O efeito dos metalizados em peças de decoração

28 de maio de 2018 | Por cemara

CEMARA_JOB_0876_18_POST_CROMADO_FACEBOOK_1000x1000px

Quem deseja compor uma decoração que transmita uma atmosfera imponente, glamourosa, sofisticada, marcando personalidade em qualquer cômodo, pode optar pelos metais. Num primeiro momento, a ideia pode parecer extravagante. Mas, se for realizado um bom planejamento, o efeito final pode ficar maravilhoso.

Quanto se trata dos metalizados, deve-se ter cuidado com os exageros. Existe uma infinidade de maneiras para a inserção dos metalizados na decoração. Pode-se começar empregando-os em pequenos detalhes isolados, sem haver quaisquer exageros e ainda respeitando aquilo que já existe no local. Em propostas mais ousadas vê-se a fusão de metalizados. Porém, se a ideia é criar algo mais sóbrio e discreto, o indicado é acrescentar tons de cores similares ao tipo de metal escolhido. O importante é conseguir a harmonização entre objetos e revestimentos.

Atualmente, nas propostas de decoração de interiores, vê-se muito o emprego dos metalizados em revestimentos, como pastilhados, papéis de parede e tintas especiais e também aplicados a pequenos objetos, como vasos, bandejas, molduras, castiçais, luminárias, almofadas, cabides, torneiras, sousplats, louças, talheres, faqueiros, puxadores e outros. Alguns móveis ficam muito bem em tons metalizados. Como exemplo as poltronas, as cadeiras de jantar e as mesas auxiliares. Por fim, existem as novas linhas de eletrodomésticos.

PRATEADO

prata

Nos interiores, o emprego de itens prateados pode ser visto, principalmente, em dois estilos decorativos. Nas propostas minimalistas, de ar mais tradicional ou futurista, em acabamentos brilhante ou polido. Exemplos são as peças em aço cromado e as espelhadas. Já no estilo industrial podem-se ver versões dos materiais mais desgastadas ou oxidadas. Como complemento visual, indica-se, juntamente do prateado, o uso de cores frias e neutras, como o cinza.

DOURADO

dourado

O uso do dourado está em plena atualidade, sendo relacionado à alegria, à riqueza, ao poder e à prosperidade. É o tom mais brilhante de todos, talvez por isso exija mais cuidados, principalmente quanto à sua manutenção. A intensidade do brilho das peças pode ser ampliada quando combinada com elementos em tons terrosos, em branco e em preto. O dourado também fica bem com cores neutras, como o bege; e mais fortes, como o roxo, o rosa escuro e o azul.

COBRE E ROSE GOLD

rose

Objetos acobreados estão em alta na decoração de interiores, principalmente em propostas românticas e delicadas. Eles dão uma atmosfera mais calorosa, confortável e nobre aos ambientes. Por ter um tom forte, quase alaranjado, é mais difícil de harmonizar com outras cores e outros materiais. Mas o cobre fica bem com tons pastéis, com cores frias e com branco. Também combina com envidraçados e elementos naturais, como folhagens e peças em madeira.

No mercado, podem-se encontrar peças acobreadas em duas versões de acabamentos, opaca e polida. A opaca transmite um ar mais rústico, como das casas de campo. Ela combina bem com cozinhas, áreas gourmet e varandas. A polida tem visual mais moderno, próprio das áreas urbanas. É adequada para decorações de salas, dormitórios e banheiros. Seu brilho fica mais bonito combinado com peças em madeira aparente.

Fonte: Blog da Arquitetura (https://blogdaarquitetura.com)

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara