Mostrando posts da categoria: Dicas úteis


Dicas da Cemara para o Carnaval

8 de fevereiro de 2018 | Por cemara

Matinês, confetes, serpentinas e muita alegria.  Para curtir essa folia em família, destacamos algumas atrações imperdíveis nas cidades em que a Cemara está presente e também na região.

Confira, programe-se e tenha um ótimo Carnaval!

CEMARA_JOB_0207_18_POST_09_02_DICA_CARNAVAL

Americana

  • Clube do Bosque

Matinê do Bosque – 11/02, às 15h. Convite: Adulto – R$ 20,00. Crianças até 14 anos não pagam.

  • Clube Veteranos

Matinê – 11 e 13/02, às 15h. Convites: R$ 5,00. Crianças até 5 anos não pagam.

  • Flamengo Futebol Clube

Matinê Mengo Folia – 11/02, às 15h. Ingressos à venda no local.

  • Parque Tio Gága

Matinê – 11/02, das 10h às 18h.

 

Campinas

  • Praça do Coco – Barão Geraldo

Matinê Zé Coquinho e Grupo Nininzada – 11 e 13/02, às 15h30.

  • SESC

Carnaval 2018 – De 09 a 13/02.

Diversos shows, blocos, oficinas e atividades lúdicas para toda a família.

 

Piracicaba

  • Carnaval de rua

Bloco da Ema – 13/02, às 15h.

Saída em frente ao Sesc Piracicaba e chegada no Largo dos Pescadores.

  • Clube Cristóvão Colombo

Matinê – 11 e 13/02, às 15h. Ingressos à venda na secretaria do clube.

  • Clube de Campo

Matinê – 11 e 13/02, às 15h. Convite: R$ 30,00.

  • Engenho Central

Grupo Oitava Cor – 11/02, às 15h.

  • SESC

Carnaval de todas as regiões – Até 13/02.

Programação especial contempla todos os ritmos brasileiros, do samba ao carimbó, além de oficinas de máscaras e confecção de eminhas para o Bloco das Emas.

 

Santa Bárbara d’Oeste

  • Esporte Clube Barbarense

Matinê – 11 e 13/02, às 15h.

  • Praça Central

Matinê Carnaval DuzEnta! – 11/02, às 15h.

 

São José do Rio Preto

  • Carnaval de rua

Bloco Ocupa Ação – 12/02, às 17h. Gratuito até às 20h.

  • Clube Monte Líbano

Concurso de fantasia e Bloco Infantil – 11 e 13/02, às 16h. Convites: R$ 50 (para crianças com 07 a 13 anos) e R$ 150 (a partir de 14 anos).

  • Riopreto Shopping

Bailinho de Carnaval e Oficina de adereços – 10, 11 e 12/02, às 14h.

  • SESC

Muitos Carnavais – De 09 a 13/02.

Programação especial com shows de samba, axé, frevo e marchinhas; oficinas de artes e percussão; além de atividades ao ar livre voltadas a pais e filhos.

  • Shopping Cidade Norte

Baile de Carnaval e Oficina de máscaras – 10/02, às 15h.



Como fazer as malas: dicas incríveis para as viagens de férias

2 de fevereiro de 2018 | Por cemara

CEMARA_JOB_2496_17_POST_20_01_CEMARA_INFORMA

O fim de ano e as férias de janeiro estão aí. Esse é o momento ideal para viajar com a família, se divertir e descansar. Mas antes disso, é preciso se organizar para arrumar as malas, principalmente se a viagem é longa e se tem crianças entre os passageiros. Parece difícil, mas na verdade não é. É preciso planejamento.

Para facilitar a sua vida, o Cemara Informa convidou a personal organizer Flávia Benetton, que está há mais de 10 anos no mercado, para dar dicas de como arrumar sua bagagem, o que não pode faltar na mala das crianças e outras ideias importantes para evitar o estresse antes e durante a viagem. Veja as dicas a seguir:

Dica 1: Antes de começar, faça um checklist

Você deve sempre planejar com antecedência, fazer uma lista de tudo o que será necessário e antes de colocar na mala, checar item por item desta lista. Coloque tudo em cima da cama. Após isso, comece a fazer combinações de roupas, veja com quantas blusas você consegue usar com aquela calça e assim por diante. Lembre que as peças têm que combinar entre si. Para as mulheres, vale o truque dos acessórios, leve muitos, eles mudam o look da mesma roupa.

Dica 2: O que não pode faltar na mala

A roupa que não pode faltar é aquela adequada a ser usada no local para onde você está indo. Por isso, você precisa saber sobre o local da hospedagem, o transporte e as atividades que esta viagem contemplará. E ainda temperatura e previsão do clima. Então, se for para um local muito frio com neve, as meias grossas de lã, luvas, echarpes e segunda pele não podem faltar. Se for para um resort no Nordeste, leve cangas, biquínis, maiôs, sandálias, chinelos, além, claro, das peças básicas: lingerie, roupas para dormir, tênis etc. Você deve optar também por roupas que não amassem muito (ou que não amassem nada), fáceis de lavar, secar, dobrar e peças que combinem entre si e que façam várias combinações. Outra dica importante: não leve nada de muito valor e peças que você ama, para você não sofrer com um possível extravio de malas.

Dica 3: Sapatos e roupas íntimas em sacos de tecido

Sapatos e roupas íntimas devem ser armazenados dentro de sacos de tecido que hoje em dia, praticamente, todas as lojas de sapato fornecem. Se não tiver, fronhas são ótimas ou simplesmente enrole em algum tecido limpo e macio. Sapatos sempre no fundo da mala. As meias podem ir muito bem acondicionadas dentro dos sapatos, é uma boa forma para os sapatos não deformarem. As roupas íntimas também podem ser guardadas em sacos de tecido, é bom separar do resto, são peças mais delicadas. Um nécessaire também vale.

Dica 4: Cosméticos e remédios na mochila

O ideal sempre é o mínimo de bagagem possível, ocupando o menor espaço possível, mesmo para sua comodidade na hora de ficar indo de um lado para outro carregando as malas. Uma mochila é a melhor forma de carregar o que quer que seja em uma viagem, é prática, você fica com os braços livres e cabe muita coisa. Esta mochila tem que estar sempre à mão, no caso de viagem de avião será bagagem de mão, claro! No caso dos cosméticos, existem miniembalagens para levar shampoos, cremes, pasta de dentes etc. Para os remédios, o ideal é um nécessaire que deverá ir na mochila para estar sempre por perto em caso de emergências. Quando houver um remédio com agulhas, ou algo diferenciado, o ideal é levar junto a receita médica para não haver problemas em alfândegas, postos da polícia federal etc. Um aviso: no exterior você não compra medicamentos sem receita médica, nenhum, nem para dor de cabeça. Então leve!

Dica 5: Muitas roupas para as crianças

A mala das crianças deve ter muitas trocas de roupas. Exemplo: um adulto levaria 2 pijamas para 2 semanas. Uma criança levaria 6 pijamas. Criança suja muita roupa. Aqui, mais do que nunca, as roupas precisam ser confortáveis e fáceis de lavar e secar para você conseguir lavar no banheiro do hotel por exemplo. E mais, todos os objetos e produtos que você utiliza no dia a dia para as crianças, que devem ser colocados em uma mochila. Mas lembre: tudo sem  exageros.

Dica 6: Bagagens diferentes para viajar de carro, ônibus ou avião

Tem diferenças. O avião tem limites de peso e dimensão (nunca esqueça de checar antes com a cia aérea). Então temos que nos adaptar se não quisermos pagar excesso. E agora com esta nova modalidade de o valor do despacho das bagagens não estar incluído nas passagens, quanto mais leve e menor melhor. Viagem de ônibus você não paga o excesso, mas deve também não exagerar.

De carro, depende se você vai com o seu carro ou não e em quantas pessoas irão neste carro, não seja indelicado de fazer uma mala gigante que ocupará todo o porta-malas. Agora, se for sozinho de carro, deita e rola!

Boa viagem!

 



O seu IPTU 2018 chegou?

31 de janeiro de 2018 | Por cemara

CEMARA_JOB_0116_18_POST_IPTU_800X800px

Para auxiliar quem ainda não recebeu o boleto deste ano, preparamos um passo a passo bem rápido e simples. Assim, você conseguirá emitir seu carnê de IPTU para realizar o pagamento:

1 – Acesse o site da prefeitura do município do seu lote.

2 – Na página principal, clique sobre o link do IPTU 2018.

3 – Leia as instruções com atenção e preencha os dados. Esses dados poderão ser solicitados nos diversos canais de comunicação da Cemara.

4 – Você pode optar pela cota única ou parcelada.

5 – Pronto! Agora você já pode imprimir e pagar em um caixa eletrônico ou on-line.

Se preferir retirar o seu carnê pessoalmente, por favor, entrar em contato com a Cemara para agendamento.

Dúvidas? Consulte a prefeitura e informe-se como realizar o pagamento.



6 dicas para decorar a casa sem gastar muito

19 de janeiro de 2018 | Por cemara

Dê adeus ao velho projeto da sua casa com esses passos simples de decoração.

Se você está cansada da decoração da sua casa, mas aquela reforma grande não está nos planos, temos a solução. Com alguns truques simples de estilo, é possível renovar o ambiente sem precisar desembolsar quantias astronômicas. Inspire-se!

Cria uma parede-galeria.

decorar-sem-gastar-muito_4

Combinar quadros de diversos tamanhos para montar uma parede-galeria é uma tendência de decor. A ideia é ótima para repaginar ambientes em que você não pode fazer mudanças estruturais – por exemplo, no caso de um apartamento alugado. Esse truque não exige pintura, ou qualquer outra mão-de-obra pesada, apenas disposição para montar os quadros na parede. Uma boa dica é diagramar a posição deles primeiro no chão e, só depois, fazer os furinhos.

Abuse das prateleiras

decorar-sem-gastar-muito_0

Aquele cantinho sem graça pode ganhar vida com prateleiras novinhas em folha. Vale preenchê-las com flores, quadros e outros objetos delicados.

Dê uma demão de tinta naquele móvel antigo

decorar-sem-gastar-muito_2

Que tal dar uma demão de tinta naquela estante velha? Ou ainda no gabinete de madeira do banheiro? Essa pode ser a salvação de uma peça antiga. De quebra, ainda vale usar um tom diferente para renovar o ambiente.

Troque as almofadas

decorar-sem-gastar-muito_1

 

É interessante investir em uma boa variedade de capas de almofada. Dependendo das cores e das estampas, elas são capazes de modificar o humor da sua sala.

Ou a roupa de cama

decorar-sem-gastar-muito_0_0

O mesmo vale para seus jogos de lençol e edredons!

Pinte uma parede com um tom vibrante

decorar-sem-gastar-muito_3

Se quiser ir só um pouco além, escolha uma linda cor vibrante e pinte uma das paredes. O poder é notável! Apenas uma parede colorida e sua sala, por exemplo, ficará outra.

 

Fonte: https://claudia.abril.com.br/sua-vida/6-dicas-para-decorar-a-casa-sem-gastar-muito/

 

 

 



Nova Odessa, “o paraíso verde”.

12 de janeiro de 2018 | Por cemara

CEMARA_JOB_2496_17_POST_13_01_CEMARA_INFORMA

Cidade faz parte do Circuito Turístico de Ciência e Tecnologia e oferece aos visitantes pontos turísticos como o Instituto Plantarum, o de Zootecnia e o Parque Ecológico.

Nova Odessa/SP é considerada um dos maiores polos de desenvolvimento do interior do Estado de São Paulo e está no centro da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Com mais de 57 mil habitantes, o município consegue agregar a tranquilidade de uma cidade pequena ao dinamismo de um grande polo de desenvolvimento.

