso na fase adulta por meio da atividade física, mas há a importância do estímulo já nas fases mais precoces da vida. Investir na prática de atividades físicas desde bem pequeno é a melhor atitude para prevenção da obesidade, o que influencia diretamente na adoção de hábitos de vida mais saudáveis, contribuindo para a prevenção no sentido amplo da promoção da saúde.

CI: Como os pais devem incentivar as crianças a praticar atividades físicas e fazer com que essas atividades sejam rotineiras?

IW: Hoje em dia, é mais comum que as crianças tenham acesso a jogos eletrônicos e, por isso, o estímulo dos pais pode ser crucial para ajudá-las a criarem um hábito saudável, que pode ser levado para o resto da vida. Existem muitas opções, como natação, futebol, judô, basquete, vôlei e balé, que podem ganhar a atenção das crianças. É importante ter paciência e não desistir. Uma opção atrativa é levar a criança ao parque ou praças e resgatar atividades da infância dos pais, como queimada, esconde-esconde, pular corda etc. A principal dica é: seja exemplo, praticando atividade física, incentivando e fazendo junto. Vale lembrar que treinos muito intensos e de longa duração não são recomendados para as crianças mais novas. Pratique até 60 minutos de atividade moderada por dia, sem excessos, valorizando sempre os acertos das crianças.

CI: Quais as melhores atividades físicas para as crianças?

IW: Existem diversas atividades que podem ser praticadas em áreas externas, como andar de bicicleta, patins, patinete e jogar bola. A natação, por exemplo, é uma das poucas recomendadas para bebês e a partir dos 6 meses de idade. Ainda assim, é fundamental uma avaliação do pediatra e os pais escolherem uma piscina que ofereça boas condições para trocar e preparar o bebê para as aulas, e verificarem o tratamento da água da piscina. Para os bebês, a natação aumenta o vínculo afetivo entre os pais e os bebês; melhora a sua coordenação motora, ajudando-o a engatinhar, sentar e andar mais facilmente; estimula o apetite e ajuda na resistência respiratória e muscular, prevenindo algumas doenças respiratórias. A piscina também relaxa a criança e ajuda no sono. As aulas devem ser lúdicas, com músicas que estimulem a atenção do bebê, orientadas por um professor especializado e ter a duração máxima de 30 minutos.

CI: Qual a vantagem de fazer atividade física em família?

IW: Para quem ainda não incluiu a atividade física conjunta na rotina familiar semanal, eu aconselho: se esforce para começar. Nem que seja só aos finais de semana. As famílias precisam de mais tempo juntas. A qualidade do tempo dos pais com os filhos tem de ser valorizada. Menos televisão, menos computador e celular, inclusive nos momentos de refeição e esporte, mais interação, mais experiências em família e mais atividade física. Um exemplo de uma mudança de atitude e no estilo de vida rápido em família está no Projeto Superação. Uma das alunas do Projeto e seu marido, antes sedentários, sem jamais terem experimentado o esporte como algo natural em casa, começaram a treinar, correr, inventar caminhadas, alimentação mais saudável e, em questão de dias, os dois filhos já os chamavam para correr e ir ao parque no domingo. Vale o empenho, porque poderá significar muito para a saúde física e emocional de sua família, hoje e no futuro.

 

 



Dicas da Cemara para o mês das crianças

9 de outubro de 2017 | Por cemara

 

CEMARA_JOB_2066_17_POST_08_10_DICAS_CRIANCAS
Para fugir do tédio, fazer a alegria da criançada e aproveitar ao máximo o mês de outubro, destacamos algumas atrações imperdíveis nas cidades em que a Cemara está presente.

Confira, programe-se e divirta-se pra valer com toda a sua família!

PIRACICABA

  • Engenho Central

Salão de Humor – Encerra no dia 12/10

  •  Teatro Erotides de Campos

12/10, 15h – Vem dançar com a Nina

13/10, 15h – Fonzera

  •  Shopping Piracicaba

– Parque Emoji – O filme

Até 31/10.
Cine Araújo

Filmes em cartaz:

Pica-pau, o filme

My Little Pony: o filme

As aventuras do Capitão Cueca

Condorito, la película

Lego Ninjago – O filme

Thor 3 – Ragnarok

Missão Cegonha

 

  • SESC

Sempre Criança

Programação infantil com oficinas, peças de teatro, filmes, shows, contação de estórias, além da exposição ‘Arte à primeira vista’ durante todo o mês de outubro.

 

  • Rua do Porto

Passeio de trenzinho Maria Fumaça

Passeio de barco pelo Rio Piracicaba

Parquinho e passeio de pedalinho

 

  • 2ª Flipira – Festa Literária de Piracicaba

27 a 29/10

Casarão do Turismo

 

 

HORTOLÂNDIA

  • Centro Cultural Casa de Joana

12/10, às 16h – O Grande Mergulho

 

  • Shopping Hortolândia

– Era uma vez

12/10

16h e 18h: A Branca de Neve e os 7 anões – Contação de estória

15h e 17h – Oficina de Maçã do amor

 

14/10

16h e 18h: João e Maria – Contação de estória

15h e 17h – Oficina de Cupcake

 

15/10

16h e 18h: Pinóquio – Contação de estória

15h e 17h – Oficina de Fantoche

 

– Cinema

Filmes em cartaz:

Pica-pau, o filme

My Little Pony: o filme

Lego Ninjago: o filme

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

 

  • Riopreto Shopping

– Festival Infantil – O teatro vai ao Shopping

10/10, às 16h – Poesia para a Palhaça

11/10, às 16h – O Pequeno Príncipe

12/10, às 16h – A Mochila Amarela

Festival Gourmet Kids

Até 14/10

 

Experiências gastronômicas para crianças com oficinas fáceis, deliciosas e gratuitas. Nove dias e mais de 40 oficinas ministradas por chefs, confeiteiros profissionais e influencers digitais.

+ Informações no link: https://goo.gl/jBuFW5

 

  • Iguatemi Rio Preto

– Domingo é dia de teatro

15/10, às 16h – Shrek: O roubo do bolo

22/10, às 16h – A lenda de Scrooge

29/10, às 16h – Gostosuras ou Travessuras

– Playground Trampolim Parque

Funciona até 15/10.

Com 100 m², o parque possui camas elásticas de 5 metros de comprimento, cesta de basquete com espumas, safári da diversão, espaço para escalar e jogar bola queimada.

– Oficina de Minecraft

De 10 a 14/10. Turmas das 14h às 19h.

 

  • Cidade da Criança

Natureza e diversão com mais de 230 brinquedos. Funciona de terça a domingo, de 9h às 17h.

 

  • SESC

Dia das Crianças 

Programação infantil com sarau, brincadeiras, yoga, contação de estórias, teatro, música e circo durante todo o mês de outubro.

 

 

AMERICANA

  • Zoo Americana

12/10

09h30 – Lobo Túlio e as três porquinhas

10h30 – Coral infantil Villa Lobos

11h – O palhaço sou eu

 

  • Teatro Paulo Autran

22/10, às 16h – Doutora Brinquedo

 

  • Biblioteca Municipal

Cine Biblioteca

11/10, às 14 – O poderoso chefinho

 

  • Flamengo Futebol Clube

– Festa à fantasia Teen:11/10, a partir de 20h

– Dia das Crianças: 12/10, das 10h às 17h

 

SANTA BÁRBARA D´OESTE

  • Tivoli Shopping

– Cinema

Filmes em cartaz:

Pica-pau: o filme

My Little Pony: o filme

Lego Ninjago: o filme

Thor 3 – Ragnarok

 

  • Teatro Municipal Manoel Lyra

11/10, às 19 horas – Peter Pan e Wendy

27/10, às 20 horas – High School – O Musical

28/10, às 19h30 – Concerto de Primavera com a Orquestra Filarmônica Paulo Bellan

 

  • VIC Center

– Cinema

Filmes em cartaz:

Pica-pau, o filme

Lego Ninjago : o filme

Thor 3 – Ragnarok

 

Aproveite! 



Limeira Clube domina as finais da Taça Cemara

4 de agosto de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_1540_17_POST_04_08_FUTEBOL_DE_BASE

A 1ª Taça Cemara de Futebol de Base chegou ao final na manhã de domingo [30], na Arena Colorado, e mostrou domínio do Limeira Clube, que conquistou o título das duas categorias. O torneio, idealizado pelo médico Rogério Panhoca, presidente do Colorado, com patrocínio master da Cemara Loteamentos, movimentou aproximadamente 200 crianças e adolescentes de Americana, Limeira, Santa Bárbara d´Oeste e Hortolândia.

Na decisão do sub-10, o Limeira Clube se impôs diante do Corinthians/Chute Inicial, invicto até então, e goleou por 5 a 1, fechando o campeonato com quatro vitórias, um empate e uma derrota. Rayone, com 7 gols marcados, e Gustavo, com 7 sofridos, ambos do time campeão, foram os destaques individuais.

No sub-14 [fotos], o Limeira ficou no 0 a 0 com o Colorado e garantiu o título em razão da melhor campanha. No geral, o time limeirense teve cinco vitórias e um empate. O artilheiro foi Leandrinho, do Colorado, com 5 gols, enquanto Jonathan, do Limeira, com apenas 1 gol sofrido, terminou como goleiro menos vazado.

Após os jogos de domingo, houve a solenidade para entrega de troféus e medalhas, além da premiação em dinheiro – total de R$ 1,5 mil. A Taça Cemara teve duração de um mês e meio.

+ detalhes na edição desta semana do O Jogo

Texto: Zaramelo Jr. | O Jogo

Fonte: http://jornalojogo.com.br/limeira-clube-domina-as-finais-da-taca-cemara/



Americana sedia campeonato de futebol de base com clubes do interior

2 de junho de 2017 | Por cemara

O evento será realizado durante as férias escolares e reunirá crianças de 6 a 16 anos

Entre os meses de junho e agosto, a cidade de Americana, no interior de São Paulo, será sede de um evento inédito na região: a Taça Cemara de Futebol de Base. Com a participação de crianças na faixa etária dos 6 aos 16 anos, divididas em quatro categorias, o campeonato reunirá seis times, além de Americana outras cidades como Hortolândia, Santa Bárbara D´Oeste e Limeira.
O médico Rogério Panhoca, que assumiu um dos times de base de Americana, o Colorado, é um dos responsáveis pela realização do evento. “Meu filho começou a participar do clube há cerca de dez anos e vi a oportunidade de cumprir o que considero meu dever social por meio dessas crianças. Eu entrei em ação depois que ele saiu”, conta Panhoca.
Antes uma escola de esportes comum, sob o comando do médico o Colorado se tornou um projeto social – gratuito e aberto a todas as crianças de seis a 16 anos. Atualmente o clube atende 350 atletas. De acordo com Panhoca, “todos são bem-vindos a conhecer o Colorado e o mais importante é que além do esporte as crianças e jovens desenvolvem os aspectos físicos, social e mental”.
Para manter as crianças na rotina de atividades físicas durante as férias, o médico teve a ideia de realizar uma competição que as engajassem. “A criançada gosta de treinar, mas o que elas querem mesmo é jogar para valer”, afirma. Além disso, esse é o período em que os jogadores tem mais tempo para se dedicar ao esporte, pois não precisam conciliar os horários com as tarefas escolares.
Como o projeto do Colorado inclui não só aulas gratuitas, mas também lanches, uniformes e transportes para os jogos, as parcerias são essenciais para que a ideia sobreviva. “Muito do que acontece no clube é graças ao networking pessoal. Quando os amigos tomam conhecimento das nossas intenções com esse projeto e se aproximam, acabam se apaixonando”, diz Panhoca.
Foi com uma parceria também que a realização da Taça Cemara de Futebol de Base se tornou possível. Atenta a causas sociais e sempre com foco em desenvolver o esporte, a Cemara Loteamentos, empresa de Americana que atua no mercado imobiliário com o desenvolvimento de loteamentos, decidiu patrocinar o evento. “Achamos que o projeto tem muito em comum com os nossos valores como empresa e acreditamos que o esporte é capaz de mudar a vida das pessoas, assim, vimos nesse evento uma grande oportunidade para mostrar nosso apoio”, afirma Cesar Dei Santi, diretor da Cemara.
Os jogos começarão no dia 04 de junho e se estendem por todo o mês de julho e começo de agosto, quando as finais devem serão realizadas. A equipe de arbitragem será coordenada por José Henrique de Carvalho, vice-presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol, e as finais serão apitadas por um árbitro que já apitou a Série A do Campeonato Paulista. “Isso permite que as crianças tenham uma experiência ainda mais próxima da realidade de campeonatos de futebol”, diz Panhoca.

CEMARA_JOB_1050_17_POST_02_06_FUTEBOL_DE_BASE



As praças devem ser vistas como espaços de convivência social

29 de maio de 2017 | Por cemara

v

Desde a primeira década dos anos 2000, a maioria das pessoas passaram a praticar atividades físicas regularmente, como forma de cuidar da saúde física e mental. Por isso, as praças públicas voltaram a ganhar o status de espaço de convivência social, mas com algumas releituras das antigas praças. É o antigo em formato de novo, onde as pessoas podem praticar uma atividade física, lúdica ou hobby, cuidando da saúde mental ou até mesmo aproveitar o tempo com a família, sem pagar por isso.

Como arquiteta e urbanista há mais de 15 anos, noto que as praças voltam com toda a força oferecendo um convívio social que gera melhor qualidade de vida, além de bem-estar físico e psíquico. Na loteadora fundada pelo meu pai, adotamos o modelo em nossos empreendimentos há 4 anos. No mais recente, localizado em Hortolândia, no interior do estado de São Paulo, estamos desenvolvendo a praça “Inspire-se”, que promove maior interação com os nossos cinco sentidos.

Ao passear pelo jardim de temperos, por exemplo, o morador terá o olfato e o paladar atiçados com aromas e sabores. Já o espaço tato será em formato de “mão” composto por diferentes tipos de pisos como: borracha, areia, cimento, dentre outros, para proporcionar diversas sensações ao toque.

Haverá também uma cortina de bambus que estará disposta em formato de uma “orelha” para percepção dos sons.

O desenvolvimento destes espaços não é uma tarefa fácil. Diversos fatores devem ser considerados ao montar um projeto desse tipo. Levamos em consideração aspectos como público – desde sua faixa etária até sua classe social –, clima da região, declividade do terreno e costumes regionais, já que cada lugar tem suas particularidades e carências.

Para buscar inspiração, viajo para diferentes lugares sempre que posso. É enriquecedor viajar com o olhar de arquiteto, já que consigo observar detalhes que, de outra forma, passariam despercebidos. Presto atenção em como os espaços estão sendo usados, o público frequentador, além de ver as cores dos equipamentos, o design dos mobiliários e os tipos de vegetação.

Há praças muito bem empregadas em inúmeros lugares, mas principalmente na Europa, onde os espaços são reduzidos e trazem o projeto para uma escala humana. São nos simples desenhos que se tem mais sucesso, como rampas gramadas para as crianças escorregarem, pisos de diferentes texturas, espaços para piqueniques, hortas e pomares comunitários.

Em outro empreendimento localizado em Americana, me inspirei em Paris para criação de uma ampla praça com ruas circulares e sistema viário concêntrico – que dá a percepção de infinito.

Há oportunidades para o desenvolvimento destas áreas em diversas regiões do Brasil. O público implora, cada vez mais, por melhorar a qualidade de vida em locais próximos de casa, sem pagar pelas horas de lazer. As praças, portanto, são mais do que uma fonte de respiro para os centros urbanos, ao mostrar seu potencial como espaço democrático para convivência entre famílias e amigos. As árvores e as plantas dividem espaço com uma infraestrutura que visa também o conforto e tranquilidade da população em meio a correria do dia a dia.

 

Raquel Dei Santi, arquiteta e urbanista da Cemara Loteamentos

hhh



Novo loteamento em Hortolândia terá praça para estimular os sentidos

16 de março de 2017 | Por cemara

O Parque Bella Ville, novo empreendimento da Cemara Loteamentos, tem mais de 100 mil metros quadrados de áreas verdes e de lazer

A busca por uma casa nova não depende apenas das características do imóvel. Localização, serviços e lazer também são fatores determinantes na decisão por uma moradia. A Cemara Loteamentos, que atua como urbanizadora e desenvolvedora de loteamentos há mais de 38 anos no interior de São Paulo, já percebeu isso e leva o conceito para todos os seus loteamentos, em especial, o Parque Bella Ville, que será lançado em Hortolândia, no interior de São Paulo.

Em seus projetos, a empresa desenvolve praças com temáticas distintas para a integração dos moradores e resolveu inovar ainda mais com a Praça Inspire-se, que foi criada para estimular os sentidos por meio de cheiros, sabores, sons, imagens e texturas.

CEMARA_JOB_0449_17_POSTS_INSPIRE-SE

“Criado pela equipe de arquitetura e urbanismo da Cemara, o espaço visa proporcionar a união entre os moradores e a natureza. A parte dedicada ao tato, por exemplo, consiste em uma área em formato de mão composta por diferentes tipos de piso, como borracha, areia e cimento”, explica Raquel Dei Santi, diretora e arquiteta e urbanista da empresa.

Para a audição, a equipe criou uma cortina de bambus disposta como uma orelha, que ajuda na percepção dos sons. Já o olfato e o paladar serão estimulados com um jardim de temperos, enquanto a visão será incentivada com um painel em formato de olho que apresentará imagens com ilusões de óticas.

A outra praça será a Movimente-se, um espaço dedicado à prática de atividades físicas e contará com equipamentos de ginástica ao ar livre e um playground com iluminação adequada para uso noturno.

CEMARA_JOB_0449_17_POSTS_MOVIMENTE-SE

 

Com área total de mais de 517 mil metros quadrados, 20% do loteamento, o que consiste em mais de 100 mil metros quadrados, serão dedicados às áreas verdes e de lazer. Em todos os seus empreendimentos, a Cemara também entrega a infraestrutura completa como rede de abastecimento de água tratada, rede de energia elétrica, rede de drenagem de águas pluviais, rede de esgoto e iluminação pública, além da pavimentação.

SOBRE A CEMARA

Fundada no final da década de 1970, em Americana (SP), a Cemara Loteamentos iniciou a trajetória no mercado imobiliário para contribuir de forma direta no desenvolvimento social e urbano de diferentes municípios. A cidade de origem da empresa, por exemplo, é um de seus principais cases de sucesso, com 16 projetos realizados e 12 mil lotes implantados, que ajudaram a realizar o sonho de mais de 60 mil pessoas que hoje possuem terreno ou casa própria, representando 26% da população atual de Americana.

 Há 38 anos no mercado e com uma filial em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, já vendeu mais de 21 mil terrenos em diversas cidades do interior do estado de São Paulo. Desde então, já foram realizados 37 loteamentos que geraram mais de 12 milhões de metros quadrados de áreas urbanizadas.

Economídia 

Tel.: (11) 2579-5404

Erica Martin – (11) 99637-9854
erica.martin@economidia.com.br

Talita Mônaco – (11) 98942-4946
talita.monaco@economidia.com.br

Iza França – (11) 97644-4496
iza.franca@economidia.com.br

 



DEZ DICAS PARA ANDAR DE BICICLETA COM SEGURANÇA

29 de abril de 2014 | Por admin

A Holanda é um exemplo para todo o mundo quando o assunto é bicicleta. Sem barulho, poluição e menos gastos com combustíveis, o país tem mais bicicletas que habitantes e um código de trânsito exclusivo para os ciclistas. No Brasil, infelizmente, a situação é bastante diferente. Levantamento feito pelo portal G1 junto às prefeituras das 26 capitais do país mostra que temos 1.118 km de ciclovias, apenas 1% do total da malha viária das cidades.

Andar de magrela requer alguns cuidados, tanto por causa de lesões, como devido ao intenso fluxo de carros e ônibus, principalmente em grandes cidades como Rio de Janeiro e São Paulo. Alguns grupos ajudam ciclistas a seguir o melhor caminho, de forma segura e prestando atenção ao trânsito. O Bike Anjo, por exemplo, oferece auxílio gratuito aos inexperientes, por meio de um trabalho voluntário. Os anjos acompanham os iniciantes em seus primeiros trajetos e dão dicas de manutenção da bike e de medidas de segurança no tráfego.

Se você quer começar a pedalar nas ruas da sua cidade, preste atenção nas dicas que o Universo Jatobá separou especialmente para você!

1 . Ilumine sua magrela com luz branca na frente e luz vermelha na parte traseira, para que os motoristas consigam visualizar melhor, principalmente à noite. Se você já tem reflexivos, ótimo, mas as luzes são essenciais, então, não deixe de colocá-las!

2 . Nunca pedale sem capacete. Certifique-se de que ele está bem preso e de que não está frouxo ou balançando. A posição correta é de aproximadamente um centímetro acima das sobrancelhas.

3 . Use luvas para evitar que suas mãos fiquem raladas, em caso de queda. Ou rígidas, devido ao frio. Também é importante usar joelheiras para proteger os joelhos.

4 . Melhor pedalar na mão correta da via e não na contra-mão. Pedestres que vão atravessar ou carros que saem de garagens, por exemplo, tendem a olhar apenas para o sentido da rua.

5 . Ajuste o guidão e a altura do assento para evitar lesões nos joelhos. O joelho, por exemplo, nunca deve ficar mais alto que o quadril.

6 . Se possível, faça pequenas mudanças na posição na hora de pedalar. Isso ajuda a reduzir a tensão em pontos como os ombros e a lombar, evitando a sobrecarga muscular.

7 . Cuidado ao andar ao lado de carros estacionados. Uma porta pode se abrir a qualquer momento e te atingir.

8 . Não fale ao celular ou mande mensagens enquanto pedala. É primordial manter as duas mãos nos guidões e a atenção ao restante do trânsito.

9 . Se precisar ir para a calçada, o código de trânsito manda descer da bicicleta. Respeite os pedestres e pense na sua segurança. Pessoas que estão andando de costas para você naturalmente não te veem e podem dar um passo para o lado, causando um acidente.

10 . E não se esqueça da água para se hidratar.

Fonte: Universo Jatobá



Atividade Física na Terceira Idade

5 de fevereiro de 2014 | Por admin

Só traz benefícios!

A prática de atividade física na terceira idade está se tornando um fenômeno cada vez mais comum. Isso porque praticar atividade física melhora a qualidade de vida das pessoas em idade avançada.Segundo estudos, o aumento da resistência e da força muscular são alguns dos benefícios da prática de atividade física, pois pode trazer resposta muscular rápida e eficiente. Por isso centros especializados em reumatologia estão investindo em espaços destinados ao condicionamento físico e exercícios físicos para na terceira idade.

Algumas mudanças são comuns com o envelhecimento, como o aumento na quantidade de gordura no organismo, diminuição da força muscular e diminuição da massa muscular, osteoporose (diminuição da massa óssea), ligamentos e tendões mais fracos, diminuição dos reflexos de ação e reação, diminuição da coordenação, habilidade motora e da aptidão física.De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, aproximadamente 5% de quedas que acometem idosos levam a fraturas, sendo que as mulheres fraturam mais que os homens. Quando não ocorre fratura, a dor e a redução dos movimentos podem causar isolamento pela diminuição da autoestima, tanto pela queda quanto pelo aumento da dependência.

Os benefícios de exercícios físicos na terceira idade são vários

Praticar exercícios na terceira idade ajuda a combater a obesidade, pode evitar e retardar o surgimento de diabetes, melhorar a capacidade aeróbica e reduzir a perda da massa óssea (osteoporose), inclusive recuperá-las em alguns casos. Junto a isso, músculos e ossos fortes diminuem os riscos de quedas e de fraturas de fêmur e de quadril, tão temidas após os sessenta anos.
Segundo Evelin Goldemberg, doutora em reumatologia da Escola Paulista de medicina em São Paulo (UNIFESP), o fortalecimento muscular reduz dores existentes provenientes de doenças como artrite, tendinite, bursite, artrose (bico de papagaio) e problemas de coluna.

Por um envelhecimento saudável

Há cada vez mais evidências científicas apontando o efeito benéfico de um estilo de vida ativo na manutenção da capacidade funcional e da autonomia física durante o processo de envelhecimento. Podemos acrescentar que melhora a coordenação motora, o equilíbrio, o ganho de flexibilidade, a velocidade ao andar, diminui o risco de doenças cardiovasculares, promove melhor controle do diabetes e sensação de bem estar.

Dados científicos relacionam longevidade a exercícios físicos na terceira idade

Segundo dados científicos a participação em um programa de exercícios físicos na terceira idade leva à redução de 25% nos casos de doenças cardiovasculares, 10% nos casos de acidente vascular cerebral, doença respiratória crônica e distúrbios mentais. Talvez o mais importante: reduz de 30% para 10% o número de indivíduos incapazes de cuidar de si mesmos, além de desempenhar papel fundamental para facilitar a adaptação à aposentadoria.
A qualidade de vida na terceira idade é aliada principal para ter longevidade e a prática de atividade física resgata características de saúde juvenil para população de idade avançada, isto tem um valor inestimável. Portanto todo idoso deve procurar um programa de atividade física de acordo com suas características e restrições, se possível, acompanhado de um profissional gabaritado.

Fonte: BBEL



Corrida é para todos?

27 de janeiro de 2014 | Por admin

Traz benefícios no condicionamento, na composição corporal e no humor.

Correr é uma moda que se iniciou na década de 70 e hoje em dia está em alta. É uma verdadeira febre, talvez pela facilidade, afinal; basta ter um par de tênis. Outros acreditam que a corrida é algo natural que não exige prática nem habilidade, tem um alto gasto energético e, sendo assim, é muito bom para emagrecer.

Realmente a corrida é um esporte considerado “natural”, trás muitos benefícios não somente relacionados ao condicionamento cardio-respiratório e perda de peso, mas também à manutenção da massa óssea, melhora de humor e outros.

Porém, ao contrário do que se acredita não é qualquer um que pode calçar um tênis e sair correndo, a corrida de fundo é um esporte árduo que exige muito do sistema cardio-respiratório, alguém descondicionado, acima do peso que descida correr sem consultar um médico e um educador físico corre um potencial risco cardíaco. Além disso, problemas ortopédicos são mais comuns nos que praticam corrida sem orientação. Correr também pode levar a desidratação, náuseas, tontura, e acelerar problemas com insolação.

Para se evitar tais riscos é imprescindível se consultar um médico e um profissional de educação física antes de se começar a correr. Por mais natural que seja, a corrida de rua é um esporte que causa grande estresse no organismo. Se este estiver preparado todos os benefícios da corrida poderão ser desfrutados.

Tomados os cuidados a corrida é um dos esportes mais práticos e fáceis de se fazer, em qualquer lugar e a qualquer hora, basta ter um par de tênis adequado, gozar de boa saúde, se hidratar e correr!

Fonte: BBEL 



Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara