Nova Odessa, “o paraíso verde”.

12 de janeiro de 2018 | Por cemara

CEMARA_JOB_2496_17_POST_13_01_CEMARA_INFORMA

Cidade faz parte do Circuito Turístico de Ciência e Tecnologia e oferece aos visitantes pontos turísticos como o Instituto Plantarum, o de Zootecnia e o Parque Ecológico.

Nova Odessa/SP é considerada um dos maiores polos de desenvolvimento do interior do Estado de São Paulo e está no centro da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Com mais de 57 mil habitantes, o município consegue agregar a tranquilidade de uma cidade pequena ao dinamismo de um grande polo de desenvolvimento.

Nova Odessa, conhecida como “O Paraíso do Verde”, tem uma preocupação especial com o Meio Ambiente. São 15 árvores para cada habitante, e mais de 30 metros quadrados de área verde para cada morador – o dobro do recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A cidade, que fica a 120 km da capital paulista, também faz parte do Circuito Turístico de Ciência e Tecnologia, que inclui 12 cidades da região e oferece pontos turísticos voltados para ecologia e seu estudo, como o Instituto de Zootecnia, o Jardim Botânico Plantarum e o Parque Ecológico Isidoro Bordon.

Plantarum

Um dos destaques do turismo ambiental da cidade é o Jardim Botânico Plantarum que fica na área urbana de Nova Odessa e é um centro de referência em pesquisa e conservação da flora brasileira. O local foi idealizado a partir de 1990, pelo engenheiro agrônomo e botânico brasileiro Harri Lorenzi, com o objetivo de contribuir para a conservação da flora nacional.

Por mais de 35 anos, Lorenzi percorreu a maior parte dos ecossistemas do Brasil, em expedições científicas, destinadas ao levantamento, catalogação e coleta de plantas nativas, principalmente com potencial econômico e ameaçadas de extinção. Em 1998, o Instituto Plantarum adquiriu a área de cerca de 9 hectares em Nova Odessa, onde hoje é o Jardim Botânico para abrigar sua coleção viva de plantas.

Em 2011, o local foi reconhecido pela Comissão Nacional de Jardins Botânicos do Ministério do Meio Ambiente como Jardim Botânico, com os objetivos principais de estudo e conservação da biodiversidade vegetal brasileira e do meio ambiente, por meio de ações educacionais e de pesquisa.

Hoje, o Plantarum desenvolve vários projetos com intercâmbios científicos com outros jardins botânicos e educação ambiental para crianças, jovens e adultos, que privilegia a mediação de conhecimentos em atividades lúdico-didáticas. Atualmente, o acervo botânico vivo é constituído por quase 4000 espécies vegetais, representando os principais grupos botânicos da flora nativa do Brasil.

Certificados e Prêmios



Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara
Realizações Cemara