Nova Odessa, conhecida como “O Paraíso do Verde”, tem uma preocupação especial com o Meio Ambiente. São 15 árvores para cada habitante, e mais de 30 metros quadrados de área verde para cada morador – o dobro do recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A cidade, que fica a 120 km da capital paulista, também faz parte do Circuito Turístico de Ciência e Tecnologia, que inclui 12 cidades da região e oferece pontos turísticos voltados para ecologia e seu estudo, como o Instituto de Zootecnia, o Jardim Botânico Plantarum e o Parque Ecológico Isidoro Bordon.

Plantarum

Um dos destaques do turismo ambiental da cidade é o Jardim Botânico Plantarum que fica na área urbana de Nova Odessa e é um centro de referência em pesquisa e conservação da flora brasileira. O local foi idealizado a partir de 1990, pelo engenheiro agrônomo e botânico brasileiro Harri Lorenzi, com o objetivo de contribuir para a conservação da flora nacional.

Por mais de 35 anos, Lorenzi percorreu a maior parte dos ecossistemas do Brasil, em expedições científicas, destinadas ao levantamento, catalogação e coleta de plantas nativas, principalmente com potencial econômico e ameaçadas de extinção. Em 1998, o Instituto Plantarum adquiriu a área de cerca de 9 hectares em Nova Odessa, onde hoje é o Jardim Botânico para abrigar sua coleção viva de plantas.

Em 2011, o local foi reconhecido pela Comissão Nacional de Jardins Botânicos do Ministério do Meio Ambiente como Jardim Botânico, com os objetivos principais de estudo e conservação da biodiversidade vegetal brasileira e do meio ambiente, por meio de ações educacionais e de pesquisa.

Hoje, o Plantarum desenvolve vários projetos com intercâmbios científicos com outros jardins botânicos e educação ambiental para crianças, jovens e adultos, que privilegia a mediação de conhecimentos em atividades lúdico-didáticas. Atualmente, o acervo botânico vivo é constituído por quase 4000 espécies vegetais, representando os principais grupos botânicos da flora nativa do Brasil.



Confira 5 dicas para otimizar o espaço da sua casa

20 de dezembro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2496_17_POST_15_12_DIA_DO_ARQUITETO

Nos últimos anos, os hábitos de moradia mudaram significativamente. Em São Paulo, por exemplo, é notável o aumento de prédios de apartamentos compactos, com até 45 m², e principalmente de studios – aquelas opções sem divisórias entre os cômodos. Casais optam por terem filhos mais tarde do que antigamente e a necessidade de se morar em uma casa ou apartamento maior diminui.

“As famílias também estão voltando a valorizar os espaços públicos como opção de lazer, o que permite que até mesmo aqueles com filhos optem por um espaço menor do que o que era de costume há alguns anos atrás”, afirma Raquel Dei Santi, arquiteta e urbanista da Cemara Loteamentos, empresa de desenvolvimento urbano com atuação no interior de São Paulo.

Pensando nesse cenário, Raquel separou cinco dicas para aproveitar melhor o espaço de sua casa, sendo ela pequena ou não.

1. Móveis pequenos

Não há necessidade de encher a casa de móveis grandiosos quando o espaço disponível é pequeno ou quando nem são muitas pessoas que moram neste lugar. Abra mão daquele sofá em L que, no final das contas, vai oferecer o mesmo conforto de um com apenas três lugares. Esqueça também daquela mesa de jantar grandiosa se você só recebe amigos algumas vezes no mês. O bom é apostar em móveis pequenos e na descontração o momento de recepcionar as visitas.

2. Ambientes divididos

Quando o espaço já não é dos maiores, o melhor é evitar a divisão excessiva de ambientes, integrando-os sempre que possível. Para ajudar a aumentar a percepção de um lugar espaçoso do que realmente é, uma dica é investir em móveis mais baixos ou que, pelo menos, tenham detalhes vazados. Se possível, mantenha também o mesmo piso em toda a casa, pois isso cria continuidade, o que dá a ideia de mais amplitude ao espaço.

3. Cores claras

Na hora de pintar sua casa ou apartamento, esteja ciente de que cores mais neutras ou claras são capazes de aumentar a nossa percepção de espaço. Claro que não é necessário abandonar por completo as cores mais fortes, mas elas devem ser usadas como detalhes, mantendo opções como branco, off-white e cinza como predominantes. Esta ideia deve ir além das paredes e ser usada também na hora de escolher o piso da casa e a tonalidade das outras superfícies.

4. Multifuncionalidade

Com o aumento da procura apartamentos com menos de 50m², muitos fabricantes de móveis estão apostando em móveis multifuncionais e retráteis para otimizar espaços. Investir em camas que podem ser guardadas no armário durante o dia, por exemplo, podem ser uma boa opção para aqueles que não possuem um grande espaço em casa.

5. Espelhos

Usado em detalhes da casa, o espelho pode passar uma ideia de refinamento, mas, em superfícies mais amplas, não só valoriza o ambiente como dá a sensação de continuidade do espaço. Só cuidado para não exagerar: esse recurso deve ser usado de forma estratégica, em ambientes que não são utilizados por um longo período de tempo. Caso contrário, pode se tornar um incômodo.

 

SOBRE A CEMARA

Fundada no final da década de 1970, em Americana (SP), a Cemara Loteamentos iniciou a trajetória no mercado imobiliário para contribuir de forma direta no desenvolvimento social e urbano de diferentes municípios.

Há 38 anos no mercado e com uma filial em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, já vendeu mais de 21 mil terrenos em diversas cidades do interior do estado de São Paulo. Desde então, já foram realizados 37 loteamentos que geraram mais de 12 milhões de metros quadrados de áreas urbanizadas.

 



Energia solar é alternativa econômica e sustentável para quem está construindo

16 de novembro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2204_17_POST_17_11_CI_ENERGIA_SOLAR    

A CPFL Energia lançou a Envo, empresa voltada para a atuação no mercado de geração distribuída solar para clientes residenciais e comércios de pequeno porte.

Investir em um projeto de geração solar para residência ou para o pequeno comércio é uma das alternativas energéticas mais promissoras para enfrentar os desafios do setor elétrico nos próximos anos. Uma ótima opção para quem tem projetos para construir sua casa própria. Ainda mais no Brasil, onde os índices de insolação são maiores do que outros países.

Pensando nisso, a CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, anunciou neste ano, a criação de uma nova empresa, a Envo, que significa “Energia para você”, voltada para a atuação no mercado de geração distribuída solar para clientes residenciais e comércios de pequeno porte.

“A geração e distribuição de energia solar é um dos mercados mais promissores do setor elétrico brasileiro e a aposta neste segmento está em linha com os esforços do Grupo CPFL em desenvolver novos negócios voltados para a economia de baixo carbono, como investimentos em energia renovável, eficiência energética e a digitalização da rede elétrica, além das pesquisas na área de mobilidade elétrica e armazenamento”, disse o presidente da CPFL Energia, Andre Dorf.

Com a Envo, a CPFL Energia amplia o porfólio de produtos e serviços energéticos oferecidos aos consumidores e consolida uma nova etapa no relacionamento do Grupo com este novo consumidor cada vez mais consciente e exigente. O foco inicial de atuação da Envo será nos municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Com isso, o ser- viço estará disponível para Jundiaí, Sorocaba, Vinhedo, Hortolândia, Indaiatuba, Valinhos, Paulínia, Americana, Itatiba, Jaguariúna, Piracicaba, Sumaré e Pedreira, além de Campinas e outras regiões.

Economia

Com a energia solar, o consumidor passa a produzir a sua própria energia, e reduz em até 95% o valor da conta de luz. Quando o consumo é menor do que o volume gerado, a diferença se torna um crédito que é usado para reduzir a fatura da conta de energia elétrica, que ainda é necessária para atender ao consumidor na falta de energia solar.

Além da economia para o bolso do cliente, a geração solar também contribui para o meio ambiente, por ser uma energia limpa e renovável, reduzindo a demanda pela ener- gia das fontes mais caras e poluentes. Os outros benefícios da geração distribuída são: aumento da segurança energética, redução das perdas de energia e diminuição do custo global de operação do sistema.

O modelo de negócio prevê que a companhia seja responsável por todas as etapas de um projeto para o cliente. A Envo atuará desde a concepção técnica (avaliando itens como consumo de energia, condições estruturais do imóvel, níveis de irradiação solar e de som- breamento no local), passando pela revenda e instalação da solução completa, até a homo- logação do consumidor junto à distribuidora, intermediando, ainda, o processo de instalação do medidor digital.

Clientes interessados em desenvolver um projeto de geração distribuída solar têm à disposição um simulador no site da Envo (www.envo.com.br), que – a partir da inserção das informações do consumo mensal de energia e do local do imóvel – sugere uma referência de projeto para a unidade consumidora.

A simulação aponta o tamanho do projeto, a quantidade de placas solares, a área mínima necessária para colocação dos painéis, a produção de energia em 12 meses e o investimento total.



Armários abertos

3 de novembro de 2017 | Por cemara

1

Ao mesmo tempo que desejamos uma cozinha planejada, caríssima e cheia de armários…

2

Os arquitetos usam e abusam de soluções charmosas e baratas!

3

Os armários abertos são práticos, pois os utensílios ficam sempre a mão…

4

…mas não podemos pensar como a vovó que usava garfos tortos e pratos desparcerados no dia a dia e guardava sua melhor louça para a visita.
Dica: Tenha apenas um jogo de jantar, bonito e sem frescura, de uma boa marca para que você possa repor peças no caso de quebra (algumas marcas garantem a produção daquela linha por 10 anos).
5
O que está exposto deve ser usado com frequência para não acumular pó.
6
Utensílios que são pouco usados devem ser guardados em cestos ou caixas.
7
Alguns suportes facilitam o manuseio e dão um charme a mais!
8
Inspire-se…
9
E entre nessa onda!
Fonte: http://www.tuorganizas.com/2013/01/armarios-abertos.html


Do melhor horário à distância ideal: 15 dicas para uma boa caminhada

24 de outubro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2066_17_POST_24_10_DICAS_CAMINHADAS

 Caminhar com regularidade pode ajudar a reduzir a pressão arterial e melhorar a depressão; mas é preciso ‘andar direito’

A caminhada é o exercício mais fácil de se fazer. E, ao contrário do que muita gente pensa, ela traz sim muitos benefícios à saúde, principalmente para o coração, por ser uma atividade aeróbica.

De baixo impacto, ela costuma ser a eleita para quem tem problemas nas articulações, bem como para aqueles com idade mais avançada. A simples regularidade em manter essa atividade física já tem poderes de reduzir a pressão arterial, proteger contra o diabetes, afastar a chegada da osteoporose, aumentar a capacidade pulmonar e até mesmo é eficaz para diminuir sintomas da depressão.

1. A distância inicial deve ser de mais ou menos 1,5km percorridos em 15 minutos.

2. Os melhores horários para uma caminhada são antes das 10h e depois das 17h, horário em que o sol não está forte

3. Como qualquer exercício, escolha um local em que o ar está com boa qualidade.

4. É bom manter os braços relaxados, mas com movimentos sincronizados.

5. Estabeleça uma frequência de no mínimo 3 vezes por semana, em dias intercalados.

6. Arrume uma companhia para a caminhada, e permita-se conversar sobre assuntos descontraídos.

7. O melhor solo para uma caminhada é aquele que é macio.

8. É importante manter uma boa postura, com o abdômen contraído.

9. Escolha um tênis macio e próprio para caminhadas.

10. Use roupas leves e claras

11. Procure dar passos largos, mas sem acelerar o ritmo da caminhada.

12. Observe a paisagem e converse descontraidamente, mas sem perder o ritmo da caminhada.

13. Para a caminhada não é preciso fazer aquecimento antes de começar.

14. Mantenha a frequência cardíaca entre 70%a 85% da Frequência Cardíaca Máxima.

15. Só passe para o jogging (corrida em trote lento) ou corrida quando já estiver bem condicionado.

Fonte: http://saude.ig.com.br/alimentacao-bemestar/2014-09-02/do-melhor-horario-a-distancia-ideal-15-dicas-para-uma-boa-caminhada.html



Outubro Rosa: especialista dá dicas para realizar a mamografia com tranquilidade

10 de outubro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2066_17_POST_06_10_OUTUBRO_ROSA

Durante o mês de outubro, o rosa simboliza muito mais do que o feminino. Por trás da cor, está uma causa: a prevenção do câncer de mama. Ao direcionar a atenção para a cor e o laço, símbolos da campanha, o movimento Outubro Rosa reforça a necessidade de diagnóstico precoce e tratamento contra a doença que abala o físico e o emocional das pacientes.

Criado durante a Corrida pela Cura de Nova York, nos Estados Unidos, o movimento se intensificou a partir de 1997. No Brasil, a primeira manifestação pública em apoio à campanha aconteceu em 2002, com a iluminação em rosa do monumento o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo. Desde então, o Outubro Rosa está na pauta de discussões de todo o país ano após ano.

Acompanhamento médico e a realização da mamografia a partir dos 40 anos são fundamentais para um bom prognóstico – o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura em até 95%. Mas, apesar de constituir um foco preventivo essencial, a mamografia ainda é um exame que gera dúvidas e até causa angústia em muitas mulheres. Mas não precisa ser assim. Especialista em diagnóstico da mama do Centro de Diagnósticos Brasil (CDB), em São Paulo, a radiologista Vivian Schivartche lista cinco dicas pra quem vai fazer a mamografia com tranquilidade e segurança.

1. Prefira a digital

Se a paciente puder optar pela mamografia digital em detrimento da convencional, é melhor. Mas vale ressaltar que, hoje em dia, já é possível realizar a tomossíntese – ou mamografia 3D – em muitas cidades do Brasil, aumentando ainda mais o percentual de diagnóstico precoce.

2. Fique de olho no calendário

Observe a reação do seu corpo durante o ciclo menstrual, evitando agendar a mamografia naqueles dias em que as mamas estão mais sensíveis e doloridas.

3. Aposte na tecnologia

Se puder escolher a clínica onde será realizada a mamografia, dê preferência às que investem em novas tecnologias, já que os mamógrafos vêm sendo modificados para tornar o exame mais rápido e menos incômodo às pacientes. Outro ponto importante é a clínica contar com um radiologista especializado em imagem da mama para orientar a realização do exame.

4. Siga as orientações direitinho

Durante o exame, procure seguir a orientação do profissional que está no comando, evitando movimentos que possam comprometer o resultado final. Tenha em mente de que se trata de um exame rápido, realizado somente uma vez ao ano, e que pode salvar a sua vida.

5. Se tiver de repetir o exame, sem desespero, viu?

Não se apavore se for chamada para uma repetição da mamografia. Ao contrário, procure agendar o quanto antes esse novo exame e tente relaxar, permitindo a compressão necessária para a melhor imagem possível. Oito em cada dez nódulos encontrados não têm nada a ver com câncer.

 

Fonte: http://revistadonna.clicrbs.com.br/saude/outubro-rosa-especialista-da-dicas-para-realizar-mamografia-com-tranquilidade/



Dicas da Cemara para o mês das crianças

9 de outubro de 2017 | Por cemara

 

CEMARA_JOB_2066_17_POST_08_10_DICAS_CRIANCAS
Para fugir do tédio, fazer a alegria da criançada e aproveitar ao máximo o mês de outubro, destacamos algumas atrações imperdíveis nas cidades em que a Cemara está presente.

Confira, programe-se e divirta-se pra valer com toda a sua família!

PIRACICABA

  • Engenho Central

Salão de Humor – Encerra no dia 12/10

  •  Teatro Erotides de Campos

12/10, 15h – Vem dançar com a Nina

13/10, 15h – Fonzera

  •  Shopping Piracicaba

– Parque Emoji – O filme

Até 31/10.
Cine Araújo

Filmes em cartaz:

Pica-pau, o filme

My Little Pony: o filme

As aventuras do Capitão Cueca

Condorito, la película

Lego Ninjago – O filme

Thor 3 – Ragnarok

Missão Cegonha

 

  • SESC

Sempre Criança

Programação infantil com oficinas, peças de teatro, filmes, shows, contação de estórias, além da exposição ‘Arte à primeira vista’ durante todo o mês de outubro.

 

  • Rua do Porto

Passeio de trenzinho Maria Fumaça

Passeio de barco pelo Rio Piracicaba

Parquinho e passeio de pedalinho

 

  • 2ª Flipira – Festa Literária de Piracicaba

27 a 29/10

Casarão do Turismo

 

 

HORTOLÂNDIA

  • Centro Cultural Casa de Joana

12/10, às 16h – O Grande Mergulho

 

  • Shopping Hortolândia

– Era uma vez

12/10

16h e 18h: A Branca de Neve e os 7 anões – Contação de estória

15h e 17h – Oficina de Maçã do amor

 

14/10

16h e 18h: João e Maria – Contação de estória

15h e 17h – Oficina de Cupcake

 

15/10

16h e 18h: Pinóquio – Contação de estória

15h e 17h – Oficina de Fantoche

 

– Cinema

Filmes em cartaz:

Pica-pau, o filme

My Little Pony: o filme

Lego Ninjago: o filme

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

 

  • Riopreto Shopping

– Festival Infantil – O teatro vai ao Shopping

10/10, às 16h – Poesia para a Palhaça

11/10, às 16h – O Pequeno Príncipe

12/10, às 16h – A Mochila Amarela

Festival Gourmet Kids

Até 14/10

 

Experiências gastronômicas para crianças com oficinas fáceis, deliciosas e gratuitas. Nove dias e mais de 40 oficinas ministradas por chefs, confeiteiros profissionais e influencers digitais.

+ Informações no link: https://goo.gl/jBuFW5

 

  • Iguatemi Rio Preto

– Domingo é dia de teatro

15/10, às 16h – Shrek: O roubo do bolo

22/10, às 16h – A lenda de Scrooge

29/10, às 16h – Gostosuras ou Travessuras

– Playground Trampolim Parque

Funciona até 15/10.

Com 100 m², o parque possui camas elásticas de 5 metros de comprimento, cesta de basquete com espumas, safári da diversão, espaço para escalar e jogar bola queimada.

– Oficina de Minecraft

De 10 a 14/10. Turmas das 14h às 19h.

 

  • Cidade da Criança

Natureza e diversão com mais de 230 brinquedos. Funciona de terça a domingo, de 9h às 17h.

 

  • SESC

Dia das Crianças 

Programação infantil com sarau, brincadeiras, yoga, contação de estórias, teatro, música e circo durante todo o mês de outubro.

 

 

AMERICANA

  • Zoo Americana

12/10

09h30 – Lobo Túlio e as três porquinhas

10h30 – Coral infantil Villa Lobos

11h – O palhaço sou eu

 

  • Teatro Paulo Autran

22/10, às 16h – Doutora Brinquedo

 

  • Biblioteca Municipal

Cine Biblioteca

11/10, às 14 – O poderoso chefinho

 

  • Flamengo Futebol Clube

– Festa à fantasia Teen:11/10, a partir de 20h

– Dia das Crianças: 12/10, das 10h às 17h

 

SANTA BÁRBARA D´OESTE

  • Tivoli Shopping

– Cinema

Filmes em cartaz:

Pica-pau: o filme

My Little Pony: o filme

Lego Ninjago: o filme

Thor 3 – Ragnarok

 

  • Teatro Municipal Manoel Lyra

11/10, às 19 horas – Peter Pan e Wendy

27/10, às 20 horas – High School – O Musical

28/10, às 19h30 – Concerto de Primavera com a Orquestra Filarmônica Paulo Bellan

 

  • VIC Center

– Cinema

Filmes em cartaz:

Pica-pau, o filme

Lego Ninjago : o filme

Thor 3 – Ragnarok

 

Aproveite! 



Psicólogos explicam os benefícios de se fazer bolos, biscoitos ou pães para outras pessoas

15 de setembro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_1832_17_POST_17_09_BOLO

As pessoas que gostam de fazer bolos ou biscoitos aproveitam qualquer desculpa para esquentar seus fornos. Fazem um bolo para comemorar o aniversário de alguém, dedicam tempo assando biscoitos para um dia de festa e preparam brownies simplesmente porque todo o mundo adora chocolate.

Mas assar bolos e bolachas é muito mais do que apenas criar algo doce para comer. Especialmente quando é feito para outras pessoas, é um ato que traz toda uma série de benefícios psicológicos.

Às vezes não existem palavras para expressar o que você sente, e apenas a comida é capaz de transmitir o que você quer dizer ao outro. Whitbourne disse: “As pessoas que têm dificuldade para exprimir seus sentimentos em palavras podem demonstrar gratidão, apreciação ou condolências, oferecendo às outras um bolo ou uma travessa de biscoitinhos”.

Julie Ohana é assistente social médica e terapeuta que trabalha com artes culinárias. Ela disse:

“Em muitas sociedades, em muitos países, a comida realmente representa uma expressão de amor. Isso é belo, porque é algo que todos podemos entender. Acho que pode chegar a ser pouco sadio se a comida tomar o lugar da comunicação no sentido tradicional, mas, se ela é oferecida lado a lado com palavras, é uma coisa positiva e maravilhosa.”

Assar bolos ou pães para você mesmo ou para outras pessoas é uma forma de mindfulness

Todos nós já ouvimos falar nos benefícios da meditação e do mindfulness – para citar apenas dois benefícios, elas aumentam a felicidade e reduzem o estresse. Assar bolos e biscoitos pode proporcionar alguns dos mesmos benefícios a quem o faz.

“Para preparar bolos ou biscoitos é preciso prestar atenção plena ao que se faz. É preciso medir as quantidades e abrir a massa. Quando você concentra sua atenção nos aromas e sabores, em estar presente com aquilo que está criando, esse ato de mindfulness, de atenção consciente no momento presente, também pode reduzir seu estresse”, explica Pincus.

Essa ideia fundamentada é uma das razões porque a terapia com arte culinária está ganhando mais destaque, lado a lado com a terapia artística – as duas coisas se enquadram em um tipo de terapia conhecido como ativação comportamental.

Ohana conta que está sendo procurada por cada vez mais pessoas que querem recriar o modelo que ela adotou em suas próprias práticas terapêuticas.

“Assar pães, bolos ou bolachas requer pensar passo a passo e seguir as etapas específicas do aqui e agora, mas também exige que se pense nas receitas como um todo, no que você vai fazer com elas, em quem vai consumir aquele prato, o momento em que você vai compartilhá-lo com alguém. Por isso, preparar bolos é uma maneira muito boa de desenvolver aquela consciência equilibrada do momento e do contexto mais amplo”, diz Ohana.

E o mindfulness, além de ser uma habilidade muito boa de se dominar, também pode ajudar a suavizar pensamentos negativos. John Whaite, vencedor do programa de TV “The Great British Bake Off” em 2012, já disse publicamente que criar pães, doces e bolos o ajuda a controlar sua depressão maníaca.

Pincus disse que quando você está com a consciência voltada ao aqui e agora, como é o caso quando faz bolos, por exemplo, “você não está remoendo pensamentos na cabeça, algo que sabidamente conduz à depressão e aos pensamentos tristes – está fazendo algo produtivo. E o que é gostoso de assar bolos e bolachas é que ao final do processo você tem um resultado positivo muito concreto, algo que, além disso, pode ser muito benéfico para outras pessoas.”

Preparar pães ou bolos para outras pessoas é uma forma de altruísmo

O que está ao cerne de preparar bolos ou biscoitos para outra pessoa é o próprio ato de doar. O processo de preparo do quitute pode contribuir para um senso geral de bem-estar, e doar o que se criou intensifica essa sensação.

“Assar bolos para outros pode elevar o senso de bem-estar, contribuir para a redução do estresse e fazer você sentir que fez algo de bom para o mundo, o que pode intensificar sua ligação com outras pessoas e fazê-lo sentir que a vida tem mais sentido”, disse Pincus.

Preparar bolos e biscoitos com a intenção de dá-los a outras pessoas é uma forma de altruísmo – ou seja, é um sacrifício que você faz por outra pessoa –, e os benefícios desse ato de generosidade já foram fartamente estudados.

Mas, segundo Whitbourne, “preparar bolos para outras pessoas também possui um valor simbólico, porque o prato carrega um significado tanto físico quanto emocional. Os maiores benefícios advêm quando você assa biscoitos ou bolos não para chamar a atenção ou competir com outros, mas quando você simplesmente quer compartilhar os bolos com outras pessoas que você imagina que vão apreciá-los. Desde que você seja bom em fazer os bolos ou biscoitos.”

Se assar bolos é uma atividade que o deixa estressado, você não terá as mesmos resultados psicológicos positivos. “Se uma pessoa tem fobia de cozinhar ou assar, então não deve praticar essa atividade. Assar bolos ou biscoitos é bom para pessoas que já tenham um nível básico de familiaridade com a cozinha”, diz Ohana.

Pincus concorda: “Desde que não seja estressante nem uma obrigação, essa atividade pode ser benéfica para todos.”

“Acho que oferecer comida a outra pessoa é reconfortante tanto para a pessoa que recebe a comida quanto para aquela que a serve e oferece.”, disse Ohana.

Fonte:http://www.fasdapsicanalise.com.br/psicologos-explicam-os-beneficios-de-se-fazer-bolos-biscoitos-ou-paes-para-outras-pessoas/



Churrasco: 12 dicas de especialista!

20 de abril de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_0064_17_POSTS_20_04_CHURRASCO
Unanimidade nacional, o churrasco é uma forma de se deliciar com comida de qualidade e também reunir os amigos. Pensando nisso, a GLOBO RURAL chamou a expert no assunto Clarice Chwartzmann para tirar as dúvidas dos leitores.

Separamos as 12 melhores perguntas e respostas. Quem sabe não está aqui a solução para seu churrasco ser um sucesso?

Confira:

1) Tem algum segredo para assar frango? Precisa de uma certa paciência? Há que mudar a altura do frango ao braseiro durante o processo? Ireno Filho.

O frango é melhor espetar, em pedaços. Aqui a gente faz de coxa, sobrecoxa e asinha. Eu gosto de deixá-lo na parte mais alta da churrasqueira e ir assando devagarzinho e vou molhando com manteiga derretida, com um pincel. Para dourar no final eu baixo até o meio.

2) Você tem alguma dica para fazer um churrasco perfeito para as crianças? Mundo do Sítio.

As crianças adoram picanha, sem a gordura, maminha e eu também faço na grelha um filé mignon. Aqui, costumamos fazer de entrada o coraçãozinho de galinha também.

3) Na minha casa costumamos fazer churrasco com carne bovina (picanha, miolo de alcatra, fraldinha), suína (costelinha), frango (sobrecoxa sem osso), linguiças. Nosso problema é sempre a quantidade. Sobra muito! Quando o churrasco é bem variado assim, quanto você recomenda de cada tipo de carne? Renata Leal.

Às vezes eu exagero também, para sobrar para o arroz carreteiro depois. Mas, geralmente, eu calculo uns 300 gramas para mulher e 500 gramas para homens.

4) Qual o segredo para deixar a carne no ponto certo (nem mal, nem bem passada)? Mariana Benvenido.

Eu costumo identificar que a carne está ao ponto quando ela começa a suar, ficar molhada do lado de cima, depois que você vira a primeira vez. Aí ela começa a ficar ao ponto.

5) No costelão, devo colocar sal dos dois lados e virar ou deixar sempre do mesmo lado? O osso tem que ficar voltado para baixo? Maria Marta Severo.

O sal se coloca dos dois lados. E a costela se coloca sempre com o osso para baixo, em direção à brasa.

6) Nunca fiz cordeiro em churrasco. Que dicas pode me passar? Fogo baixo? Durante quanto tempo? Que tempero fica bom com essa carne? Melhor inteiro ou como fatiar? Litiara Battiston.

Se a peça for grande, ela sempre é assada na parte mais alta da churrasqueira. Leva mais tempo, mas ela fica assada por completo. O tempero que eu gosto é somente sal. Depois de servido eu sempre coloco um limão à disposição dos convidados.

7) Quero saber se asa e coxas de frango tem que ferventar ou se vão direto pra grelha? José Antonio.

Não precisa ferventar. Eu deixo assar na parte do meio da churrasqueira e vou pincelando com manteiga derretida e com um pouco de alecrim. Fica uma delícia.

8) Que tempero que você recomenda para um churrasco com cortes de carne bovina? Ibrain Pires.

Eu só uso sal. Sal grosso para a costela e para as outras carnes uso o “sal de parrilla” que é um pouco mais fino.

9) Qual a melhor carne para grelhar e para colocar no espeto? Wesley Baggetto.

A melhor carne para grelhar é a picanha, entrecot, carnes em tamanhos pequenos, em postas. As melhores carnes para espeto são a costela, o vazio, que são assadas inteiras.

10) Salgando a carne antes ela fica seca? Colocar o sal só depois a deixa mais suculenta? Beatriz Raulino.

Eu salgo a carne antes de colocar na churrasqueira. Ela não fica desidratada. O importante é comprar a carne sem aquele caldo de sangue que fica na embalagem. Isso deixa a carne mais seca, e não o sal.

11) Qual o peso ideal da picanha pra quando fizer não estar dura? É verdade que tem um peso ideal? Silvana Xavier Pereira.

A picanha deve ter no máximo 1,100kg.

12) Por que a costela assada no forno demora e fica dura? Daniel Gonçalves.

A costela precisa de tempo para assar. Mesmo no forno precisa assar em fogo baixo por mais tempo. Na churrasqueira, demoro umas 4 horas.

Fonte: http://revistagloborural.globo.com.

 



Quintal: 10 brincadeiras divertidas para fazer com as crianças

| Por cemara

CEMARA_JOB_0064_17_POSTS_20_04_QUINTAL
Certa vez, um amigo pediatra comentou que nunca, nos mais de 30 anos em que ele exerce a medicina, se viu tantos diagnósticos de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) como na última década.

Infelizmente, tem se falado tanto em Hiperatividade que muitos profissionais têm chegado ao exagero de classificar qualquer criança agitada ou que se distrai com facilidade, como hiperativa.

Existem cada vez mais pais preocupados com essa possibilidade, embora a maioria dos casos seja apenas uma característica normal das crianças – o fato de ter energia para dar e vender.

O que ocorre é que, após um dia inteiro em espaços fechados, essas crianças precisam expandir e extravasar as suas energias.

As crianças de hoje têm muito acesso à tecnologia: existem pelo menos uns quatro canais passando desenhos animados, 24h por dia em qualquer pacote básico de TV por assinatura; muitas crianças têm, inclusive, TV no quarto. Jogos eletrônicos estão presentes em quase todos os lares e, como se não bastasse isso, agora podem ser acessados de qualquer lugar por meio de dispositivos móveis como notebooks, tablets e aparelhos de celular. Elas divertem-se praticamente sem se movimentar.

Que fique claro que não sou contra nenhuma dessas tecnologias! Só não concordo com seu uso indiscriminado.

Qual seria a solução, então?

Minha sugestão é: limitar o tempo gasto com tecnologias e aumentar o tempo gasto brincando!

Os pais são um pouco culpados… Temos medo que os filhos caiam, machuquem ou até que se sujem demais. E, assim, privamos que eles sejam quem são, ou seja, crianças!

Brincar promove a socialização, integração e a noção de cooperação na criança. Além de desenvolver os aspectos cognitivo, psicomotor e afetivo.

Precisa de algumas ideias? Pois aqui vai uma lista de brincadeiras tradicionais no Brasil:

1. Alerta cor

uma pessoa é escolhida para ser o pegador e os demais ficam espalhados. O pegador diz “alerta cor!” e os demais perguntam “que cor?”. O pegador, então, escolhe uma cor e todos deverão tocar em algo dessa cor para ficarem salvos, caso contrário, poderão ser pegos.

2. Arranca rabo

cada participante ganha uma tira de tecido (pode ser um lenço) para pendurar na parte de trás da calça, como se fosse a cauda de um animal. Ao sinal, todos correm tentando arrancar a cauda dos outros participantes. Vence quem conseguir juntar mais caudas, sem perder a sua.

3. Cada macaco no seu galho

um participante é escolhido para ser o caçador, os demais serão os macacos. Os macacos fazem uma roda e o caçador fica no meio. Os macacos vão girando a roda. Quando o caçador gritar “cada macaco no seu galho!”, eles deverão correr e subir em algum lugar alto (cadeira, escada, etc). Enquanto estiverem no chão, poderão ser pegos pelo caçador.

4. Chicotinho queimado

pegar um pedaço de pano para ser o chicotinho queimado. Um participante será o mestre e esconderá o chicotinho sem que as outras vejam. Depois todos saem para procurar. Quando um participante chegar perto do chicotinho escondido o mestre deverá dizer “está esquentando”; se ele se afastar, o mestre dirá “está esfriando”. Vence quem conseguir achar o chicotinho.

5. Corrida de três pernas

desenhe uma linha de chegada no chão. Forme duplas com os participantes e amarre a perna direita de um com a perna esquerda do outro. Ao sinal da largada, as duplas deverão correr até a linha de chegada. Vence a dupla que chegar primeiro sem cair ou soltar as pernas amarradas.

6. Foguinho

escolher dois participantes para girar uma corda para um terceiro pular. Enquanto giram a corda, cantam “Salada, saladinha, temperada com sal, pimenta, fogo, foguinho!”. Quando pronunciar a palavra “foguinho” chacoalham a corda bem rápido, até a pessoa que está pulando esbarrar nela.

7. Lencinho na mão

os participantes sentam no chão formando uma roda. Um participante, que será o mestre, fica em pé, andando em volta da roda, com um pedaço de pano na mão, enquanto os outros cantam: “Lencinho na mão, caiu no chão; moça bonita do meu coração; galo que canta corococó; chupa cana com um dente só; é 1, é 2, é 3; acabou a sua vez”. Ao dizerem isso, o mestre tem que largar o lencinho atrás de alguém que estava sentado – essa pessoa deverá sair correndo e tentar pegar o mestre, que por sua vez estará salvo se conseguir sentar no lugar da pessoa que se levantou.

8. Mãe da rua

traça-se uma linha no chão, em cima da qual ficará um participante, que será a mãe da rua. Ele poderá se mover somente em cima da linha. Os participantes ficarão de um lado do campo e, dado o sinal, deverão passar para o outro lado cruzando a linha. Quem a mãe da rua tocar estará pego. Depois, repete-se até que sobre somente um participante, que será o vencedor.

9. Morto vivo

os participantes ficam em fileira e um é escolhido para ser o mestre. Quando o mestre gritar “morto”, os participantes agacham; quando gritar “vivo”, os participantes ficam em pé e levantam os braços. E assim ele vai alternando, acelerando e reduzindo a velocidade. Quem errar, sai da brincadeira. Quem conseguir ficar até o final, vence.

10. O mestre mandou

escolher um participante para ser o mestre. Os demais obedecerão a ele. O mestre dá uma ordem, começando com “o mestre mandou”, por exemplo: “o mestre mandou pegar uma pedrinha”. Quem não pegar sai, quem pegar continua. Até que sobre somente um participante, que será o novo mestre.

Ficou com vontade de brincar? Então, junte a meninada e divirtam-se!

Fonte: https://familia.com.br.



Páginas:«1234567...48»

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara