Captação da Água da Chuva pelo Telhado em Cisternas

22 de novembro de 2017 | Por cemara

CEMARA_JOB_2204_17_POST_21_11_DICA_CONSTRUCAO_01

 

O Telhado e a Captação de Água da Chuva

Normalmente é utilizado o próprio telhado das moradias; porém, deve-se observar que, além do tamanho necessário, ele seja regular para captar toda a água da chuva.

Os diversos tipos de instalações para captação de água da chuva até aqui descritos normalmente são abastecidos com a água que escorre do telhado da casa.

Em cerca de 90% dos casos a área do telhado é grande o suficiente para garantir uma quantidade de água potável suficiente para todos que moram debaixo desse telhado.

Porém também é possível usar uma área no chão, que seja cimentada ou coberta com pedras, como área de captação.

 

Materiais Utilizados na Captação de Água da Chuva

As calhas e bicas para captar a água do telhado podem ser de vários tipos de material: são usados canos de PVC cortados no meio, folhas de zinco, até latas de óleo ou madeira.

As calhas devem ficar imediatamente embaixo das telhas para não desperdiçar a chuva forte das trovoadas.

Uma maneira de como captar a água é usar uma folha de zinco de 60 cm de largura, dobrar o zinco pelo cumprimento em forma de um ele (“L”) e coloca-la diretamente embaixo da última fileira de caibros no telhado.

 

Filtragem e Utilização da Água da Chuva

Entre o cano que transporta a chuva coletada e a cisterna deve ser instalado um filtro, que limpará as impurezas da água antes de ser armazenada.

Você também pode adicionar uma peneira no acesso da água à cisterna. Ela fará uma filtragem macro da água, separando folhas e matéria orgânica.

Há, ainda, a opção da instalação de um filtro interno na cisterna, mais eficiente quando da maior incidência de folhas de árvores no telhado.

É importante notar que a água da chuva não é potável.

Para manter a água coletada limpa, adicione uma pastilha de cloro orgânico à cisterna.

Sistema de Captação de Água da Chuva

Veja algumas observações antes de iniciar a construção:

Devemos analisar a área do telhado (área de captação de água);
Quanto chove em nossa região (potencial de volumen de água para o reservatorio);
Tipo de telha existente, evitando as de amianto (Eternit, Brasilit e similares);
Quantidade de água que necessita (demanda familiar);
Dimensionamento do volume da cisterna.
Vejamos um exemplo:

Área do telhado 120 m2
Quantidade de chuva 100 mm/ mês
Considerando que 1 mm de chuva em 1 metro quadrado de telhado é igual a 1 litro, logo teremos disponível no mês 12 mil litros para serem armazenado.

Então projetamos uma cisterna com capacidade de armazenar 12m3 (1m3 = 1000 litros), tendo assim 400 litros disponível por dia.

 

Localização da Cisterna para Água da Chuva

Quando for construir cisternas, é preciso prestar atenção à altura entre o telhado e a cisterna. O telhado deve ser mais alto que a cisterna, para permitir que a água desça de todos os lados por gravidade.

telhado chuvaO local da construção da cisterna deve estar situado longe de lixões, currais, fossas ou outros pontos de poluição que possam colocar em risco a qualidade da água e/ou comprometer a estrutura da cisterna.

A distância mínima entre a cisterna e esses locais deve ser de 10 a 15 metros.

É importante que a construção seja feita próxima da cozinha, para facilitar o abastecimento da casa, a colocação das calhas, tubos da área de captação e o próprio acesso à água.

Não é recomendável construir a cisterna em local próximo a árvores e arbusto com raízes fortes, como juazeiro, barriguda e outras, pois essas plantas podem quebrar as paredes da cisternas, provocando vazamentos.

 

Fonte:  http://www.fazfacil.com.br/reforma-construcao/cisternas-captacao-agua-chuva/

 

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara