Blog  
 
Blog
 
 
 
Site Cemara
 
 
Vendas   Contato
 
 
Twitter Facebook Youtube
jul 30, 2013
admin

As 50 melhores cidades do Brasil para se viver, segundo ONU

Pela 3º vez, São Caetano do Sul (SP) aparece como a líder no seleto grupo de cidades brasileiras com nível de desenvolvimento muito alto, segundo o IDH da ONU dos municípios do país

Desenvolvimento

São Paulo – As cidades a seguir, concorde-se ou discorde-se, são o que o Brasil tem de melhor nas áreas de educação, renda e expectativa de vida, segundo a ONU. Elas integram o seleto grupo dos municípios com grau de desenvolvimento considerado “muito alto” no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), divulgado hoje pelo Pnud, órgão das Nações Unidas.

Para isso, têm IDHM superior a 0,8. A média do Brasil hoje é 0,727, considerado alto (mas não muito alto).

O indicador, que vai de 0 a 1 – e quanto mais próximo de 1, melhor – é semelhante ao famoso IDH calculado para os países do globo, mas algumas adaptações metodológicas tupiniquins foram feitas. Por isso, segundo o Pnud, não é possível comparar os números de países inteiros às cidades brasileiras.

O IDHM não mede exatamente qualidade de vida. Embora, claro, municípios com elevados índices de educação, longeva expectativa de vida e renda alta tendam a ser bons lugares para se viver.

Entre as capitais, venceu Florianópolis (SC), seguida de Vitória (ES). O levantamento é feito pela ONU a cada 10 anos, com base nos dados do Censo, do IBGE.

Clique nas fotos e confira as cidades que estão na dianteira do país. Além do valor de cada subíndice do IDHM, estão incluídas em cada cidade a expectativa de vida, em anos, e a renda, em reais.

1ª São Caetano do Sul (SP) – IDHM 0,862


Educação: 0,811
Expectativa de vida: 0,887 (78,2 anos)
Renda: 0,891 (2.043,74)
IDHM Final: 0,862

Posição (2000): 1º lugar

2ª Águas de São Pedro (SP) – IDHM 0,854

Educação: 0,825
Expectativa de vida: 0,890 (78,37 anos)
Renda: 0,849 (1.580,72)
IDHM Final: 0,854

Posição (2000): 2º lugar

3ª Florianópolis (SC) – IDHM 0,847

Educação: 0,800
Expectativa de vida: 0,873 (77,35 anos)
Renda: 0,870 (1.798,12)
IDHM Final: 0,847

Posição (2000): 6º lugar

4ª Vitória (ES) – IDHM 0,845

Educação: 0,805
Expectativa de vida: 0,855 (76,28 anos)
Renda: 0,876 (1.866,58)
IDHM Final: 0,845

Posição (2000): 7º lugar

5ª Balneário Camboriú (SC) – IDHM 0,845

Educação: 0,789
Expectativa de vida: 0,894 (78,62 anos)
Renda: 0,854 (1.625,59)
IDHM Final: 0,845

Posição (2000): 4º lugar

6ª Santos (SP) – IDHM 0,840

Educação: 0,807
Expectativa de vida: 0,852 (76,13 anos)
Renda: 0,861 (1.693,65)
IDHM Final: 0,840

Posição (2000): 3º lugar

7ª Niterói (RJ) – IDHM 0,837

Educação: 0,773
Expectativa de vida: 0,854 (76,23 anos)
Renda: 0,887 (2.000,29)
IDHM Final: 0,837

Posição (2000): 5º lugar

8ª Joaçaba (SC) – IDHM 0,827

Educação: 0,771
Expectativa de vida: 0,891 (78,44 anos)
Renda: 0,823 (1.338,50)
IDHM Final: 0,827

Posição (2000): 19º lugar

9ª Brasília (DF) – IDHM 0,824

Educação: 0,742
Expectativa de vida: 0,873 (77,35 anos)
Renda: 0,863 (1.715,11)
IDHM Final: 0,824

Posição (2000): 42º lugar

10ª Curitiba (PR) – IDHM 0,823

 

Educação: 0,768
Expectativa de vida: 0,855 (76,3 anos)
Renda: 0,850 (1.581,04)
IDHM Final: 0,823

Posição (2000): 10º lugar

11ª Jundiaí (SP) – IDHM 0,822

Educação: 0,768
Expectativa de vida: 0,866 (76,94 anos)
Renda: 0,834 (1.431,55)
IDHM Final: 0,822

Posição (2000): 15º lugar

12ª Valinhos (SP) – IDHM 0,819

Educação: 0,763
Expectativa de vida: 0,850 (76,01 anos)
Renda: 0,848 (1.570,91)
IDHM Final: 0,819

Posição (2000): 18º lugar

13ª Vinhedo (SP) – IDHM 0,817

Educação: 0,739
Expectativa de vida: 0,878 (77,68 anos)
Renda: 0,840 (1.493,32)
IDHM Final: 0,817

Posição (2000): 11º lugar

14ª Araraquara (SP) – IDHM 0,815

Educação: 0,782
Expectativa de vida: 0,877 (77,64 anos)
Renda: 0,788 (1.080,66)
IDHM Final: 0,815

Posição (2000): 17º lugar

15ª Santo André (SP) – IDHM 0,815

Educação: 0,769
Expectativa de vida: 0,861 (76,66 anos)
Renda: 0,819 (1.304,31)
IDHM Final: 0,815

Posição (2000): 25º lugar

16ª Santana de Parnaíba (SP) – IDHM 0,814

Educação: 0,725
Expectativa de vida: 0,849 (75,92 anos)
Renda: 0,876 (1.858,69)
IDHM Final: 0,814

Posição (2000): 74º lugar

17ª Nova Lima (MG) – IDHM 0,813

Educação: 0,704
Expectativa de vida: 0,885 (78,1 anos)
Renda: 0,864 (1.731,84)
IDHM Final: 0,813

Posição (2000): 238º lugar

18ª Ilha solteira (SP) – IDHM 0,812

Educação: 0,782
Expectativa de vida: 0,871 (77,24 anos)
Renda: 0,786 (1.063,04)
IDHM Final: 0,812

Posição (2000): 8º lugar

19ª Americana (SP) – IDHM 0,811

Educação: 0,760
Expectativa de vida: 0,876 (77,55 anos)
Renda: 0,800 (1.161,68)
IDHM Final: 0,811

Posição (2000): 28º lugar

20ª Belo Horizonte (MG) – IDHM 0,810

Educação: 0,737
Expectativa de vida: 0,856 (76,37 anos)
Renda: 0,841 (1.497,29)
IDHM Final: 0,810

Posição (2000): 39º lugar

21ª Joinville (SC) – IDHM 0,809

Educação: 0,749
Expectativa de vida: 0,889 (78,34 anos)
Renda: 0,795 (1.126,74)
IDHM Final: 0,809

Posição (2000): 79º lugar

22ª São José (Santa Catarina) – IDHM 0,809

Educação: 0,752
Expectativa de vida: 0,880 (77,81 anos)
Renda: 0,799 (1.157,43)
IDHM Final: 0,809

Posição (2000): 59º lugar

23ª Maringá (PR) – IDHM 0,808

Educação: 0,768
Expectativa de vida: 0,852 (76,1 anos)
Renda: 0,806 (1.202,63)
IDHM Final: 0,808

Posição (2000): 22º lugar

24ª São José dos Campos (SP) – IDHM 0,807

Educação: 0,764
Expectativa de vida: 0,855 (76,27 anos)
Renda: 0,804 (1.190,96)
IDHM Final: 0,807

Posição (2000): 24º lugar

25ª Presidente Prudente (SP) – IDHM 0,806

Educação: 0,774
Expectativa de vida: 0,858 (76,49 anos)
Renda: 0,788 (1.080,22)
IDHM Final: 0,806

Posição (2000): 12º lugar

26ª Blumenau (SC) – IDHM 0,806

Educação: 0,722
Expectativa de vida: 0,894 (78,64 anos)
Renda: 0,812 (1.253,17)
IDHM Final: 0,806

Posição (2000): 38º lugar

27ª Rio Fortuna (SC) – IDHM 0,806

Educação: 0,727
Expectativa de vida: 0,850 (75,98 anos)
Renda: 0,848 (1.570,51)
IDHM Final: 0,806

Posição (2000): 622º lugar

28ª Assis (SP) – IDHM 0,805

Educação: 0,781
Expectativa de vida: 0,865 (76,91 anos)
Renda: 0,771 (967,39)
IDHM Final: 0,805

Posição (2000): 36º lugar

29ª Campinas (SP) – IDHM 0,805

Educação: 0,731
Expectativa de vida: 0,860 (76,59 anos)
Renda: 0,829 (1.390,83)
IDHM Final: 0,805

Posição (2000): 29º lugar

30ª São Bernardo do Campo (SP) – IDHM 0,805

Educação: 0,752
Expectativa de vida: 0,861 (76,65 anos)
Renda: 0,807 (1.212,65)
IDHM Final: 0,805

Posição (2000): 21º lugar

31ª São Carlos (SP) – IDHM 0,805

Educação: 0,766
Expectativa de vida: 0,863 (76,78 anos)
Renda: 0,788 (1.079,45)
IDHM Final: 0,805

Posição (2000): 27º lugar

32ª São Paulo (SP) – IDHM 0,805

Educação: 0,725
Expectativa de vida: 0,855 (76,3 anos)
Renda: 0,843 (1.516,21)
IDHM Final: 0,805

Posição (2000): 33º lugar

33ª Porto Alegre (RS) – IDHM 0,805

Educação: 0,702
Expectativa de vida: 0,857 (76,42 anos)
Renda: 0,867 (1.758,27)
IDHM Final: 0,805

Posição (2000): 16º lugar

34ª Rio Claro (SP) – IDHM 0,803

Educação: 0,766
Expectativa de vida: 0,862 (76,72 anos)
Renda: 0,784 (1.049,16)
IDHM Final: 0,803

Posição (2000): 30º lugar

35ª Jaraguá do Sul (SC) – IDHM 0,803

Educação: 0,755
Expectativa de vida: 0,865 (76,92 anos)
Renda: 0,793 (1.111,85)
IDHM Final: 0,803

Posição (2000): 23º lugar

36ª Rio do Sul (SC) – IDHM 0,802

Educação: 0,727
Expectativa de vida: 0,894 (78,61 anos)
Renda: 0,793 (1.114,31)
IDHM Final: 0,802

Posição (2000): 142º lugar

37ª Bauru (SP) – IDHM 0,801

Educação: 0,752
Expectativa de vida: 0,854 (76,26 anos)
Renda: 0,800 (1.163,86)
IDHM Final: 0,801

Posição (2000): 26º lugar

38ª Pirassununga (SP) – IDHM 0,801

Educação: 0,736
Expectativa de vida: 0,884 (78,03 anos)
Renda: 0,789 (1.086,22)
IDHM Final: 0,801

Posição (2000): 68º lugar

39ª São Miguel do Oeste (SC) – IDHM 0,801

Educação: 0,739
Expectativa de vida: 0,884 (78,06 anos)
Renda: 0,787 (1.072,60)
IDHM Final: 0,801

Posição (2000): 103º lugar

40ª Vila Velha (ES) – IDHM 0,800

Educação: 0,734
Expectativa de vida: 0,864 (76,84 anos)
Renda: 0,807 (1.211,79)
IDHM Final: 0,800

Posição (2000): 84º lugar

41ª Botucatu (SP) – IDHM 0,800

Educação: 0,746
Expectativa de vida: 0,869 (77,13 anos)
Renda: 0,790 (1.089,10)
IDHM Final: 0,800

Posição (2000): 54º lugar

42ª Ribeirão Preto (SP) – IDHM 0,800

Educação: 0,739
Expectativa de vida: 0,844 (75,65 anos)
Renda: 0,820 (1.314,04)
IDHM Final: 0,800

Posição (2000): 32º lugar

43ª Taubaté (SP) – IDHM 0,800

Educação: 0,746
Expectativa de vida: 0,883 (77,98 anos)
Renda: 0,778 (1.011,95)
IDHM Final: 0,800

Posição (2000): 31º lugar

44ª Concórdia (SC) – IDHM 0,800

Educação: 0,756
Expectativa de vida: 0,872 (77,33 anos)
Renda: 0,777 (1.009,49)
IDHM Final: 0,800

Posição (2000): 83º lugar

45ª Rio de Janeiro (RJ) – IDHM 0,799

Educação: 0,719
Expectativa de vida: 0,845 (75,69 anos)
Renda: 0,840 (1.492,63)
IDHM Final: 0,799*

Posição (2000): 64º lugar

* IDHM abaixo de 0,8, considerado alto

46ª Goiânia (GO) – IDHM 0,799

Educação: 0,739
Expectativa de vida: 0,838 (75,28 anos)
Renda: 0,824 (1.348,55)
IDHM Final: 0,799*

Posição (2000): 71º lugar

* IDHM abaixo de 0,8, considerado alto

47ª Guaratinguetá (SP) – IDHM 0,798

Educação: 0,751
Expectativa de vida: 0,886 (78,17 anos)
Renda: 0,764 (926,78)
IDHM Final: 0,798*

Posição (2000): 55º lugar

* IDHM abaixo de 0,8, considerado alto

48ª Marília (SP) – IDHM 0,798

Educação: 0,776
Expectativa de vida: 0,854 (76,26 anos)
Renda: 0,768 (953,20)
IDHM Final: 0,798*

Posição (2000): 40º lugar

* IDHM abaixo de 0,8, considerado alto

49ª Sorocaba (SP) – IDHM 0,798

Educação: 0,762
Expectativa de vida: 0,843 (75,59 anos)
Renda: 0,792 (1.107,19)
IDHM Final: 0,798*

Posição (2000): 50º lugar

* IDHM abaixo de 0,8, considerado alto

50ª Fernandópolis (SP) – IDHM 0,797

Educação: 0,758
Expectativa de vida: 0,872 (78,2 anos)
Renda: 0,767 (944,00)
IDHM Final: 0,797*

Posição (2000): 37º lugar

* IDHM abaixo de 0,8, considerado alto

Fonte: Exame

Compartilhe :

Arquivos

tweets